Naves da NASA voarão dentro de um furacão para observar relâmpagos

Por , em 10.08.2010

Os estudiosos sabem que os relâmpagos aumentam quando a agitação de um ciclone tropical muda de intensidade, mas se os flashes são um sinal de um iminente furacão monstruoso ou um sinal de um fiasco de tempestade é uma questão que tem escapado aos pesquisadores durante décadas.

Para fazer a ligação entre raios e furacões intensos, os cientistas da NASA vão tentar a primeira missão de pesquisa desse tipo. Três aeronaves, incluindo uma não tripulada, vão sobrevoar os ciclones tropicais (nome genérico para tempestades tropicais e furacões) no Golfo do México, Oceano Atlântico e Mar do Caribe durante a primeira grande campanha de campo sobre furacões da agência norte-americana desde 2001.

Os três aviões colherão dados cruciais, mas o Global Hawk é o “evento principal”. Ele pode voar por até 20 horas e vai levar um instrumento de vôo de alta tecnologia que irá acompanhar e documentar relâmpagos de acordo com o desenvolvimento e a intensificação dos furacões.

O avião não-tripulado proporcionará aos cientistas um olhar sem precedentes do funcionamento interno dos furacões. O Global Hawk voará sobre o Golfo do México e o Oceano Atlântico a uma altitude de mais de 18.000 metros por 40 dias em agosto e setembro.

A pesquisa dos relâmpagos é parte de estudo maior da NASA. A missão será estudar como as tempestades tropicais formam e se transformam em furacões.

Os instrumentos utilizados pela missão trabalharão em conjunto para criar uma visão mais completa da intensificação do furacão. Se o Global Hawk completar a sua missão, será a mais longa observação contínua do desenvolvimento de um ciclone tropical já registrada por uma aeronave.

Segundo os pesquisadores, eles serão capazes de ver como a tempestade se desenvolve a longo prazo, e como um raio varia de acordo com todas as outras coisas acontecendo dentro de um furacão. É a diferença entre uma única fotografia e um filme de longa-metragem.

Se os cientistas descobrirem os laços entre o relâmpago e a severidade dos furacões, os meteorologistas podem ser capazes de melhorar significativamente as suas previsões de curto prazo para estas tempestades potencialmente destrutivas. Os investigadores têm ligado tudo a relâmpagos, desde ventos fortes a inundações e furacões, e poucos minutos extras de advertência podem salvar vidas a cada ano. [Space]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Alan Fernando:

    Eles estão certos nesse interesse pois isso pode preservar muitas vidas no futuro pois essas catastrofes ceifam muitas vidas no mundo. isso sim é ciencia e tecnologia a serviço de salvar vidas e não de distruir!

  • Reilex:

    Muito bom, acho bem legal essa coisa de tornado ! Ainda mais se não der aonde eu to ! LOL

Deixe seu comentário!