O belo mundo sob o microscópio: confira vencedores do Nikon Small World 2018

Por , em 23.10.2018

A Nikon realiza um concurso de fotomicrografia todo ano, no qual premia as mais incríveis imagens microscópicas que revelam mundos desconhecidos a nossos olhos.

Quase 2.500 inscrições foram recebidas de 89 países no 44º ano da competição.

Confira alguns dos vencedores do Small World 2018:

Imagem distinta


Vespa macho de Fiji ampliada quatro vezes, por James Dorey de Adelaide, Austrália.

Menção Honrosa


Asa de Charaxes sp. (borboleta-imperador) ampliada dez vezes, por Charles Krebs de Washington, EUA.

Quinto lugar


Um Parasteatoda tepidariorum (embrião de aranha) ampliado 20 vezes, pela Dra. Tessa Montague de Massachusetts, EUA.

Imagem distinta


Um Siphonaptera (pulga) ampliado 20 vezes, por Luciano Andrés Richino de Ramos Mejia, Argentina.

Imagem distinta


Um esporângio de Adiantum capillus-veneris (samambaia), local no qual se formam os esporos, ampliado dez vezes por Ou Zhilei de Guagndong, China.

Imagem distinta


Neurônios humanos de pacientes de Parkinson em cultura ampliados 40 vezes, pelo Dr. Regis Grailhe, Nasia Antoniou e Dra. Rebecca Matsas de Seongnam, Coreia do Sul.

Primeiro lugar


Olho de um besouro subquadrulífero Metapocyrtus ampliado 20 vezes, por Yousef Al Habshi de Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos.

Décimo segundo lugar


Asa de Urania ripheus (borboleta) ampliada 20 vezes, por Luciano Andrés Richino de Ramos Mejia, Argentina.

Menção honrosa


Bolhas e uma única fibra de pano (vermelha) em uma superfície de rocha ampliada 10 vezes por Walter Piorkowski de Illinois, EUA.

Oitavo lugar


Retrato de um Sternochetus mangiferae (gorgulho ou caruncho) ampliado uma vez por Pia Scanlon de South Perth, Austrália.

Terceiro lugar


Uma ninfa de cigarrinha ampliada cinco vezes, por Saulius Gugis de Illinois, EUA.

Segundo lugar


Soros de samambaia, estruturas produtoras de esporos, ampliadas dez vezes por Rogelio Moreno da Cidade do Panamá, Panamá.

Imagem distinta


Um ácaro na antena de um besouro ampliado quatro vezes, por Emre Can Alagöz de Istambul, Turquia.

Imagem distinta


Estruturas de Bryum hornum (musgo) ampliadas 20 vezes, por Magdalena Turzanska de Breslávia, Polônia.

Décimo nono lugar


Uma Vespa velutina (vespa-asiática) com veneno no seu ferrão ampliada 6,3 vezes, por Pierre Anquet de La Tour-du-Crieu, França.

Imagem distinta


Goethita (um óxido de ferro) da Mina de Marmoraton em Ontário, Canadá, ampliada dez vezes por Michael Bainbridge de Ontário, Canadá.

Menção honrosa


Embrião de camaleão ampliado cinco vezes por Teresa Zgoda de Nova Iorque, EUA.

Imagem distinta


Floscularia (rotífero) se alimentando ampliado 20 vezes por Rogelio Moreno da Cidade do Panamá, Panamá.

Imagem distinta


Uma folha de salgueiro podre ampliada 3,7 vezes por Murat Öztürk de Ankara, Turquia.

Imagem distinta


Estruturas produtoras de esporos ampliadas quatro vezes por Waldo Nell de Colúmbia Britânica, Canadá.

Imagem distinta


Uma larva parasítica da família de vespas Ichneumonidae se alimentando de um abdômen de aranha e ampliada 20 vezes pelo Dr. Matyas Molnar de Uppsala, Suécia.

Imagem distinta


Uma flor murcha ampliada quatro vezes por Samuel Silberman de Yahud-Monoson, Israel.

Décimo terceiro lugar


Balanus glandula (cracas) ampliada cinco vezes por Charles Krebs de Washington, EUA.

Menção honrosa


Uma Daphnia (pulga d’água) com ovos ampliada quatro vezes por Anne Algar de Hounslow, Reino Unido. [TheAtlantic]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (30 votos, média: 4,80 de 5)

Deixe seu comentário!