Nova bateria de batata pode iluminar um quarto por mais de um mês

Por , em 5.12.2013

Em algum programa de experiências científicas para crianças, você talvez já tenha visto que é possível fazer uma bateria de batata. Não é a solução para a crise energética que pode atingir o planeta, mas não deixa de ser divertido. Cientistas israelenses descobriram que essa aparente brincadeira, no entanto, é capaz de iluminar um aposento durante mais de trinta dias.

A bateria de batata

Previsões apontam que a batata, por ser uma das culturas mais fáceis e vastas da agricultura, será o carro chefe do combate à fome no mundo nas décadas que virão. O uso dela para fazer baterias artesanais nunca foi encarado com muita seriedade, mas pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém potencializaram essa função.

Eles descobriram que, cozida, a batata gera dez vezes mais energia do que crua. E a produção realmente não é das mais complicadas. Basta prensar um quarto do tubérculo cozido entre um ânodo de zinco e um cátodo de cobre. Com esta técnica, a equipe israelense conseguiu iluminar um quarto com lâmpadas por até quarenta dias, a um preço dez vezes menor do que uma bateria alcalina comum.

Uma batata, obviamente, não é uma fonte inesgotável de energia. Ela apenas conduz quimicamente a energia através dos dois pólos metálicos, da mesma forma que bananas e morangos também podem fazer. Mas são mais abundantes, resistentes e fáceis de armazenar, o que a tornam a matéria-prima ideal.

Os pesquisadores de Israel projetam que a batata realmente poderia servir como alternativa energética em países em desenvolvimento, que não contam com grandes usinas para suprir suas necessidades.

Não é uma tarefa simples, por razões que vão desde a concorrência com outras fontes renováveis, como a energia eólica e a solar, até o fato de que em alguns lugares não há batatas sequer para alimentar a população, muito menos para se fazer baterias. Mas é um cenário que os cientistas visualizam facilmente no futuro. [Smithsonian / Green Muze / New Energy News]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

4 comentários

  • mkbraga:

    Os gringos já estão de olho no nosso etanol, e com isso nossas batatas vão começar a sumir…

  • Falcone Big:

    Interessante, mas tenho uma dúvida:

    A energia necessária para cozinhar as batatas não seria maior do que a energia provida pelas batatas?

  • tijolin:

    Lembrei da GlaDOS no Portal 2.

    • Brunos Ferreira:

      Não..

      pois nao há necessidade de cozinhar batatas ja cozidas.

Deixe seu comentário!