O bar que tem uma inebriante nuvem de álcool

Por , em 17.08.2015

Uma coisa engraçada acontece quando você inala álcool: você fica bêbado. Dependendo de quanto álcool está no ar, a velocidade com que você fica bêbado pode ser muito mais rápida – ou muito mais lenta, também – do que beber três doses de tequila.

Digamos que você se encontra em uma sala que foi preenchida com uma névoa doce que cheira como uma deliciosa gin tônica misturada na proporção de uma parte de álcool para três partes de água tônica. Quanto tempo até você sentir os efeitos?

“Uma hora é aproximadamente o equivalente a uma dose”, diz Sam Bompas. “Uma bem forte”.

O bar

Bompas entende de névoas alcoólicas. Ele é um dos sócios da Bompas & Parr, uma equipe de magos culinários mais conhecidos por criar experiências sensoriais, como paredes de escalada de chocolate e moldes extra grandes de gelatina. O trabalho é definido pelo hedonismo e não tem nenhum propósito além de apresentar as pessoas a uma nova sensação. Nos últimos seis anos, Bompas e Harry Parr trabalharam com cientistas para aperfeiçoar a técnica de deixar as pessoas bêbadas através do ar. Eles recentemente abriram um bar em Londres, onde você pode inalar álcool. O nome do local é Alcoholic Architecture (ou Arquitetura Alcoólica).

bar que tem alcool no ar 2

Ele fica em um edifício vitoriano ao lado de uma catedral que costumava ser um mosteiro. Bompas descreve o clima do bar como um encontro entre uma “Miami de Neon” e um mosteiro. O ar embebido em álcool não é a coisa mais excêntrica do lugar: eles servem coquetéis em um crânio humano – um de verdade.

Quando chegam, os convidados vestem um poncho de plástico e entram em uma câmara com uma forte neblina. A mistura de Bompas & Parr não é uma gin tônica de verdade. É uma mistura de gin – álcool, água e moléculas aromáticas – e um pouco de quinina, a parte amarga da água tônica (outros ingredientes da gin tônica real não se dariam muito bem em formato gasoso: o açúcar é muito pegajoso e o citrus tem, segundo Bompas, muitos alérgenos). Conforme os frequentadores tomam o salão, eles são incentivados a respirar profundamente, aspirando o sabor de incenso com gin infundido.

O ar dentro do Alcoholic Architecture tem uma umidade de 140%; as gotículas de bebidas pairam em torno de um denso nevoeiro. A visibilidade é menor do que um metro de distância. “É um pouco como um baile de máscaras”, diz Bompas. “Também é ótimo para ajudar no clima”. A umidade ajuda as pessoas lá dentro a perceber a bebida.

Novas sensações

Bompas & Parr não inventaram o ato de inalar bebidas. Os seres humanos têm experimentado novas maneiras de ficar bêbados durante todo o período em que aprenderam a ficar bêbados. Inalação, ao que parece, é uma abordagem extremamente eficiente. Quando nós engolimos o álcool, significa que ele vai viajar através do estômago e do intestino antes de entrar na corrente sanguínea e atingir o cérebro. Inalar é um método muito mais rápido, mas também perigoso. Respire muito e de forma rápida e você corre o risco de intoxicação.

Bompas & Parr estão atentos a isso (tendo em vista que pessoas desmaiando, vomitando, ou, eventualmente, morrendo é ruim para os negócios). Uma alteração leve e agradável é o objetivo. “As pessoas saem andando, e não tropeçando, para fora da porta”, garante Bompas.

Se isso parece uma forma terrivelmente não prática de desfrutar uma bebida, bem, esse é o ponto. Apreciar a sua gin tônica da maneira tradicional é ótimo, mas a maioria de nós sabe como é. Andar em uma nuvem de gim e tônica é novo e hedonista. Trata-se de mudar a sua percepção de gosto, além de ser uma grande história para contar aos amigos.

Além disso, há um ponto positivo que parece bom demais para ser verdade. “Curiosamente, ninguém fica com ressaca”, diz Bompas. “Talvez seja um efeito placebo, mas tanto faz”. [Wired]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

2 comentários

  • Dinho01:

    Tô achando que isso deve irritar os olhos. E não tem risco de uma superdosagem de álcool?

  • Antonio Luiz S. Santos:

    Deve ser uma experiência genial, frequentar esse bar um dia…

Deixe seu comentário!