O primeiro transplante de cabeça do mundo já tem data marcada

Por , em 14.09.2015
transplante de cabeça data

Valery Spiridonov

O neurocirurgião italiano Sergio Canavero ganhou a atenção do mundo no ano passado quando anunciou seus planos para realizar o primeiro transplante de cabeça humana. Muitos duvidaram que um procedimento tão ultrajante pudesse realmente acontecer. Agora, Canavero tem uma data.

O cientista da computação russo Valery Spiridonov, de trinta anos de idade, está definido para se tornar o primeiro paciente a ter um transplante de cabeça no mundo em dezembro de 2017. Spiridonov sofre de uma condição de perda muscular genética rara conhecida como doença de Werdnig-Hoffmann. Não há atualmente nenhum tratamento conhecido.

Transplante de cabeça vai acontecer

Como você pode imaginar, o procedimento será cheio de desafios e incertezas. Há a possibilidade de arrepiar os cabelos de que a cabeça rejeite o corpo ou vice-versa. A medula espinhal pode não fundir adequadamente. Mesmo se tudo correr bem (e ele não morrer assim que tiver sua cabeça separada do corpo, como parece ser o mais óbvio a acontecer), não há como dizer se as capacidades mentais ou a personalidade de Spiridonov permanecerão as mesmas. Ele está embarcando em um território médico totalmente inexplorado.

Caso corra tudo bem, um transplante de cabeça humana bem-sucedido poderia abrir portas em termos de restauração de independência para as pessoas com deficiências graves. Para Spiridonov, os riscos valem a pena.

“Quando eu percebi que eu poderia participar de algo realmente grande e importante, eu não tive nenhuma dúvida em minha mente e comecei a trabalhar nesse sentido”, disse Spiridonov a Central de Notícias Europeia. “A única coisa que eu tenho é o sentimento de impaciência agradável, como se eu estivesse me preparando para algo importante toda a minha vida e isso estivesse começando a acontecer”. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

13 comentários

  • dauzacker:

    Não existe nada anti ética ou algo assim. O que existe é um preconceito moral e religioso que impede a evolução científica.

    • Dejean Echeverrya Ávila:

      Mil likes.

  • San Lima:

    Torço que de certo será o marco da medicina
    porém acho que abrirá portas para o trafico de orgaõs humanos “o corpo humano”

  • G.Boucher:

    Espero que dê certo. E que o Sthephen Hawking também faça. Doaria meu corpo pra ele em nome da ciência haha

    • Marcelo Ribeiro:

      Seria legal prolongar a vida dele. Mas ele já viveu mais de 50 anos além do que se esperava. Já é idoso e enterrou muita gente genial que tinha domínio dos movimentos básicos do corpo. Ele é realmente impressionante.

    • luauau:

      Parece que o Boucher percebeu o erro em que estão recaindo quase todos aqui. O transplante não é de cabeça. É de CORPO.

    • Marcelo Ribeiro:

      Depende do conceito de transplante.

    • Michael Maciel:

      Beleza, soh que o problema do Stephen hawking eh cerebelar, se não trocar o cerebro não vai ter solucão.

  • Usuário Rodrigo:

    Não é possível sequer restaurar a sensibilidade de pessoas que tiveram a medula rompida. Como ele vai fazer isso?

  • Vando Juvenal:

    “Um procedimento tão ultrajante”. Gostaria de entender essa frase, Jéssica, por favor. De boa. Você me explicaria, flor? Obrigado.

    • Marcelo Ribeiro:

      Hoje em dia pode ser considerado antiético. É muito radical. É isso.

    • Vando Juvenal:

      Radical, é. Mas muito mais radical que antiético e CERTAMENTE o faremos. Aí a ética vai mudar, com o hábito.

  • Felipeeduardo:

    Ele acredita mais nesta cirurgia porque está em uma situação ruim do que na própria validade da cirurgia.

Deixe seu comentário!