Vácuo: partículas podem ser criadas a partir dele

Por , em 31.01.2011

A ciência dá um passo mais além, e consegue criar algo a partir do nada. Teoricamente, cientistas afirmam que é possível conjurar partículas a partir do vácuo – nas condições certas.

Claro que não é assim tão fácil. São requeridos um laser de ultra-intensidade, um acelerador de partículas, e uma mente aberta. A mente aberta é necessária para compreender o que é nada (que definitivamente é alguma coisa).

A linha de pensamento dos cientistas é a seguinte: o vácuo não é um vazio completo. O vácuo é uma combinação equilibrada de matéria e antimatéria, ou partículas e antipartículas. Essas partículas têm uma enorme densidade, a única coisa é que não podemos observá-las por que suas características observáveis se anulam.

Os pesquisadores criaram um conjunto de equações que sugerem que um laser de alta energia pode “rasgar” o vácuo, transformando-o em partículas constituintes e antipartículas, e desencadeando uma reação que gera pares adicionais de matéria-antimatéria.

Como? Quando a matéria e a antimatéria se aniquilam mutuamente, fótons gama são produzidos. Essas partículas de luz de alta energia podem produzir elétrons adicionais e pósitrons (pósitrons são os opostos a elétrons para a antimatéria).

Em um campo de laser forte, esses elétrons produzidos a partir da antimatéria podem tornar-se uma combinação de três outras partículas e um número de fótons. Essencialmente – e matematicamente falando – a partir de um vazio pode-se produzir elétrons, e os elétrons podem ser persuadidos a se tornar uma série de outras partículas.

Sendo assim, no final, há mais partículas do que havia no começo (porque você começou com um vácuo). Os pesquisadores acreditam que isso acontece na natureza, próximo a pulsares e estrelas de nêutrons: criar algo a partir do nada. [POPSCI]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

44 comentários

  • Bogdan:

    Se a partir de matéria geramos energia E=mc², então m=E/c².

    Se partirmos do principio que Energia é uma Força em estado de repouso que tem seu potencial liberado na proporção do estimulo a que é submetida (um gás dentro de um recipiente plástico aquecido, tem um potencial de força menor de explosão que o mesmo gás dentro de um recipiente metálico aquecido), poderíamos entender que se contraissimos a energia do vácuo esta se compactaria ate obter a concistencia de materia.

  • Pensador®:

    “O vácuo é um espaço não preenchido por qualquer matéria, nem sólida, nem líquida, nem gasosa, nem plasma, nem mesmo a matéria escura. Mesmo assim cada pequeno espaço dele é preenchido por trilhões de neutrinos e outras partículas a vagar pelo cosmos, assim como radiações de luz em diversas freqüências vibratórias, e campos gravitacionais. O vácuo possui energia, e suas flutuações quânticas podem dar origem à produção de pares de partícula e anti-partícula. O vácuo não pode ser o nada.

    O vazio seria um espaço em que não houvesse nem matéria, nem campo e nem radiação. Mas no vazio haveria ainda o espaço, isto é, a capacidade de caber algo, sem que houvesse. No universo não existe vazio, pois todo o espaço, mesmo que não contenha matéria, é preenchido por campos gravitacionais e pela radiação que o atravessa, de qualquer espécie. Mas ainda que o vazio existisse no universo, não poderia ser o nada.

    O nada não pode ser um espaço a ser preenchido. Em realidade, não pode nem mesmo ser um lugar ou dimensão onde a noção de tempo seja válida. No nada não pode existir o tempo, nem o tempo curto nem o longo. No nada não existe a noção de seqüência de eventos, e ainda que fosse um lugar a espera de ser preenchido, o evento do preenchimento nunca ocorreria, pois demanda que exista o tempo.”

    • Thiago Alcalde:

      Só para completar, não é só a presença das partículas tornam o espaço vazio em alguma coisa, mas a própria existência de um campo, pois o próprio campo é alguma coisa mesmo que ele seja nulo, ou seja o NADA não existe, e além disso, a matéria poderia ter mencionado que essa teoria é a teoria da radiação Hawking, desenvolvida por Stephen Hawking.

  • Orlando:

    O vácuo não é vazio; todas as coisas do universo irradiam do vácuo e para o vacuo

    A matéria universal não veio do vacuo ou criada a partir dele mas veio de um outro nivel dimensional, ou seja, existem “ralos” dimensionais por onde passa matéria. Isto já foi descrito inumeras vezes por diversas religiões e crenças, ou seja, toda a materia do nosso universo veio de outra dimensão, e isto inclusive, explica o impuxo invisivel da matéria escura, que não passa de fluxo magnético/gravitacional entre as dimensões.

  • Alberto Carvalhal Campos:

    A coisa é bem outra, como diz o blog: “Olhando o Universo”. No início de tudo era um vácuo absoluto num espaço infinito, com uma temperatura de zero grau também absoluto e ausência total de luz. Estas condições extremas e propícias originou o aparecimento da energia eletromagnética. O nada responsável pelo o tudo. E=MC² ou M=E/C² e continua.

  • adailton:

    EU LI TODAS OS COMENTARIOS E DIGO A VOCES QUE NAO TINHA NADA NO INICIO DO UNIVERSO NADA QUER DIZER NENHUM PROTON OU PHOTON OU MAGNETISMO OU ENERGIA NAO EXISTIA NADA(0).

    POR MAIS QUE PESQUISEMOS NADA PODE NOS DIZER COMO TUDO COMEÇOU NAO TINHA UM ACELERADOR DE PARTICULAS NO INICIO DA MATERIA, NAO TINHA LASER NAO.

    PRECISA DE UMA MENTE MAIS QUE ABERTA PARA ACEITAR ESSE ARTIGO COMO VERDADEIRO, E EU TENHO UMA MENTE ABERTA MAS MAIS NA MINHA MENTE EU NAO ACHEI NENHUMA SUBSTANCIA POR MENOR QUE SEJA PARA A FORMAÇAO DE MATERIA.

  • anonimo:

    Não venham falar de raios laser e acelerador de partículas para o aparecimento da matéria. Assim eu prefiro ficar com o incomodo átomo primordial. É tão enganoso quanto e é mais simples. Para que enganar. É claro que não existiam um acelerador de partículas e nem um raio laser, para fazer este serviço. A coisa é bem outra.

  • Desconfiado:

    Bom, acho q a intenção deles é desvendar como surgiu “tudo”, como o universo apareceu do nada. Mas tem um pensamento errôneo aki. Se precisa usar um laser, e um acelerador de particulas, então ja nao é criar matéria a partir do nada, e nao explica em nada como surgiu o tal universo. Com certeza dará certo, mas será q ha milhoes (ou bilhoes, sei la) de anos atras havia um laser fortissimo e um acelerador de particulas?? Se entrou a intervenção do homem com esses equipamentos, ja nao é criar matéria a partir do nada.

  • Henrique:

    Bem… vo falar um pouco

    Primeiro! Não está nada sendo criado a partir do NADA! Nome errado da matéria. Quando o laser entra, não importa o que esteja lá, você está adicionando energia em forma de fotons, com MUITA ENERGIA é possivel ter massa (alguem um pouco mais inteligente lembra de E = MC^2? um tal de Einstein descobriu essa formula…)

    o vácuo, é uma parte do espaço sem nada presente, só que novamente lembrando teorias MAIOR FÍSICO QUE JÁ EXISTIU, massa, tempo e espaço e energia são coisas ligadas, não existe, no nosso universo, espaço sem massa, e nem massa sem espaço.

    Antes do big Bang não havia NADA! nada mesmo… é um conceito meio dificil… pois não havia nem espeço e nem tempo, então não poderia existir um espaço vazio sem nada, pq não existia um espaço…

  • Ignorante:

    Não é do vácuo, ignorantes. Essas partículas são cristalizações de outras dimensões.

  • coltpanzerfaust:

    mas o que definimos como vacuo, não é a total e absoluta da ausencia de algo?
    http://pt.wikipedia.org/wiki/V%C3%A1cuo pelo que diz aqui se houvesse um vacuo verdadeiro um espaço sem materia e energia o que isto seria? por acaso o vacuo não é uma região escassa em materia fisica ou energia? porem lembremos que escassez não é ausencia. se houvesse um vacuo total não haveria nada, nem materia, nem eletrcidade, nem eletromagnetismo, nem gravidade, porem como é que as formas de energia e de materia se propagam pelo “nada”, e se no meio deste “nada” existe algo que ainda nao possuimos tecnologia para provar ou observar? não seria o vacuo o espaço ocupado pela energia escura ou pela materia escura? muitas coisas inexpicaveis acontecem agora mesmo, pois enquanto teclo sei que tem trilhões de neutrinos vindos das reação termonuclear solar atravessando a terra, e que estas particulas são tão infimas que não alteram nossas estruturas atomicas. tambem sabemos que o paneta continua girando… que há um nucleo de metal girnado em outo nucleo mais denso no centro da terra que por sua vez criam nosso escudo magnetico e nossa ionosfera….
    se pararmos e tentarmos compreender a grandiosidade do universo e todas as suas interações com forças que ainda não podemos observar ou provar acabaremos ficando loucos!!!
    até que limite chegaremos na observação do cosmos e quando finalmente acordaremos com uma consciencia unica de humanidade como um todo…

  • Jorginho:

    Só uma coisinha:
    No sentido pleno da palavra, o “nada” não existe.
    Independente do que seja a forma aparente; o nada não pode existir.
    É “A” ou “B”.
    Se massa é energia de modo inverso, ou é massa ou é energia.
    E,na minha simples concepção, algo existe ou não existe.
    mesmo considerando o mundo estranho do quantum.
    Acho mesmo que estão começando a ficar malucos com o “quantum” rsrsrsrs

    Contudo, continuem pensando como quiser, afinal é um direito que temos, embora isso não venha mudar a verdade.

  • Campos:

    O nada está saturado de energia eletromagnética, a 1ª das quatro forças básicas da natureza.Desta se originou as outras três. Ao surgir a 2ª e 3ª forças básicas formou-se a matéria e consequentemente a 4ª, a força da gravidade. A matéria foi originada pela força eletromgnética. Saiba como vendo o blog: “olhando o universo”.

  • CARLOS CORGA:

    O vácuo não é vazio; todas as coisas do universo irradiam para o vácuo, inclusive voce que está lendo isto.

  • filipe:

    cara eu fico pasmo com tudo isso é impressionante como tudo ocorre ainda mais nessa area da ciência é fascinante quem me dera eu saber 1/1000 disso

  • Juliano:

    Querem saber mais sobre matéria e antimatéria???
    Leiam esse artigo do Eternos Aprendizes:

    http://eternosaprendizes.com/2010/12/14/fisica-como-gerar-materia-e-antimateria-a-partir-do-vacuo-o-que-e-o-nada/

  • benq:

    pelo que sei o vacuo 100% vazio nunca existiu

    pois em qualquer lugar do espaço ha forças como gravidade, eletromagnetica…

  • André Luiz:

    O Nada Absoluto nunca existiu. Por quê? Porque se o Nada Absoluto alguma vez existiu, ainda hoje existiria!

    Se o Nada Absoluto tivesse existido não haveria nada além dele que causasse a existência das coisas.

  • Samuel Chaves:

    Matéria excepcionalmente interessante! Isso explica muito coisa no ramo da Física.

  • Carpinteiro:

    Mas vamos pensar um pouco: se eles fizerem um feixe de laser passar dentro do vácuo, logo o vácuo deixa de ser vácuo, pois estará com o laser passando dentro dele. Logo qualquer partícula que apareça, pode ser simplesmente “restos” do raio laser.

  • O Louco:

    quer dizer que… é possível criar matéria do nada…
    mas dinheiro é matéria…

    tive uma idéia…

  • Brenda:

    Eu me divirto muito com os comentários.

  • Chacota:

    PredadorXD, aparentemente um lugar onde não existe nada é na tua cabeça!

  • Jorginho:

    Para Márcio:

    Primeiro eles dizem se uma elaboração matemática e depois, dizem produzir partículas no vácuo, supondo lá existir a antimatéria…
    Peraí!!! Vácuo é vácuo e não pode existir nenhuma forma de partículas e nem antimatéria…
    Mas, também. Digamos que não há nenhuma partícula conhecida… Apenas, antimatéria.
    Aceleram partículas e no final acabam encontrando maior quantidade de matéria.
    Se for correta a lei da relatividade, ela diz que energia é matéria ao inverso.
    Nesse caso, através de choques de partículas e energia (laser), possa sim haver tal transformação. Ao menos teoricamente falando.

    Na questão de onde está D-us…
    Meu caro, você não encontra o DNA de um artista em sua obra e portando, D-us não precisa está presente no sistema de sua criação.

    Além disso, para entendê-lo, primeiramente deve perder a presunção e o orgulho…

    Encontra o verdadeiro sentido de D-us quando se fecha os olhos!

    Pense Nisso e fim de papo!!!

  • PredadorXD:

    é uma teoria tosca, pq não serve pra nada já que o nada não existe! alguém ai sabe de um lugar onde não existe nada?!?!

  • Márcio:

    Onde está o seu Deus agora???

  • Anonimo:

    Uma coisa é certa: Do big bang é que não foi. Já estamos chegando perto de descobrir a origem de tudo.

  • Prego Mestre:

    estão todos ficando doidos!!!

  • CRC:

    De fato, especula-se que exista anti-matéria correspondende à matéria. No entanto, existe uma questão que nunca entendi direito, que quando a matéria e a anti-matéria equivalente se aniquilam, ainda assim sobra alguma coisa, que seriam os elétrons a que a reportagem se refere. É o equivalente a dizer que 1 – 1 é quase igual a zero. Esta diferença poderia explicar a predominancia da matéria sobre a anti-matéria.

    Acho improvável que a matéria e a anti-matéria tomem caminhos opostos quando criadas no vácuo, o mais provável é que se aniquilem imediatamente. O que resta desta aniquilação pode vir a ser parte da matéria que conhecemos.

    Com relação aos big-bangs, está na hora do ser humano parar de pensar em 1 big-bang e sim perceber que faz parte de uma coisa muito maior e que o que conhecemos por big-bang é um evento corriqueiro do universo. Provavelmente, incontáveis eventos desta natureza estão ocorrendo neste momento.

  • Juliano:

    Muito louco o post. Mas, no Big Bang não havia nada, nada mesmo! Nem matéria, nem antimatéria, nem um acelerador de partículas, nem uma supernova! Isso não explica como ele ocorreu, somente que há possibilidades de se criar algo do nada! Há muito o que se aprender ainda, isso se ocorreu um Big Bang mesmo…

  • Fëadîn:

    Interessante.
    Do mesmo jeito que na matemática existe um pseudoparadoxo de que o infinito existe dentro do finito, agora é provado que a matéria existe ‘por baixo dos panos’ do vácuo.

  • criancinha:

    Crc, todo o espaço vazio contém esse DDP?.

    A matéria e a antimatéria tendem a se aniquilar? Ou seja, se forem separadas podem ter autonomia, ou existe uma força entre elas que evita sua separação?

    Se somos feitos de matéria, deve haver um lugar onde a antimatéria correspondente se encontre, não? Ai teriam que haver 2 Big-Bangs? Um pra expelir matéria e o outro antimatéria?

  • CRC:

    O laser serve somente para induzir os eletrons a se transformar em outras partículas, não influi na geração espontânea de matéria-antimatéria. O vácuo não é “nada”, ele possui um DDP (diferença de potencial) que não é nada mais nada menos que energia potencial, por isso a transformação desta energia em matéria “espontaneamente”, só que, como sempre ao pares de matéria e antimatéria, se aniquilam.

  • ShadowsAV:

    Como falaram nos comentários abaixo, sim, talvez vc perca energia e crie matéria, mas até hoje os cientistas não conseguiram fazer isso então de qualquer forma seria um avanço, to certo não to?
    Tipo E = mc2 mas como eu faço pra faze a energia se torna matéria?

  • eduardo:

    Não é criada a matéria propriamente dita… mas sim partículas… pra formar matéria ainda precisaria de um conjunto de átomos… pelo menos foi isso q aprendi na escola… kkkkkkkk…. ou estou enganado?
    Uma outra coisa tb é q os cientistas não mensuraram a criação de um átomo, apenas partículas de fotons… e qnt ao núcleo? prótons?
    E como assim os elétrons podem “ser persuadidos a ser tornar outras partículas”?

    Essa matéria é bem interessante… pena q sou leigo e não consigo compreender…

    Acho que as aulas de ciências dessa época poderiam enfocar mais nos assuntos atuais, do que ficar no basicão…
    Aposto que as “tias” ainda dizem para os alunos q os átomos são as menores partículas existentes na natureza… nem devem mencionar a física quântica… kkkkkkkkkkk

  • Junior:

    “São requeridos um laser de ultra-intensidade, um acelerador de partículas, e uma mente aberta” deixa de ser apenas do nada…

  • Guilherme:

    ELDEGARDO

    Não houve criação de nada, os fotons que são energia se transformaram em matéria, no final houve mais matéria porém menos energia.
    Entenda que matéria e energia são formas diferentes da mesma coisa

  • Luan:

    que bom.

  • Miguel:

    Posso estar enganado, mas essa pesquisa não reforça a idéia da Teoria do Big Bang?

  • TrueLogic:

    Eu penso que o vácuo não é de fato vazio, mas sim feito de outros tipos de matéria desconhecida. Diferente da matéria como a conhecemos.

    Existe a matéria comum, a sub-matéria (que formou nossa matéria), a matéria que formou a sub-matéria e assim sucessivamente.

    O mesmo vale para o movimento da massa.
    Ex: Como movimentamos um dedo da mão? Depois que nosso cérebro envia a mensagem elétrica para o tecido nervoso e blábláblá…
    Mas algo em nosso cérebro envia essa mensagem, logo algo também o faz estimular o envio desta mensagem, e também há outra(s) coisa(s) que estimulanm a estímulo a estimular a região que envia as mensagens para o tecido nervoso (e assim há uma relação infinita de movimento, logo o movimento não possúi um início, então concluímos que tudo no universo se movimenta).

    Outro exemplo: para uma sub matéria movimentar uma matéria, esta sub matéria precisa ser movimentada, e assim infinitamente.

    Mesmo explicando-se (teóricamente) como uma matéria se movimenta no universo, nada disso explica como surgiu a matéria e seus movimentos.

    Isto eu pensei quando estava no banheiro kkkkkkkkkkkkkk.

  • FELIPE:

    agora vem a questão, como eles separaram o “NADA” para a pesquisa } 0_0
    onde é que há vacuo de materia } 0_0

  • Vicente Alves:

    ELDEGARDO
    nada a ver o q vc falou agr cara…

  • Algures:

    Isso vai dar o que falar aqui nos comentários…

    Mas uma descoberta fascinante, sem dúvida.

  • ELDEGARDO:

    SERÁ QUE ISTO MUDARÁ A MATEMÁTICA? POIS SE DO NADA SE CRIA ALGO, O FAMOSO CONJUNTO VAZIO TERÁ ALGO EM SEU INTERIOR E DEIXARÁ DE SER VAZIO. COM ISTO, “DO NADA NADA SE CRIA” VAI ACABAR,
    AÍ A HUMANIDADE SERÁ CONVENCIDA DO NASCIMENTO DO UNIVERSO DE UMA MANEIRA FÁCIL, ENQUANTO ALGUÉM NÃO CRIAR OUTRA IDÉIA.

Deixe seu comentário!