Medicina tradicional chinesa pode levar rinocerontes à extinção

Por , em 23.11.2011

Biólogos da África do Sul afirmam que os rinocerontes estão sofrendo um grande perigo de extinção: pelo menos um é abatido todos os dias. A maioria dos animais é morto para alimentar a demanda por medicamentos tradicionais chineses.

De acordo com a WWF, mais de 340 rinocerontes foram mortos só este ano na África do Sul, e o problema está piorando. No início deste mês, a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais divulgou um novo relatório sobre as espécies ameaçadas de extinção, concluindo que o rinoceronte preto ocidental está oficialmente extinto. Duas outras espécies de rinocerontes também estão seriamente ameaçadas e podem desaparecer da natureza dentro de poucos anos.

Os rinocerontes são caçados em grande parte por causa de seus chifres, que são vendidos como troféus ou para decoração, mas mais frequentemente são triturados e usados na medicina tradicional chinesa. Às vezes, o pó é adicionado aos alimentos ou transformado em chá, pois algumas pessoas acreditam que os chifres de rinocerontes africanos são poderosos afrodisíacos e remédios. Esses animais não estão sendo mortos pela carne ou para controle de população, mas por desinformação e superstição.

E não são apenas os rinocerontes que enfrentam essa ameaça. Em toda a Ásia, o pênis, garras e ossos de diversos animais – incluindo tigres, rinocerontes e ursos – são vendidos em lojas de medicina popular para curar todo o tipo de problema, como impotência, artrite, asma e até mesmo câncer. Algumas pessoas acreditam que os ossos e garras de tigre podem curar uma variedade de doenças, incluindo dor nas costas, artrite e fadiga.

Em julho, guardas ao longo da fronteira entre a Rússia e a China interceptaram um caminhão que transportava mais de mil garras de urso e 26 lábios de alces, que estavam sendo enviados a lojas de medicina por toda a Ásia.

Populações de tubarões também têm diminuído drasticamente nos últimos anos, em parte porque as barbatanas de tubarão são comidas como uma iguaria e usadas na medicina chinesa.

Não há nenhuma evidência científica de que qualquer uma dessas partes de corpo de animais tratem ou curem qualquer doença, mas velhas crenças persistem. A ameaça à biodiversidade da Terra não vem apenas da poluição e da demanda humana por alimentos. A extinção do rinoceronte revela um lado ruim da crença em medicinas alternativas. [Life’sLittleMysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 3,00 de 5)

5 comentários

  • Issamu Matsumoto:

    Quem estiver do lado do rinoceronte visite:
    dreamforanimalfreedom.blogspot.com ou pelo nome, depois avalie abaixo.

  • celiane:

    sempre a china.

  • Phi:

    Mas o ser humano é uma desgraça mesmo…

  • MrMasterShepard:

    A superstição é a maior maldição da humanidade.As Cruzadas,os atos de terrorismo no Oriente Médio,fora alguns assassinatos e outras coisas que ocorrem no mundo inteiro em nome da religião,como as pessoas que morrem porquê “Jeová” é contra transfusão de sangue.Medicina alternativa é ridícula,sempre fui contra o senso comum,e contra essas pessoas que tomam qualquer coisa indicada por alguém cuja tia tomou e deu certo.Isso é jogar no lixo o conhecimento de pessoas que dedicam a vida a procurar curas para algumas doenças.Algum dia a humanidade será mesmo racional,livre de qualquer superstição.Só então poderemos dizer que somos realmente evoluídos intelectualmente.

    • Ricardo Noface:

      E devido também a certa parte da desinformação e informação mal informada ,em nada este artigo tem haver com Medicina tradicional chinesa mas sim para burlões em nome dela se pesquisarem um pouco antes de publicarem artigos destes contribuiríamos para um informação segura para o leitores pois pior que uma superstição e mesmo a falta de informação ….continuação e feliz natal

Deixe seu comentário!