Segundo maior inseto do mundo é descoberto no Vietnã

Por , em 23.12.2014
Phryganistria heusii yentuensis

Phryganistria heusii yentuensis

Nas selvas do Vietnã, os biólogos Joachim Bresseel e Jerome Constant, do Instituto Real Belga de Ciências Naturais, descobriram duas novas espécies e uma nova subespécie da Phasmatodea, uma ordem de insetos cujos membros são conhecidos como bichos-pau.

Este último, chamado Phryganistria heusii yentuensis, é o segundo mais longo inseto conhecido até hoje, medindo 32 centímetros de comprimento. O detentor do recorde atual é outro bicho-pau chamado Phobaeticus chani, que pode ser encontrado na ilha indonésia de Bornéu e mede enormes 36 centímetros de comprimento.

Phobaeticus chani

Phobaeticus chani

Segundo a equipe, o Phryganistria heusii yentuensis foi “atualmente registrado na Reserva Natural de Tay Yen Tu, localizada nos distritos de Luc Nam e Son Dong, na província de Bac Giang, a cerca de 150 km de Hanoi”. Outra amostra também foi encontrada no Monte Mauson, que fica no nordeste do Vietnã, a 30 km da cidade de Lang Son.

As outras duas espécies recém-descobertas são Phobaeticus trui e Phryganistria tamdaoensis.

Phobaeticus trui

Phobaeticus trui

Os bichos-pau aparecem pela primeira vez no registro fóssil mais de 40 milhões de anos atrás e estão relacionados com baratas, louva-a-deus e, mais distantemente, com gafanhotos e grilos. São cerca de 3 mil espécies conhecidas, principalmente vivendo em regiões tropicais e subtropicais, onde algumas delas podem chegar até a 30 cm de comprimento.

Estes insetos se movem lentamente e têm um padrão de vida misterioso que combina com essa característica. Quando descobertos, eles muitas vezes caem no chão e permanecem imóveis, ao invés de levantar voo. Algumas espécies recorrem ainda a uma estratégia mais ousada, desgrudando as pernas de seus corpos – os membros crescem de novo ao longo do tempo.

Phryganistria tamdaoensis

Phryganistria tamdaoensis

Todos os bichos-pau, tanto adultos quanto ninfas, são herbívoros, alimentando-se de folhas de árvores e arbustos.

A descrição das novas espécies de bichos-pau aparece na revista de acesso aberto “European Journal of Taxonomy”. [Sci News, European Journal of Taxonomy]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!