Sem-teto brasileiro constrói carro a partir de lixo

Por , em 31.03.2011

Orismar de Souza é o brasileiro sem-teto que você vê na foto. Como ele não tinha dinheiro para comprar um carro ele decidiu construir um – com lixo. Quatro anos depois o “Camarão Móvel”, como foi batizada a caranga, anda por aí.

Nos primeiros meses, Orismar, de 35 anos, precisou passar fome para juntar a verba inicial para a construção do carro. Ele reuniu várias peças de ferro velho que encontrou em sua região, na cidade de São José de Piranha.

Segundo Souza, todos riram dele e ninguém acreditou que ele seria capaz de construir um carro – pudera, ele nunca trabalhara com metal e afirmou que pensou em desistir no meio do projeto.

O Camarão Móvel é, em sua maior parte, da Fiat e pode chegar a uma velocidade de até 80 km/h. [Jalopnik]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

14 comentários

  • Wendell Daniel:

    legal a esse e ocara

  • ALVARO PEDRO NEVES PEREIRA:

    ACESSEM O SITE ABAIXO E VEJAM MAIS FOTOS:-

    http://movimentobrasileirosunidos.blogspot.com/

  • luciana:

    Caraca, eu comprava, mas os tiozinho da burocracia não iriam deixar rodar, sem tascar uma cassetada de impostos.

  • RVL:

    Ele construiu praticamente do zero o carro, comprando as chapas de ferro e tal.

  • Nivek:

    Falto fotos =/

  • Diego:

    O cara devia ser contratado por qualquer empresa de manufatura. Ele manda muito!

  • Marcelo Ribeiro:

    Ressuscitou o Fiat 147. Deveria ser contratado pela montadora.

  • Luis Santana:

    O senhor Orismar de Souza brasileiro paraibano sem-teto, iguinorado e subestimado pelas elites, O senhor Orismar de Souza, apesar de ser nordestino, pobre, sem-teto, catador de lixo e de pouco estudo, ele demonstrou para a sociedade brasileira, que ele é capaz de construir um carro de verdade com resto de ferro velho recolhido do lixo. No Brasil existem milhares de pessoas pobres de uma capacidade invejáveis como a do sem-teto Orismar de Souza, que teve a idéia de projetar e montar um carro de verdade com materiais reciclado do lixo. Dezenas e milhares deles estão por aí, nos quatro canto do País, só estão precisando de oportunidade.

  • wilson Queiroga:

    A criatividade do brasileiro não tem limites !Pena que este feito não teve cobertura da grande mídia,não apareceu no Fantástico e nem uma menção honrosa de ONGS mas se fôsse um estrangeiro seria considerado um gênio e seria até recebido
    por políticos,ministros e presidentes!

  • lucas xavier:

    keep walking

  • Alex Keher:

    Pessoas como ele, em outras circunstâncias e como outras oportunidades provavelmente seriam um sucesso, com tanta criatividade e determinação.

  • Fernando:

    Só isso? Quanto prestígio! Se fosse estrangeiro, a matéria teria o quíntuplo de palavras!

  • RVL:

    Para corrigir:

    O nome da cidade é São Jose de Piranhas. Com S no final.
    Fica mais legal colocar São Jose de Piranhas-Paraíba =D

  • EP:

    Legal.

    “Eu sou brasileiro, e não desisto nunca”.

Deixe seu comentário!