Por que adoramos carros curvilíneos?

Por , em 22.04.2010

Você prefere uma BMW? Mercedes? Ou então um Audi? Segundo cientistas, essa escolha pode ser mais primitiva do que consciente.

Nossos instintos humanos nos levam a preferir carros curvilíneos ou de ângulos mais retos. E os fabricantes, dependendo da época, se concentram em um desses tipos. E, se os psicólogos estiverem certos, a década que começa em 2010 pode ser uma época de carros mais quadradões.

Segundo um estudo da Universidade de Bamberg, na Alemanha, a preferência dos consumidores depende de hábitos humanos. O primeiro é que estamos acostumados a nos afastar de coisas pontudas porque podemos nos machucar (elas nos lembram facas, presas e outros objetos cortantes) – homens também preferem mulheres curvilíneas.

Então porque alguns carros retos fazem sucesso? A resposta é simples: a curiosidade humana por coisas novas. Isso pode aguçar nossa preferência por ângulos retos.

Analisando modelos de carros lançados entre 1950 e 1999, os pesquisadores descobriram que a preferência sempre se altera com o passar de alguns anos, constantemente. Os carros mais arredondados dos anos 50 logo foram substituídos pelo design alongado dos anos 60. Os estilos quadradões voltaram à moda nos anos 80 e nos anos 90 o Beetle foi lançado – não precisa ser um gênio para ver como ele é curvilíneo.

Então, basicamente, funcionamos assim: gostamos das curvas, porque elas nos são seguras. Mas depois de um certo tempo, elas se tornam cansativas e a nossa preferência vai para um design mais agressivo. No entanto, depois de um tempo as curvas se tornam novidade novamente e a sensação de segurança é despertada também. É um ciclo que dificilmente irá acabar. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

12 comentários

  • JAMES COLEMAM ALVES:

    Confesso que Às vezes fico decepcionado com e resultados de algumas pesquisas. Onde já se viu alegar que “naturalmente” ou historicamente preferirmos coisas arredondadas por medo de nos machucarmos e para justificar que alguns prefiram os “retões” dizer que gostamos do perigo? Com certeza essa pesquisa seria mais confiável se atribuísse alguma conotação sexual à nossa preferência por “formas arredondadas” ou por que nossos conhecimentos de Física nos dizem que são estas as que resistem menos ao vento e, portanto, nos permitem desenvolver velocidades maiores. Ou então nossa consciência ecológica que diz que, com formas mais arredondadas, resistindo menos ao vento, os veículos economizam combustível. A criatividade é uma marca registrada dos cientistas. É lamentável que não seja um dos critérios utilizados para a aceitação de um “trabalho” para publicação! Posso garantir que essa pesquisa está REDONDAMENTE enganada!!!!

  • Renato Bueno:

    @franbogado

    Como não tem nada de científico?

    Me parece que as conclusões foram tiradas depois da observação do fenômeno.

    Lógico, teríamos que ler os papper…

  • kiddo:

    ééééé !!!! mulheres curvilíneas e carros de ¨f**** para todos !!!!

  • franbogado:

    Noticia parece mais com uma chamada de jornal feminista.
    Isso se chama moda, nada mais, não há de científico ai 😐

  • LAWRENCE:

    BELEZA……
    MAS ENTÃO COMO FICAM OS CARROS COMO O CAMARO, O JAGUAR, E OUTROS QUE SE DESENHAM POR FORMAS QUADRADAS E CURVILINEAS AO MESMO TEMPO???

  • gt500:

    thalwan tem 100% razao

  • Nestor Albuquerque:

    Está redondamente correto !!! 🙂

  • Rogério:

    thalwan concordo contigo

  • thalwan:

    Mulheres com curvas e um Mustang!

  • ThiagoSperandio:

    Excelente, André. Excelente.

  • André:

    Mas vou sempre preferir uma mulher curvilínea a uma quadradona…

  • Bruno Sales:

    A foto do carro acima é de um Bentley, curvilíneo também. Mas independentemente, todos são de um design belíssimo…
    [ ]s e parabéns pelo site!

Deixe seu comentário!