Será que fotografamos o nascimento de uma lua?

Por , em 24.04.2014

Saturno é o Senhor dos Anéis no sistema solar, mas poderia também ser chamado o Rei das Luas, de tantas que tem – 62 (perde apenas para Júpiter, que tem 67 luas confirmadas). Isto sem contar as centenas de “mini-luas” ou luas em formação.

E é mais uma destas “mini-luas” que foi descoberta por acidente em uma imagem da sonda Cassini. Ela se encontra na borda externa do anel “A” e deve ter um tamanho aproximado de um quilômetro.

A luazinha recebeu o apelido de Peggy, nome da sogra do descobridor (ela completava 80 anos no dia da descoberta), e foi encontrada em uma imagem feita em 15 de abril de 2013 (na verdade, foi visto um grumo de matéria que apontou para a possibilidade de haver uma luazinha em formação ali).

Espera-se que Peggy seja fotografada com um pouco mais de detalhes no fim de 2016, quando está programada uma passada da sonda Cassini pelos anéis.

Quando foi descoberta, sua posição foi determinada com precisão, e o exame de centenas de outras fotos da Cassini revelou mais imagens de Peggy. Mas com tantas fotos, por que Peggy não foi descoberta antes? Por que ela não é tão fácil de ser notada; conforme o ângulo, ela quase desaparece.

Segundo os cientistas da NASA, pode ser que Peggy seja um objeto que está repetindo o mesmo processo de nascimento de outras luas geladas de Saturno, que seria a agregação gravitacional de material gelado do próprio anel. Aliás, nem só as luas, mas os planetas do sistema solar podem ter se formado por um processo de acresção semelhante.

Só que Peggy provavelmente não deve crescer muito mais e até mesmo pode ser que se despedace. Na verdade, a imagem que temos até mesmo pode ser do processo de desmantelamento de Peggy, e não de sua origem, mas a aposta é que a mini-lua está no processo de iniciar sua migração para fora do anel. [NASA, LA Times, Bad Astronomer]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 4,50 de 5)

2 comentários

  • Andre Luis:

    Parece que é um pedaço do anel que desmembrou, porém pelo menos eu achei o corpo dela muito achatado para ser uma Lua, mas acho que deve ser pela iluminação sobre ela. Sinceramente eu acho 1 km de extensão ser muito pequeno para ser uma Lua, mas deve ser devido ao corpo orbitar Saturno rsrs Legal a Matéria!!!!

    • Cesar Grossmann:

      Andre, a mini-lua é muito pequena para aparecer nesta foto. O que tem aí é a “nuvem de asteroides e gelo” que está ajudando a formar a mini-lua. É esta nuvem que é visível nas fotos.

Deixe seu comentário!