Pesquisa fotográfica de Jessica Wynne sobre quadros-negros preenchidos por matemáticos de universidades de todo o mundo

Por , em 10.10.2019

Se você ama arte e matemática, vai se apaixonar pela série fotográfica “Do Not Erase” (em tradução literal, “Não Apague”) de Jessica Wynne, que mostra as coisas mais doidas e inspiradas que matemáticos de universidades de todo o mundo escreveram em seus quadros-negros.

A ideia veio de uma afinidade que Wynne, fotógrafa e professora do Instituto Tecnológico de Moda (EUA), sente com os matemáticos.

“Sua imaginação os guia e, de maneira semelhante a um artista, eles têm maior aspiração de criar, descobrir e encontrar a verdade”, contou ao portal The Colossal.

Eternizando o efêmero

As imagens capturam os processos mentais e esforços físicos de profissionais em um meio que, de acordo com a arista, tem sido grandemente abandonado.

Wynne passou os últimos meses de sua vida documentando números, símbolos e modelos desenhados por matemáticos em suas lousas como uma maneira de eternizar sua “beleza, mistério e prazer em criar um documento permanente que é ao mesmo tempo efêmero”.

O objetivo é que as pessoas apreciem a estética envolvida no trabalho dos matemáticos, “simultaneamente ao fato de que o trabalho no quadro representa algo muito mais profundo, além da superfície”.

A série será publicada em livro pela Princeton University Press em 2020, mas você pode conferir algumas amostras abaixo:

Amie Wilkinson, da Universidade de Chicago, no Instituto Henri Poincaré, em Paris (França)

Shuai Wang, Universidade de Columbia (EUA)

David Gabai, Universidade de Princeton (EUA)

André Neves, então no Instituto para Estudos Avançados da Universidade de Princeton (EUA)

Sahar Khan, Universidade de Columbia (EUA)

David Damanik, Universidade Rice (EUA)

Instituto de Estudos Científicos Avançados, nos arredores de Paris (França)

Noga Alon, Universidade de Princeton (EUA)

Alex Zhongyi Zhang, Universidade de Columbia (EUA)

Tadashi Tokieda, Universidade de Stanford (EUA)

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (25 votos, média: 4,64 de 5)

Deixe seu comentário!