Stephen Hawking ataca de crítico de cinema e fala sobre “Teoria de Tudo” e “Interstellar”

Por , em 20.11.2014

Stephen Hawking é o tipo de personalidade que dispensa apresentações. Mas ele é tão incrível que eu não posso perder a oportunidade de reforçar que ele é um dos astrofísicos mais famosos e respeitados do mundo. Ele é majoritariamente conhecido por seu trabalho sobre buracos negros e singularidades gravitacionais. Além de hilário em algumas entrevistas.

No começo dessa semana, Hawking publicou em sua página do Facebook (recém-criada) suas impressões sobre dois filmes que foram há pouco lançados. Um deles, “A Teoria de Tudo”, inclusive é baseado em sua vida.

O que Stephen Hawking achou de “A Teoria de Tudo”

Hawking elogiou a “A Teoria de Tudo”, um filme biográfico sobre sua vida com sua primeira esposa Jane e sua luta contra a esclerose lateral amiotrófica (ELA ou doença de Lou Gehrig). O filme foi lançado nos Estados Unidos em 07 de novembro, e contava com grande expectativa por parte dos fãs do astrofísico.
Hawking também elogiou o desempenho do ator Eddie Redmayne, que interpreta Hawking no filme. Na publicação, ele até falou que “às vezes, eu achava que ele era eu”. O astrofísico também acrescentou que ver o filme lhe deu a oportunidade de refletir sobre sua vida.

“Ainda que eu tenha uma deficiência grave, eu tenho sido bem sucedido em meu trabalho científico”, escreveu Hawking. “Eu viajo muito e já estive na Antártica e na Ilha de Páscoa, em um submarino e até em um voo de gravidade zero. Um dia, espero ir para o espaço.”

Coisas que são realmente espetaculares.

Pelo tom da publicação, deu para perceber que o filme realmente mexeu com Hawking, que aproveitou o momento para homenagear as pessoas mais queridas de sua vida.
“Eu tenho tido o privilégio de ganhar alguma compreensão da maneira como o universo opera através do meu trabalho”, escreveu ele. “Mas seria um universo vazio, de fato, sem as pessoas que eu amo”. <3

O que Stephen Hawking falou de “Interestelar”

Eu mesma ainda não tive a oportunidade de ver esse filme, mas já ouvi por aí que ele é “mais complexo que a rebimboca da parafuseta”. Estou ansiosa. Mas, enquanto isso, fico com o que Hawking comentou sobre o longa, em um post separado.

Segundo ele, “Interestrelar” é a ideia de seu amigo e companheiro físico Kip Thorne, da Caltech, e da produtora de cinema Lynda Obst. Dirigido por Christopher Nolan, o filme apresenta buracos de minhoca e uma representação cientificamente realista de um buraco negro. Hawking e Thorne assistiram à estreia britânica do filme em 29 de outubro, de acordo com o post de Hawking. O filme foi lançado em os EUA em 05 de novembro e já está também nos cinemas brasileiros.
A Fanpage de Hawking no Facebook é mantida com a ajuda de sua equipe, e com certeza é uma página para a gente ficar de olho.[livescience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (6 votos, média: 3,83 de 5)

Deixe seu comentário!