Surto de uma doença respiratória é ligada a um novo vírus na China

Por , em 13.01.2020

Um novo vírus que causa uma doença respiratória atingiu pelo menos 44 pessoas em janeiro na província de Hubei, na China. 

Os médicos inicialmente pensaram que se tratava de síndrome respiratória aguda grave (SARS, na sigla em inglês), um vírus fatal e contagioso que fez estragos no país em 2003. 

Na última quinta-feira, no entanto, autoridades chinesas determinaram que a condição era na verdade causada por um coronavírus até então desconhecido.  

Esse grupo de vírus causa diversas patologias que variam em gravidade, de uma simples gripe até condições muito mais severas como SARS e a síndrome respiratória por coronavírus do Oriente Médio. 

O que sabemos 

A maioria dos casos identificados até agora estão ligados a um mercado específico de frutos do mar, com fornecedores e vendedores de peixes entre os afetados. 

“A ligação relatada com um mercado atacadista de peixes e animais vivos pode indicar um link com a exposição a animais”, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) em um comunicado preliminar em 5 de janeiro.  

Os cientistas ainda estão tentando rastrear a fonte da doença. Enquanto ela causou sintomas graves em alguns pacientes, não parece ser altamente contagiante. 

Rapidez de diagnóstico 

Pesquisadores chineses fizeram a descoberta da nova condição depois de sequenciar geneticamente uma amostra do vírus coletada a partir de um paciente. 

“A identificação preliminar de um novo vírus em um curto período de tempo é uma conquista notável e demonstra a capacidade da China em gerenciar novos surtos”, afirmou a OMS.  

A agência afirmou que continuará monitorando a situação. [Cnet]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (28 votos, média: 4,86 de 5)

Deixe seu comentário!