Tempestade em Saturno é visível da Terra

Por , em 10.07.2011

Recentemente, uma tempestade causou “Grande Mancha Branca” em Saturno, visível da Terra.
Observações da sonda Cassini, da NASA, combinadas com imagens de telescópios terrestres revelam o espetáculo elétrico que produziu a tempestade tão intensa. Os flashes estão ocorrendo a uma taxa de até dez vezes por segundo.

O nome “Grande Mancha Branca” é devido exatamente ao tamanho da tempestade, grande o suficiente para ser visível por telescópio da Terra. Ela acontece raramente – uma vez a cada 30 anos.

Essa explosão começou em dezembro passado, e uma rede de observadores terrestres e sondas monitoraram a sua evolução.

O cientista planetário Agustin Sanchez-Lavega disse que as gigantescas tempestades conhecidas como Grandes Manchas Brancas são dez vezes maiores do que as tempestades regulares, e mais raras (elas ocorrem uma vez por ano em Saturno, que equivale a 29,5 anos terrestres).

A tempestade acontece quando a primavera chega ao hemisfério norte de 140.000 quilômetros de largura do planeta. É apenas a sexta vez que o fenômeno é documentado na Terra, observado desde 1876.

A tempestade tem uma latitude e longitude de 9.980 e 16.000 quilômetros, respectivamente, o que significa que se espalharia por metade da Terra.

O número de flashes desta tempestade é de cerca de uma ordem de magnitude maior do que os anteriores. Ela desenvolveu uma cauda alongada para o leste com células de tempestade adicionais. Ao contrário de tempestades na Terra, a potência total desta tempestade é comparável à potência emitida total de Saturno.

Os cientistas disseram que o aparecimento de tais tempestades no hemisfério norte pode estar relacionado com a mudança das estações.

O grande desafio para a próxima geração de modelos atmosféricos será prever quando (e onde) as nuvens de tempestade irão aparecer, quebrando o jeito normalmente brando e enevoado de Saturno.[Telegraph]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

9 comentários

  • JAENIO:

    Eu consegui ver muito pouco desta tempestade em saturno, pois meu telescópio utilizado foi um refletor 1000 por 114mm mas consegui ver melhor através de outro telescópio de 1520 por 305mm que pega objetos do céu profundo. O planeta anão plutão é observável na minha cidade numa montanha sem poluição luminosa. A grande tempestade com esse furacão ficou bem visível no telescópio refletor de 1520 por 305mm. Acredito que tirei a dúvida dos colegas internautas acima.

  • NERDÃO:

    gostaria de coprar um telescóio simples e barato, estes mais comuns costumam dar para observar fenomenos como este?

  • Felipe:

    Essa mancha estraga Saturno, que para mim, é o planeta mais bonito do Sistema Solar

    • Pensador®:

      Não estraga nada. Ele continua lindo do mesmo jeito.

  • robertflier:

    Poderia ser indicado de que forma a mancha pode ser vista daqui da Terra: e é de um telescópio em observatório espacial ou algum com abertura de 1000mm em diante. Seria muito legal ver esse fenómeno.

    • Bicho do mato:

      para amador, deve ser de 100mm.

    • EltonPaes:

      Seu Portuga!

    • NERDÃO:

      1000mm

    • NERDÃO:

      e mesmo assim com a atmosfera não dá para observar tão bem quanto na imagem!

Deixe seu comentário!