Estresse: 5 tratamentos insanos que as pessoas fazem para aliviar

Por , em 13.10.2014

O estresse é certamente o grande vilão da modernidade. Ele acaba com nossa saúde e impede nossa felicidade, tendo um papel importante em doenças cardíacas, doenças mentais, obesidade e outras condições.

Problema: não sabemos muito bem como controlá-lo ou diminui-lo, um dos maiores desafios da ciência. Então, é de se compreender (ou nem tanto) que pessoas ao redor do mundo estejam buscando alívio em tratamentos bizarros e totalmente insanos, como esses:

5 tratamentos para aliviar o estresse

5. Pegar fogo

estresse tratamentos
O senso comum diria que ninguém que tenha sido incendiado já soltou um suspiro de alívio e pensou: “Ah, bem melhor”. Mas é exatamente isso que alguns praticantes da medicina alternativa na China estão afirmando, quando defendem uma técnica chamada Huo Liao, ou “tratamento com fogo”.

estresse 5-

Basicamente, o terapeuta lança um pano embebido em ervas sobre você, derrama álcool nele e o coloca em chamas. Ao mesmo tempo, profissionais experientes mantêm um olhar atento no caso da pessoa pegar fogo de verdade (o fogo deve ficar sobre você, não em você). Mais uma vez, sabemos que estamos diante de um tratamento de estresse incrível quando ele requer alguém grudado em você com um extintor de incêndio.

Supostamente, a terapia ajuda não só com estresse e depressão, mas também com indigestão, infertilidade e câncer. Obviamente, as evidências científicas para isso são meio que inexistentes. Mas você vai parecer incrivelmente corajoso e legal numa foto como essa abaixo, não?

estresse 5--

4. Xingar, xingar e xingar

estresse 4
Quem já ouviu uma conversa em alemão, sabem que eles soam bravos o tempo todo, mesmo quando não estão. Portanto, não é difícil imaginar que um serviço que permite que você descarregue seu estresse xingando pessoas aleatórias exista na Alemanha.

Em um esforço para reduzir os casos de funcionários estressados descontando sua raiva em pessoas que não merecem depois de um dia árduo, um casal de empresários alemães criou um serviço conhecido como “Schimpf-los” (algo como “Xingue à vontade”). A ideia é oferecer um canal para as pessoas liberarem seu estresse. Você liga para o serviço e operadores escutam você xingar seu chefe, por exemplo, sem que você tenha medo de perder o seu emprego.

O serviço crê que xingar outra pessoa é mais revigorante do que xingar um objeto inanimado. Além disso, o operador sabe dizer se o interlocutor não está realmente descarregando seu estresse, e pode incentivar a pessoa a insultar mais.

Evidentemente, tirar a raiva do peito pode fazer muito bem para as pessoas, mas e quanto aos efeitos mentais experimentados pelos cidadãos cujo trabalho é sentar-se em um telefone todos os dias sendo xingados por membros do público em geral? Seria interessante encontrar uma resposta, pois milhões de pessoas passam por isso em todo o mundo nos call centers, os centros de atendimento e suporte técnico das empresas.

3. Abraçar um boneco estranho e medonho

estresse 3
Às vezes, a única coisa capaz de aliviar o estresse é o contato íntimo, o conforto ou o abraço de uma pessoa que amamos.
Isso nos leva à Hugvie, um robô estranho do Japão (a terra das coisas estranhas, especialmente robôs) vagamente humanoide concebido como um pufe fofinho com o qual você pode ficar de conchinha quando estiver sedento por carinho.

Mais: você pode ligar para um amigo ou amor e inserir o telefone na cabeça do boneco. Assim, você pode conversar com a pessoa enquanto abraça um troço molengo de uma forma totalmente assustadora.

E não acaba por aí. O Hugvie também vem equipado com um conjunto de “vibradores internos” – mais uma vez, assustador! – que simulam as batidas do coração da pessoa com quem você está falando (sério que serve para isso? Sei), baseado em sensores que detectam o tom e o volume da sua voz.

A criação é do professor Hiroshi Ishiguro, da Universidade de Osaka, e custa cerca de 40 dólares (mais de R$ 80) no Japão. O produto vem disponível em uma variedade de cores brilhantes, em caso de você querer combinar sua roupa com a de seu novo boneco. No entanto, bem sabemos que muitos vão comprar esse treco para utilizá-lo sem roupas.

2. Rir forçadamente

estresse 2
Você não precisa de um cientista para dizer-lhe que rir é o melhor remédio. Nenhum ser humano pode ficar estressado depois de, digamos, ver este vídeo de um hipopótamo soltando gases:

Então, talvez não seja tão chocante assim que algumas pessoas na Índia estejam combinando yoga com uma espécie de “terapia da risada”, técnica conhecida como “yoga do riso”.

Inventado na década de 90 por um médico indiano chamado Madan Kataria, o conceito é simples: acordar cedo, se reunir em grupos de pessoas e forçar-se a gargalhar até começar a rir de verdade. Depois disso, há alongamentos, outros exercícios e meditação.

Por que isso é bizarro? Dê uma olhada em uma sessão:

Parece insano, não? Uma multidão de pessoas rindo falsamente soa estranhamente agressivo. No entanto, o yoga do riso tem se tornado popular em todo o mundo. Recentemente, uma sessão na Austrália quebrou o Recorde Mundial do Guinness de “maior número de pessoas reunidas em um só lugar rindo de nada”.

Diferente de outros “tratamentos” dessa lista, cientistas de fato encontraram evidências de que essa técnica pode levar a uma diminuição considerável da depressão. Não precisa ser o “yoga do riso”, aliás: apenas meditar ou apenas rir mais podem levar a menos estresse.

1. Simular sua própria morte

estresse 1
Quer algo mais relaxante do que dissimular sua própria morte? É o que alguns psicoterapeutas recomendam em Shenyang, na China. A terapia envolve a simulação de um cochilo em um caixão, até o estresse ir embora.

O serviço busca tornar a sua experiência de morte o mais realista possível. Depois de escrever as suas últimas palavras, você é selado dentro de um caixão com um lençol branco sobre você. Não há nenhuma menção de um funeral, mas ouvir as pessoas lamentando a sua perda de dentro do seu próprio caixão deve ser uma das coisas mais legais do mundo, não? Não?!

Depois de alguns minutos de se fingir de morto, a próxima etapa do processo envolve a simulação de seu “renascimento”, ouvindo o som de um bebê chorando conforme a tampa do caixão se abre e você está pronto para voltar ao mundo, presumivelmente agora livre de todo o estresse. Ou, pelo menos, com uma nova perspectiva sobre sua própria mortalidade. Além disso, você já viu um vampiro estressado? [Cracked]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!