Um olhar sobre as favelas pelo planeta

Por , em 1.03.2012

Dos mais de sete bilhões de habitantes do planeta, estima-se que um bilhão vive em favelas. Embora este número pareça alto, projeções recentes indicam que tal quantidade deve dobrar até 2030. Uma jornalista fotográfica americana, Paula Nelson, compilou um álbum com 55 imagens que retratam a atualidade nas principais favelas do mundo.

Embora haja várias diferenças entre tais áreas de habitação em cada nação, a maioria abriga pessoas abaixo da linha da pobreza, cujas casas estão à margem de serviços como eletricidade, água encanada e saneamento básico. Apenas a Índia, país com a segunda maior população do planeta, tem mais de 93 milhões de áreas de habitação irregular.

Entre as fotografias reunidas pela jornalista dos EUA, há algumas muito significativas para o Brasil: retratam a remoção da comunidade do Pinheirinho, em São José dos Campos (SP), ocasião em que a polícia militar desalojou mais de seis mil pessoas de suas casas. O caso chamou a atenção da mídia internacional e foi parar nas lentes de fotógrafos de jornalistas de dezenas de países. [Boston.com]

Último vídeo do nosso canal: 4 dias infalíveis da ciência para dar o PRESENTE PER

15 comentários

  • Asdrubal:

    Eu queria morar numa favela.
    O meu sonho era morar numa favela.

  • helton:

    Desculpe se eu estiver enganado, mas parece que o Brasil e o unico Pais, que algumas pessoas julgam as favelas como um ”patrimonio cultural”, Isso e uma desculpa esfarrapada para acabar com o progresso, e manter a populacao pobre e ignorante.
    Ah mas tem futeboll e saba,, ta tudo ok entao 😀

  • Ezio Jose:

    Engraçado que visitando o site que dá origens às imagens, pocemos ver por lá 55 fotografias de miseráveis se comportando de acordo com suas indignidades. As fotos que mostram as favelas brasileiras e que estão a presença efetiva da polícia, notamos que há sujeitos ocultando os rosto em atitude típica de criminosos. Tem que sentar-o-pau mesmo nessa cambada.

  • paulo henrique:

    Infelizmente que vemos e somente uma parte de problemas que acontece nas favelas moradores brigando com a policia para defender sua morada por mais que seja uma areá invadida eles considera como um paraíso aonde podem criar seus filhos dando um teto para poder dormir a noite .

  • Maikon:

    Só eu que reparei que as únicas fotos que mostram conflito entre a polícia e a favela são do Brasil? Só o Brasil tem pobres com uma toca pra esconder a cara como se fosse um criminoso?

    Não estou dizendo que esta seja a verdade, apenas que as fotos passaram essa idéia e é a ideia que o mundo inteiro tem graças a essas coisas.

  • Elton:

    Se todos se importassem e ninguém chorasse
    Se todos amassem, e ninguém mentisse
    Se todos compartilhassem e engolissem seu orgulho
    Nós veríamos o dia que ninguém morreria!
    N.B

  • Alter Ego: Ensaio sobre o capitalismo:

    Particularmente considero a desigualdade social como o pior problema do capitalismo, pois é ela que dará origem a quase todos os problemas urbanos: violência, marginalização, prostituição e por aí vai.
    Estes problemas são mais frequentes nas periferias, porque o descaso do governo torna essas áreas mais atraentes para os criminosos.
    Tomemos alguns países da Europa Setentrional como exemplo. Neles praticamente não há desigualdade social e por isso a criminalidade é quase zero. Por que eles cometeriam algum crime se têm uma boa casa, um bom emprego, uma boa vida?
    As favelas são um símbolo da desigualdade.

  • karlloz:

    É uma pena que as imagens das fotos sejam realidades em quase todos os países. Será que um dia essa desigualdade vai acaba.

  • Paulo Eduardo:

    Esse é o lado da realidade onde a carência de humanismo é ignorado pelos lideres do governo e para piorar o capitalismo tira tudo que eles tem ou que nunca tiveram!!

Deixe seu comentário!