Vikings podem ter realmente se guiado pela “Pedra do Sol”

Por , em 6.11.2011

Vikings podem ter usado rochas da Islândia, a mística “Pedra do Sol”, para navegar em alto mar. Nas lendas nórdicas, essas pedras eram citadas, pois teriam guiado os vikings até a América do Norte.

Agora, cientistas relataram que esta mística “Pedra do Sol” realmente pode polarizar a luz. Mantendo as pedras no alto, vikings poderiam tê-las usado para encontrar o sol no céu – já que não é possível identificar a posição exata a olho nu.

Os vikings eram navegadores qualificados e viajaram milhares de quilômetros entre o norte da Europa e a América do Norte. Mas sem uma bússola magnética – que não existia até o século 13 – eles tinham outras formas para se localizar durante as viagens.

Eles também não tinham estrelas para se guiar, já que em algumas regiões do norte as luzes do dia são permanentes, então o sol teria sido a melhor aposta para definir os cursos da navegação. Mesmo em dias nublados ou com mau tempo, os vikings levantavam as pedras para encontrar o sol escondido pelas nuvens, como afirmam as lendas.

No início deste ano, um estudo revisou as evidências de que cristais que formam a “Pedra do Sol” naturalmente podem bloquear seletivamente a luz de uma polarização. O cristal produz dois feixes diferentes, um “comum” e o outro “despolarizado”. Ao virarmos o cristal sobre si mesmo, quando as intensidades das duas imagens forem estritamente iguais, ele transmite a direção do sol. [BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)

10 comentários

  • SENAM:

    essas pedras mostradas na foto não são os cristais. deviam por pelo menos as fotos dos criais. acada dia piora a qualidade

    • Márcio M:

      Bem Senam, não quero te contrariar mas, pesquisando imagens no google, essas pedras aparecem tbm… e outras diferentes. Será q existe mais de um ‘modelo’ dessas pedras? Quem souber, responda por favor. Eu particularmente, desconheço essas pedras, sou apenas um curioso, e não um expert, rsrs

    • Andhros:

      Elas podem ser polidas, como qualquer outra pedra bruta. Para comparar é só procurar fotos de pedras como diamante, rubi, safira, jade, uma vez com o termo “bruto” e outra vez sem.
      Quando elas estão irregulares (brutas) ficam opacas, é igual a plástico transparente quando sofre abrasões ou lente de óculos riscada.
      Procura no Google por “sunstone”, em inglês sempre tem mais coisa.

  • Matreiro:

    Agora eu sei de onde veio a inspiração pro nome Firestone…

  • Roberto:

    Segredos esquecidos voltam a ter significado, muito embora fossem necessários dois conhecimentos para as navegações: da Sol e das estrelas, porque os barcos continuavam navegando à noite toda.

    • Cesar:

      Roberto, perto do Círculo Ártico, durante alguns dias do verão o Sol está o tempo todo no céu, são os dias sem noite ou o “sol da meia-noite”.

    • Luan carlos:

      solstício de verão

  • vicente:

    odeio essas correções do portugues……..

  • MATT:

    “Vikings poderiam tê-las usado para encontrar o sol no céu – já que não é possível identificar a posição exata a olho nu.”
    Como não é possível localizar a exata posição do Sol a olho nu? Eram em dias nublados isso aí, neh?!

    • Flor de Lis:

      Sim, Matt…leia: “Mesmo em dias nublados ou com mau tempo, os vikings levantavam as pedras para encontrar o sol escondido pelas nuvens, como afirmam as lendas.”

Deixe seu comentário!