Você é loira natural? Agradeça a um único gene

Por , em 10.07.2014

Se você é loira ou loiro e se orgulha dos seus lindos cabelos, pode agradecer a um único gene do seu corpo. Uma nova pesquisa revela como uma única emenda genética é suficiente para criar cabelos loiros nas pessoas, sem afetar nenhuma outra parte do corpo humano.

Segundo o líder do estudo, David Kingsley, investigador do Instituto Médico Howard Hughes, da Universidade de Stanford, nos EUA, a pesquisa mostra como um gene específico pode controlar as alterações de cor nas características humanas.

“Essa variação genética específica nos seres humanos está associada com o cabelo louro, mas não está associada com a cor dos olhos ou outras características de pigmentação”, afirma o cientista.

Kingsley passou boa parte de sua carreira estudando um peixe chamado Gasterosteus aculeatus, conhecido como esgana-gato, em um esforço para entender melhor a evolução. Sua pesquisa descobriu um gene que afeta a pigmentação dos peixes, e os cientistas decidiram ver se ele tem um efeito semelhante em outras espécies, como os humanos. No fim das contas, as suspeitas estavam certas.

“O mesmo gene que controla a cor da pele em peixes mostrou uma das assinaturas mais fortes da seleção genética em diferentes populações humanas em todo o mundo”, aponta Kingsley.

No novo estudo, os pesquisadores descobriram que uma única letra do código genético separa as pessoas com diferentes cores de cabelo.

“Apesar dos desafios, agora temos claramente os métodos de ligação a determinados traços de alterações no DNA. Nós veremos muito mais desse tipo de estudo no futuro, levando a uma compreensão muito melhor tanto da base molecular da diversidade humana como da suscetibilidade ou resistência a muitas doenças comuns”, celebra. [WebMD]

Último vídeo do nosso canal: 4 dias infalíveis da ciência para dar o PRESENTE PER

1 comentário

  • Cesar Grossmann:

    O maior problema da Engenharia Genética é que o DNA é uma imensa gambiarra, um gene afeta várias características e uma só característica pode ser controlada pela combinação do trabalho de vários genes diferentes. Encontrar uma característica marcante, sendo controlada por um só gene, parece ser a exceção, e não a regra.

Deixe seu comentário!