O universo chegará ao fim mais cedo do que se pensava

Publicado em 19.10.2009

entropia

Há muito tempo físicos preveem que o universo acabará na chamada “morte térmica”, estado em que terá utilizado toda a sua energia e não poderá mais sustentar nenhum movimento. Porém, novos cálculos realizados por uma equipe de físicos australianos mostram que a morte térmica pode chegar mais cedo do que os cientistas acreditavam.

A morte térmica é baseada no conceito da entropia, que afirma que estados desordenados são mais estáveis que aqueles ordenados. Em uma experiência da vida real, por exemplo, pode se dizer que é mais fácil quebrar uma janela de vidro (estado ordenado) do que reorganizá-la ou criar uma nova janela – estado desordenado – ou seja, a janela permanecerá quebrada. Na escala do universo, sistemas complexos como estrelas, planetas e galáxias são como a janela de vidro, e os novos cálculos mostram que buracos negros supermassivos estão quebrando-os mais rapidamente do que imaginávamos. Leia aqui um conto de Isaac Asimov sobre a entropia.

Já era de conhecimento dos físicos que os buracos negros contribuem com a entropia do universo ao quebrar a matéria e energia em seus turbilhões gravitacionais, mas os cálculos sempre mostraram o nível da desordem com base nos buracos negros menores e mais frequentes.

Entretanto, o novo cálculo leva em consideração o poder destrutivo dos buracos negros supermassivos, que podem consumir galáxias inteiras. Os cientistas australianos descobriram que os cálculos antigos subestimavam quanto do universo esses buracos negros já “engoliram”.

Porém, não é preciso começar a se preocupar com o fim do mundo: em uma escala humana, é como se o cálculo anterior afirmasse que o universo fosse morrer aos 90 anos. O novo cálculo descobriu que ele está mais próximo desta idade do que dos 50 anos. Mas é claro que as estimativas envolvem a morte térmica para daqui a bilhões de anos, então o universo ainda tem um bom tempo para aproveitar a velhice. [Popsci]

Autor: Cezar Ribas

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

20 Comentários

  1. Sou o único por aqui que lê essa matéria com um sentimento de Preocupação por morrer quando o Universo “acabar”?? Tipo, como se estivesse vivo até lá? E só depois paro pra pensar nos Bilhões de Anos que tem pela frente e os meus 60 anos… kkkkkkkkk

    Thumb up 7
  2. A um estudo que diz que poeiras cósmicas distorcem a localização dos astros que podemos ver. Sendo Assim não podemos calcular o tamanho do universo mas sabemos que ele tem um meio que tem uma força gravitacional fora do comum que puxa as galaxias fazendo com que elas se fundem dando espaço para a aproximação de outras galaxias que ficam na periferia do universo e que elas giram em torno do meio(eixo)do universo.

    Thumb up 2
    • Você se referer a teoria de contração do universo.. nada comprovado ainda, e deixado de lado pela incapacidade de comprovação da mesma, apesar das suposições dizerem ser totalmente possível, mas tomando como base~que o universo estaria em contração e não expansão de acordo com o big bang, surge vários questionamentos…

      Thumb up 2
  3. Porra pessoal, não sejam ingorantes, quanto eles falam
    no fim deo universo, eles querem dizer o fim deste universo que conhecemos, que habitamos, é obvio que esta energia irá para outro lugar, o qual não sabemos e poderá gerar outro ou outros universos, mas este universo que conhecemos, poderá sim acabar um dia, agora prever, acho muito dificíl.

    Thumb up 2
  4. O ser humano não conhece nem o fundo dos oceanos. Ainda querem adivinhar quando será o fim de universo ? Isso é ridículo! Eu sou fascinado pelo Universo, mas não acredito em tudo que os cientistas dizem. Gente, os cientistas não sabem o que há no núcleo da Terra, como querem que acreditemos nisto ?!

    Thumb up 18
    • Concordo! eles calculam as particulas elementares e nem sabem e entendem a verdade sobre a materia escura e ainda falam que o universo vai desaparecer na chamada morte termica.
      Imagine o tamanho que tem esse universo e acabar assim????
      E mais facil um camelo entrar num buraco de agulha do acontecer isso.
      Mais os fisicos tem o dom da verdade, entao inventa a cura da aids, do cancer, da calvicie.

      Thumb up 5
    • concordo contigo
      …estes cientistas não sabem nada,tudo o que falam não passa de asneiras …se dizem dono da verdade ….

      Thumb up 0
  5. Que eu saiba o universo pode ser o resto de algum outro universo destruído, afinal, mesmo com a perda de calor, antes de serem engolidos por buracos negros, os objetos aquecem incrivelmente. Claro que tudo se renova, mas não significa que vá se renovar exatamente em vida.
    obs.: afinal, como se pode ter certeza se ainda não medimos a largura ou a altura do universo?

    Thumb up 3
  6. o universo vai acabar,com os buracos negros,e os buracos
    negros também vão morrer nesse universo, mas toda materia
    que os buracos negros engoliram ira se transforma em outras
    materias diferentes desse universo talvez até em outra realidade
    totalmente diferente da nossa porque a energia se transforma mas não se acaba.

    Thumb up 3
    • Isso mesmo a energia é a parte fundamental na existência das coisas,sem ela não existiria luz e nenhuma matéria em nenhum lugar do universo. Ela foi criada do nada e se transforma infinitamente. A energia cria a luz e a luz cria calor que depois gera raios gama num ciclo infinito. O universo tem um meio mas não um fim e o um começo, isso é o enigma da existência.

      Thumb up 1
  7. Não concordo!

    Os cientistas não observaram com bastante profundidade sobre a Lei de Lavoisier que diz o seguinte:
    Na natureza nada se acaba, tudo se transforma, claro que ele está se referindo a energia!
    Ora, mas do que lógico, toda esta energia depreendida irá pra onde? tem que ir para algum lugar mesmo que seja em outra forma de energia, poderá ser que este Universo alguma dia se acabe, mas a energia desprendida criará outro Universo, e assim o ciclo sempre existirá ETERNAMENTE!

    Thumb up 6
  8. Não acredito em nada disto. O universo durará muito mais tempo do que se pensa. Talvez exista para sempre. Não sabemos com certeza a idade do universo, nem o seu tamanho. Ainda temos muito que aprender, para falar no seu fim. No universo tudo se reforma; o antigo é destruido e aparece coisas novas. Vejamos a periferia do universo, sempre descobrimos coisas novas aparecendo. O universo é uma constante de criação e destruição.
    Deve ser eterno, teve um início e nunca terá um fim. No passado o universo era a Via Láctea, depois descobrimos outras galáxias e o universo aumentou de tamanho. Já matamos cientistas que pensavam diferente, prendemos, sacrificamos, etc. Hoje, pensar diferente pode ser vantajoso. Ainda bem. Novas ideias como as apresentadas aqui, fazem as pessoas pensarem melhor.

    Thumb up 4
  9. Sobre o conto do Asimov.
    É simplesmente umas das melhores (se não a melhor) coisa que ja li em toda minha vida. Se não me engano tá no livro Nove Amanhãs dele que eu recomendo pra todos.
    =]

    Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
mae trabalhadora-g
6 Dicas para mães que trabalham fora

Com 40 horas semanai...

Fechar