Acreditar ou pensar em Deus pode nos deixar “preguiçosos”

Publicado em 31.10.2011

Segundo uma nova pesquisa, não importa se você é um verdadeiro crente; pensar sobre Deus e/ou religião pode transformá-lo em um preguiçoso.

“Mais de 90% das pessoas no mundo concordam que Deus ou um poder espiritual semelhante existe ou pode existir”, disse a pesquisadora Kristin Laurin.

“Esta é a primeira evidência empírica de que simples lembretes de Deus podem diminuir alguns tipos de autorregulação, como perseguir objetivos, mas ainda pode melhorar outros, como resistir à tentação”.

Os resultados do estudo foram independentes das crenças dos participantes religiosos. Mesmo para aqueles sem uma crença pessoal em Deus, a cultura mundial está saturada de referências religiosas e imagens que poderiam afetá-los. Mesmo sem saber, estes sinais religiosos podem ter um efeito psicológico.

No novo estudo, os pesquisadores lançaram a mais de 350 estudantes de engenharia a ideia de Deus ou fé, oor exemplo, ao fazer os participantes escreverem uma frase usando uma lista de palavras com conotações espirituais.

Depois, os estudantes fizeram testes de habilidade em que tinham de criar tantas palavras quanto possível a partir de um grupo de letras. Quando tinham visto imagens ou linguagem religiosas antes, os estudantes pensaram em menos palavras, independentemente da sua origem religiosa.

Os pesquisadores acreditam que a “falta de esforço” do grupo que tinha ouvido sobre religião poderia ser ditada por uma crença que o destino está nas mãos de Deus.

Se os alunos acreditam que Deus controla o seu destino, tentar ser melhor não vai ajudá-los a ser melhor, resultando em um menor esforço. Este processo de pensamento parece ser inconsciente, mas apenas a presença de Deus, ou evocar palavras ou imagens sobre religião, podem alterar o comportamento das pessoas.

Um segundo estudo tentou os participantes com cookies, depois de terem lido uma de duas passagens – uma sobre Deus e outra sobre um tema não religioso.

Os participantes que leram a passagem de Deus não só relataram uma maior disposição para resistir à tentação, mas também eram menos propensos a servirem-se sozinhos dos cookies.

Esse efeito, entretanto, só foi encontrado entre os participantes que haviam dito anteriormente que acreditavam que uma entidade onisciente olhando por eles, embora a força de sua devoção a Deus que não tenha entrado em jogo em nenhum dos experimentos.

Os pesquisadores dizem que esse efeito pode ser o “efeito Papai Noel”, no qual as pessoas “se comportam bem”, porque Deus sabe quando elas estão sendo más. Ser lembrado da presença de um Deus onisciente ajuda as pessoas a resistir às tentações, por medo de serem “apanhadas” fazendo o mal.[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

197 Comentários

  1. “As sociedades evoluem. As religiões as seguem de longe e a contragosto. Não se tornaram mais humildes e tolerantes. Apenas perderam o poder que tinham sobre as pessoas. Já não inspiram o medo e, cada vez menos, o respeito.”*******************************************
    Religiões estão se tornando tão maléficas e danosas ao longo da historia ,que não deveriam ser recicladas para que outras fossem inventadas,mas seus dogmas ,suas publicações incineradas de vez,para deixar de alienar seus seguidores ,e atravancar as conquistas cientificas alcançadas……………….

    Thumb up 2
  2. Em minha opinião muitas pessoas também utilizam as religiões para: ganharem dinheiro, fazerem os outros lutarem para elas ganharem espaço comercial, justificar suas más índoles (deus gosta mais do pecador arrependido do que de quem esteve sempre correto – parábola do filho prodigo), sentirem-se importantes por pertencerem a determinados grupos religiosos ou que tenham que ter religião, etc…

    Thumb up 1
  3. Viver sem agir ou sem tentar intervir no futuro com atitudes é pensamento de uma corrente do Cristianismo,o Calvinismo, que acredita em predestinação,mas o curioso é que apesar disso, eles valorizam bastante o trabalho. Curiosidade:”Preguiçoso, aprenda uma lição com as formiigas! Elas não têm líder, nem chefe, nem governador, mas guardam comida no verão preparando-se para o inverno.(Provérbios 6:6-8) Como vinagre para os dentes, como fumaça para os olhos, assim é o preguiçoso para aqueles que o mandam.(Provérbios 10:26)O preguiçoso deixa de assar a sua caça, mas ser diligente é o precioso bem do homem.(Provérbios 12:27)A alma do preguiçoso deseja, e coisa nenhuma alcança, mas a alma dos diligentes se farta.(Provérbios 13:4)O caminho do preguiçoso é cercado de espinhos, mas a vereda dos retos é bem aplanada.(Provérbios 15:19)O desejo do preguiçoso o mata, porque as suas mãos recusam trabalhar.(Provérbios 21:25)A Bíblia repreende a preguiça. Ah, e eu não acredito em predestinação e, assim, embora os planos de Deus a meu respeito sejam maravilhosos, minhas escolhas podem mudar o rumo da minha vida com certeza!

    Thumb up 5
  4. O problema é que as pessoas acham que Deua tem obrigação de ajudá-las quando não é assim. Deus conhece muito mais o nosso coração do que nós mesmos. Se um aluno acha que se não estudar o bastante Deus vai ajudar, ele está muito enganado, que eu saiba Deus ajuda quem se esforça e vai a luta.O que vcs acham, quem chamaria mais a atenção de Deus, uma pessoa que que está na igreja,mas não se importa com nada, nem ninguém, alguém que quer emprego mas não faz um currículo para entregar, ou uma pessoa que vai a luta, gosta do faz mas quer melhorar a vida e corre atrás. Eu tenho comigo que Deus dá mais ajuda a quem corre atrás, mesmo que este não tenha tanta fé, pois podem ter certeza todos nóspassamos por momentos de dúvida e medo. Somos todos iguais, só o que nos diferencia é que algumas pessoas buscam mais a Deus e confiam de coração. Deus sabe quem o ama, e quem o aceita, e aceita seus ensinamentos.

    Thumb up 4
    • E nos casos das crianças com leucemia, elas não são esforçadas o suficiente para receber ajuda de deus ?

      Thumb up 13
    • Não apenas nossos esforços que fazem com que Deus nos abençoe. Na verdade, quando Jesus morreu na cruz ele salvou toda a humanidade e a libertou do pecado e de suas consequências(morte, doenças, anormalidades, violência…). Se ainda acontece isso com as pessoas é pq muitas delas ainda não sabem que já estão livres e o diabo as escraviza, aproveitando-se da sua ignorância (é a explicação cristã, vc não é obrigado a acreditar nisso. O q fazer? Anunciar a salvação a todo o mundo. Ao conhecer a verdade, ela o liberetará, pq tomarás posse dos seus direitos. E as crianças? Os servos de Deus devem pregar e orar expulsando as enfermidades, foi ordem de Jesus. Aki voltamos de novo a discussão de crer em Deus e ser preguiçoso, é preciso q a Igreja dele trabalhe e não seja indiferente ao sofrimento dessas pessoas. E crente não fica doente? Claro, q sim! Mas quando acontece, sabemos q não é normal, ñ precisamos aceitar, e reivindicamos nossos direitos conquistados por Jesus.

      Thumb up 1
  5. Cada um vive e credita no que quiser da maneira que bem entender e se sentindo bem com a sua vida é o importante!

    Cabe a ela escolher a acreditar em Deus ou não.

    Thumb up 3
  6. Existem religiões boas e ruins. A boa é que produz… Amor, amigos, família…. Fala sério… Saber que não estamos sozinhos é tudo nessa vida… Que tem quem nos ama, e cuida de nós, se não fosse assim, não haveria sentido pra continuar vivendo com animo, pelo menos pra mim.
    Acreditar que tudo é fruto do nada e pro nada não faz o menor sentido..

    Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
hospital_2037722c
Sangue artificial pode ser usado daqui 10 anos

Uma esperança para o...

Fechar