Alimentos geneticamente modificados são seguros?

Publicado em 29.01.2012

Um estudo com três anos de duração não encontrou nenhuma efeito na saúde de porcos alimentados com milho transgênico. O grão, modificado para ser mais resistente às pragas, vinha da Espanha.

O resultado foi um dos mais importantes de uma série de testes do consórcio GMSAFOOD, que monitora cadeias de venda e produção de alimentos trangênicos.

A equipe conduziu testes de período curto (31 dias), médio (110 dias) e com leitões jovens. Nenhum efeito adverso foi observado, sugerindo que o milho modificado para porcos é seguro.

“Essas descobertas oferecem alguma segurança para os consumidores do milho transgênico”, comenta Peadar Lawlor, pesquisador do assunto.

“O porco é considerado um excelente modelo para humanos devido as suas similaridade na anatomia gastrointestinal e fisiológica. Respostas similares devem ser esperadas em humanos que consumirem esse milho”, comenta.

Além da procura por efeitos adversos, os pesquisadores também procuraram por marcadores biológicos (fragmentos de DNA) associados com respostas imunológicas. Aparentemente, não há de errado com o milho. [ScienceDaily]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

17 Comentários

  1. Segundo outras pesquisas o rato é o animal que mais se aproxima do homem. Tendo em vista esse fato por quê as pesquisas não foram feitas com o rato ao invés do porco?

    Thumb up 0
  2. O grande problema é o sensacionalismo e os conservadores, eles são tão presunçosos que eu toda matéria sobre transgênicos no titulo os agrotóxicos tem que ser citados juntos, sendo que são coisas completamente diferentes..

    Thumb up 1
  3. Quando as mulheres colocaram silicone nos seios todos os médicos, empresas e fornecedores atestaram q era 100% seguro, passou alguns anos e vejam só no q deu! Com os transgenicos eu tbm tenho cá minhas dúvidas, 3 anos é muito pouco, a longo prazo ñ sabemos o q irá acontecer c\ quem comer os derivados desses porcos.Por que o teste foi feito c\ milho da Espanha?Aquí tbm se produz transgenico, na Matarazo, e na Bunge.Comprar tranqueira de fora do país acontece tragédia, assim como aconteceu c\ o lixo hospitalar americano, brasileiro é burro, envenena o suco d laranja c\ agrotóxico proibido e pensa q esses paises q ele apoia vão consumir nossa porcaria ,mas ñ vão ñ, aí eles devolvem, bem feito!

    Thumb up 7
  4. Pode ser que com esse tipo de milho tenha dado certo,mas não é por isso que todos os transgênicos darão certo.Ainda mais que porcos são porcos,eles não comem restos de comida que ninguem mais quer?

    Thumb up 1
  5. Por alguma razão que desconheço, as pessoas não sabem que o milho tal como hoje é, nunca foi encontrado em estado selvagem na natureza.É oriundo do teosinto, uma gramínea com espigas de poucos grãos, encontrado encontrado no vale do rio das Balsas, México.
    Apenas que, o teosinto “evoluiu” desde 9 mil anos atrás.Sucede que é um período muito curto para a mutação genética se fixar, de formas que se pressupõe que o teosinto original, foi genéticamente modificado para sua forma de milho atual, ao longo de 9 mil anos.
    Pelo que se sabe, nessa época recuada, apenas alguns grupos indígenas viviam nessa região.Mas, pela sua mitologia sabemos que deuses lhes ensinaram agricultura, ética e leis.Talvez, esses deuses detivessem a tecnologia de modificação genética do milho.
    Para não perder o fio da meada, o milho está sendo genéticamente modificado há 9 mil anos e o temos consumido sem efeitos colaterais.

    Thumb up 1
  6. O grande problema não é o transgênico em sí, mas o monopólio do transgênico.

    Thumb up 5
  7. Não se pode adultérar os alimentos ou qualquer coisa viva pois vai de encontro com a natureza e nos traz mal.

    Thumb up 5
  8. É muito importante avaliar quem está por traz dessas pesquisas. Quem está financiando esse estudo?

    Thumb up 5
  9. É quase impossível qe um alimento transgênico faça mal a saúde, eles modificam o DNA da planta com fim de ela ganhar resistência a uma certa praga, imagino qe os alimentos transgênicos sejam até mais saudáveis pq eles não precisam de tantos agrotóxicos.

    Thumb up 5
    • Não é bem assim não, há o caso do l-triptofano que a empresa Showa Denko produziu a partir da tecnologia de transgênicos aplicada em uma bactéria para aumentar a produção, e causou a morte de quase 40 pessoas (me parece que foi em 1989). Não devemos esquecer que a física que trata das moléculas é a quãntica, e que algumas vezes ao se combinar pode-se ter efeitos inesperados que não são simplesmente a combinação dos efeitos das moléculas separadas.

      Thumb up 5
    • Não é verdade, pode pesquisar sobre a utilização de agrotóxicos em trangenicos… As aplicações continuam, outro problema é que um unico estudo com porcos por 3 anos não diz nada, estudos de longo prazo deveriam ter sido feitos ANTES e não depois da liberação dos trangenicos. Não é possivel por exemplo relacionar o surgimento de cancer com um estudo de 3 anos.
      Outro problema é a forma como a tecnologia dos trangenicos é utilizada. Atualmente os trangenicos comercializados são apenas para a resistencia a um determinado produto quimico (soja RR) deixando os produtores nas mãos da grandes empresas que detem a patente dos trangenicos.
      Outro problema grave é a contaminação genetica pelos trangenicos. saiu na nature um estudo sobre a contaminação no centro de origem do milho das variedades nativas que originaram o milho cultivado pelos genes do trangenico já que o milho faz sua polinização pelo vento…
      Na verdade nós ainda não temos ideia do problema que essa tecnologia mal empregada como esta sendo vai nos causar no futuro….

      Thumb up 4
    • Meu amigo,
      Esse não é o problema. O transgênico pode até ser mais saudável. O grande problema é o monopólio do transgênico.
      Já disseram aqui neste site, que a religião é a dominação do homem pelo homem.
      Por acaso o alimento transgênico também não é?
      E quantas mais tecnologias não estão sendo desenvolvidas exatamente para proporcionar a dominação do homem pelo homem?

      Thumb up 2
    • Romário,
      Sugiro que procure se aprofundar no assunto.

      O Instituto Brasileiro de Defesa salienta os riscos dos alimentos transgênicos, para a saúde da população e para o meio ambiente. Pode ocorrer o aumento das alergias com o consumo dos Organismos Geneticamente Modificados, pois novos compostos são formados no novo organismo, como proteínas e aminoácidos que ingeridos poderão desencadear processos alérgicos, apontam pesquisas desenvolvidas no Reino Unido e Estados Unidos; aumento de resistência aos antibióticos, pois são inseridos nos alimentos transgênicos genes que podem ser bactérias usadas na produção de antibióticos. Com o consumo pela população desses alimentos, poderá ocorrer resistência a esses medicamentos, reduzindo ou anulando a eficácia dos mesmos. Pode ser desencadeado também, um aumento das substâncias tóxicas quando o gene de uma planta ou de um microorganismo for utilizado em um alimento, e é possível que o nível dessas toxinas aumente inadvertidamente, causando mal às pessoas, aos insetos benéficos e aos animais, citando que já foi constatado com o milho transgênico “Bt”, levando a Áustria a proibir o seu plantio. Estudos a respeito têm demonstrado que a inserção de genes resistentes aos agrotóxicos em alguns alimentos transgênicos conferem às pragas e às ervas-daninhas maior resistência, tornando-se super-pragas, desequilibrando os ecossistemas, implicando uso de uma maior quantidade de agrotóxicos, que resultará no aumento de resíduos nos alimentos, rios e solos.

      Thumb up 4
    • Eles não conseguem modificar o DNA da planta de forma exacta. Então misturam aleatóriamente no DNA do milho por exemplo genes de plantas que produzem toxinas insecticidas ou um bacilo contra larvas. Alguns milhos vão ter toxinas a mais, outros não são viáveis, e aqueles que saíem mais ou menos são escolhidos para reprodução em série.
      Os alimentos OGM têm potencial para serem melhores, mas não é com estudos destes feitos pela GMSAFOOD a dizer que não fez mal a meia duzia de porcos que me convencem. É que também há estudos bem convincentes (que não são patrocinados empresas interessadas) que dizem o contrário: http://www.growingfoodandkids.com/2010/01/genetically-modified-corn-damages-organs/

      Thumb up 4

Envie um comentário

Leia o post anterior:
276913-injecao-ataque-cardiaco-infarto-avc-20110419-size-598
Quando você sofrerá um derrame ou ataque cardíaco?

Você vai sofrer um d...

Fechar