Aranhas comem mais do que a massa de todos os humanos do planeta por ano: estudo

De acordo com cientistas da Universidade da Basileia, na Suíça, e da Universidade de Lund, na Suécia, as aranhas consomem entre 400 e 800 milhões de toneladas de biomassa a cada ano.

Isso é cerca de duas vezes o peso combinado de todos os adultos do mundo.

Método

Com 45.000 espécies individuais espalhadas pelo globo, as aranhas são abundantes, mas sua natureza noturna torna o estudo de seu papel como predadoras um pouco difícil.

Os pesquisadores superaram esse desafio estudando a literatura existente sobre os aracnídeos, e usando modelos matemáticos para avaliar seu impacto ecológico.

Isso envolveu dois métodos separados, cada um baseado em conjuntos separados de estudos sem sobreposição.

O primeiro baseou-se nas necessidades alimentares das aranhas, combinadas com a biomassa total das espécies, enquanto o segundo baseou-se nas taxas anuais de matança de presas, usando dados de censos de campo combinados com estimativas de densidade.

Famintas

Ambos os métodos de cálculo mostraram que a população mundial de aranhas, que em si pesa cerca de 25 milhões de toneladas, se alimenta de 400 a 800 milhões de toneladas de presas por ano.

Mais de 90% deste alimento consiste em insetos, embora lagartos, serpentes, rãs e morcegos comidos por aranhas tropicais maiores tenham sido levados em consideração também.

A equipe diz que a grande escala da estimativa de matança de presas é porque as taxas de morte variam muito dentro de certos ecossistemas.

Apesar disso, mesmo o “conservador” número de 400 milhões de toneladas é enorme. A Organização das Nações Unidas estima que os seres humanos consumam cerca de 400 milhões de toneladas de carne e peixe todos os anos, enquanto as baleias engolem uma estimativa de 280 a 500 milhões de toneladas de comida anualmente.

Equilíbrio ecológico

Outra revelação útil do estudo foi que as aranhas mais produtivas são caçadoras em florestas e pastagens, em comparação com outros habitats.

As aranhas que vivem nessas áreas representam mais de 95% das predadoras, enquanto aquelas que caçam em colheitas matam menos de 2% das presas, provavelmente devido às terras bem controladas que são hostis à sua sobrevivência.

“Nossos cálculos nos permitem quantificar pela primeira vez em uma escala global que as aranhas são os principais inimigos naturais dos insetos”, concluiu Martin Nyffeler, da Universidade da Basileia, principal autor do estudo. “Em conjunto com outros animais insetívoros, tais como formigas e aves, elas ajudam a reduzir significativamente a densidade populacional dos insetos, contribuindo essencialmente para a manutenção do equilíbrio ecológico da natureza”.

Um artigo sobre o estudo foi publicado na revista The Science of Nature. [NewAtlas]

Por: Natasha RomanzotiEm: 15.03.2017 | Em Animais, Principal  | Tags:  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (6 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

Uma resposta para “Aranhas comem mais do que a massa de todos os humanos do planeta por ano: estudo”

Deixe uma resposta