Cientistas descobrem um raro “polvo beijoqueiro”

Publicado em 7.03.2013

LPSO_mating_Ross

Muitas espécies de polvos têm o péssimo hábito de devorar seus parceiros durante o sexo. Cientistas descobriram um polvo raro mais pacífico: ao invés do canibalismo, eles pressionam suas bocas às de seus parceiros, em um “beijo” íntimo. Por isso, ele está sendo chamado de “polvo beijoqueiro”, apesar de ainda não ter um nome oficial.

Polvos são conhecidos por seus disfarces inteligentes. O polvo beijoqueiro pode variar sua cor entre vermelho escuro ao preto e branco listrado, com manchas que também podem mudar de formato.

Essa nova criatura marinha está em exposição desde ontem (6/3), na Academia de Ciências da Califórnia, em São Francisco (EUA). Trata-se de uma fêmea, que em breve receberá a companhia de um polvo do sexo masculino. Os pesquisadores esperam que eles se acasalem muitas vezes – com muito carinho.

Os pesquisadores ainda não sabem muita coisa sobre como o polvo vive em ambientes naturais. Eles esperam que a introdução de novos animais no aquário ajude a entender como é o comportamento do molusco em grupos maiores. [LiveScience/FoxNews]

LPSO_spots_Ross

Autor: Stephanie D’Ornelas

É estudante de jornalismo, adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

Envie um comentário