Dá para correr uma maratona em menos de duas horas?

Publicado em 11.04.2011

Será que é possível correr uma maratona de 41,2 km em 120 minutos? A opinião dos especialistas é divergente. Para alguns é a próxima barreira, e a mais árdua, a ser quebrada no esporte, para outros, está além dos limites humanos.

O etíope Haile Gebrselassie é o atual detentor do recorde. Ele correu a maratona de Berlim, de 2008, em 2h03m59s. Para o esportista, é possível que alguém faça um tempo menor que o dele, mas não em um futuro próximo. Ele não acredita que até as Olimpíadas de 2012 alguém o terá superado. “Digo sem dúvida, a primeira maratona corrida em menos de duas horas levará 20 ou 25 anos para acontecer. Mas vai acontecer”.

A corredora britânica Paula Radcliffe concorda. “Os recordes estão aí para serem quebrados e as pessoas vão treinar para isso, mas alguém vai ter que correr muito para conseguir este. Vai ser preciso muita atitude”.
Tem gente que já está jogando a toalha. O campeão olímpico, Sammy Wanjiru, do Quênia, tem 24 anos e correu a maratona olímpica de Pequim em 2h06m32s. Mesmo com o recorde em mãos, ele disse que cravar duas horas está além de suas habilidades. “Para mim é impossível correr em duas horas, mas duas horas e dois minutos é possível. Talvez a próxima geração poderá ter pessoas mais fortes. A minha geração, contudo, não conseguirá”, disse.

Outro cético é o americano Glenn Latimer, autoridade em maratonas. Ele não acredita que viverá para ver o recorde quebrado. “Talvez seja porque já estou velho, mas eu não vejo isso acontecendo em um bom tempo. Você acompanha estes atletas de perto, um cara tão bom quando Haile Gebrselassie, você até imagina o esgotamento dele. Ele parece magnífico durante 32, 33, 34 quilômetros, e daí começa, o corpo para de responder e manter o passo fica dificílimo”. Ele acredita que o recorde vai cair para 2h02m, mas vai parar aí.

Calcular a resistência de um atleta é algo muito complexo, mas, fisiologicamente, há três fatores principais para determinar o quanto alguém pode correr: a taxa máxima do consumo de oxigênio; a eficiência de corrida (o quão rápido eles conseguem cumprir as distâncias); e a capacidade de resistência (o quanto da taxa de consumo de oxigênio eles conseguem manter).

A opinião dos cientistas do esporte varia justamente em determinar os limites do esforço humano. Para alguns, o recorde de Gebrselassie é o fim, para outros, ainda há um caminho a se percorrer. Para se ter uma idéia, para reduzir o tempo de 2h16 para 2h12, foi preciso sete anos. Em seguida, demorou 19 anos para o tempo cair para 2h08. Por último, para chegar a marca atual de 2h03m59, foram mais 24 anos.

O professor da Universidade de Montreal, Francois Peronnet, analisou algumas performances e calcula que a primeira maratona a ser corrida em menos de duas horas acontecerá em 2028. Quando acontecer, isso vai significar que alguém correu cada 1,6 quilômetro do percurso em 4m35s.

Pode até ser que tal evento aconteça, mas serão necessárias condições especiais, dizem os especialistas.
Em primeiro lugar, será preciso um atleta em plena forma, provavelmente alguém do leste da África. Em seguida, será preciso um curso plano e rápido como o das maratonas de Berlim, Londres ou Roterdã. Será necessário também uma condição perfeita de clima: nada de ventos fortes e temperatura entre 10ºC e 15ºC.

Além disso, a presença de puxadores de ritmo (pacemakers) será indispensável para manter a velocidade correta. Por fim, será preciso dinheiro. Será preciso muito investimento para incentivar os corredores a quebrar o recorde. [BBC]

Autor: Letícia Resende

Jornalista curiosa, adora novidades, encantada pela ciência e tecnologia

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

4 Comentários

  1. Tem um erro meio grosseiro ali no primeiro parágrafo. A maratona tem a distância de 42,195 km, precisamente, e não 41,2 km. Pode parecer pouca diferença, mas se ela fosse um quilômetro mais curta, com certeza alguém já teria corrido em menos de duas horas!

    Thumb up 1
  2. Acredito que sim, como sou professor de Educação Física este recorde vai ser quebrado dentro de uns 10 anos. Atualmente o treinamento esportivo vem usando as mais diversas tecnologias seja em roupas, calçados e fisiológicos.

    Thumb up 0
  3. Willian > falto dizer que se for nas favelas do Rio, o pessoal vai fazer em menos de 2h! rsrs

    Thumb up 2
  4. Se o percurso for por dentro de algumas favelas do Rio de janeiro, com certeza… fujam dos tiros…fujam!!!

    Thumb up 4

Envie um comentário

Leia o post anterior:
perdao
Porque o perdão pode ser ruim

Segundo pesquisas, a...

Fechar