Enjoar no carro: frescura ou realidade?

Publicado em 22.04.2012

Muita gente não pode viajar de carro, ônibus, ou até mesmo de avião sem sentir náusea. Três horas em uma estrada com curvas = sacola para vômito.

E essa condição, conhecida como “enjoo de movimento”, não afeta apenas crianças. Qualquer um pode exibir os sintomas inesquecivelmente ruins de estômago enjoado, suores frios, tonturas e dores de cabeça em toda e qualquer viagem.

De alterações na visão à gravidez, uma série de fatores pode perturbar o nosso sistema de equilíbrio interno, nos “dando” enjoo de movimento.

Os seres humanos usam os olhos, ouvidos e pés para estimar a nossa localização e movimento através do espaço. Se esses sinais “discordam”, o que pode acontecer a qualquer um de nós se as condições forem ruins o suficiente, iniciamos um “conflito” interior.

Vamos dizer que seus olhos estão lendo algo no carro, então eles acham que você ainda está parado, mas o barulho e movimento do carro dizem a seus ouvidos que você está se movendo. Isso gera um conflito.

Crianças podem ser mais propensas a condição simplesmente porque seus ouvidos funcionam melhor; à medida que envelhecemos, perdemos a função da orelha interna, juntamente com a tendência de passar mal em um barco balançando.

No entanto, outros perigos esperam os adultos. Uma causa frequentemente negligenciada do enjoo de movimento pode ser um distúrbio visual. Nestes casos, um problema ocular, como a percepção de profundidade diminuída, envia “dicas erradas” a uma parte do nosso cérebro responsável por nos manter em equilíbrio.

Pacientes com problemas de visão desde a infância que se agravam conforme envelhecem não precisam nem de uma viagem de carro para ficarem enjoados. Eles podem passar mal assistindo a um filme, vasculhando os corredores durante as compras de supermercado, ou mesmo olhando as listras de uma camisa.

Um acidente vascular cerebral ou inchaço na cabeça podem também perturbar o sistema de equilíbrio. Para Norman Greene, um produtor executivo de televisão de Nova York, um ferimento na cabeça de um acidente de táxi aos 36 anos o assombra até hoje, toda vez que entra em qualquer veículo em movimento.

Problemas no ouvido interno, como uma infecção ou um problema circulatório, também podem afetar o equilíbrio. Pessoas que sofrem de enxaqueca, que geralmente são mais sensíveis a estímulos externos, são também cerca de cinco vezes mais propensas a condição.

E, apesar de parecer razoável, os especialistas ainda estão intrigados em porque a gravidez e a menstruação tornam as mulheres mais suscetíveis ao enjoo de movimento.

Para as pessoas que não tem condições adjacentes, evitar lugares irregulares, refeições pré-viagem pesadas e leitura pode afastar o enjoo de movimento. Ser o motorista também. Os motoristas têm uma grande vantagem em evitar o enjoo. Como eles sabem onde estão indo, seus movimentos geram menos surpresa ao corpo.[MSN]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

4 Comentários

  1. Cara isso é muito ruim, eu gosto de viajar mas detesto o percurso da viagem por causa dos enjoos que eu sempre tive desde criânça, aprendi a lidar com eles sozinha, mas isso não é culpa só do movimento, a condição do ar também conta, aqui no Rio é muito ruim, eu tenho náuseas e dor de cabeça só de respirar o ar perto de uma estrada, imagina então com a associação ar da estrada e movimento!

    Thumb up 4
  2. Sentar virada de costas em um ônibus, levantar rápidamente da cama, executar atividades variadas em pouco tempo, tudo dá náuseas.

    Thumb up 5
  3. Sempre tive esse problema desde criança. E sempre me disseram que não tinha estômago pra viajar… Desde que vi um programa na TV, que explicou esse fenómeno, que era por base do nosso sistema de orientação do nosso cérebro, e explicou que fixar pontos exteriores ao veículo, ou seguir a estrada no horizonte, nunca mais tive problemas. A situação, é que tenho de estar sempre a olhar para a frente, ou olhar para o lado em que o veículo se orienta. Quando sou eu a conduzir, tem que ser mesmo :)
    Mas estiver algum tempo a olhar para a janela ou o lado contrário a que o veículo muda de direcção, sinto tontura.

    Thumb up 6
  4. Isso é uma espécie de Cinestesia, quando eu era criança, a muuuito tempo atrás, os veículos que eu estava não podiam parar que eu passava mal, tomei um medicamento chamado Água de Melissa (existe ainda?). Hoje, eu ler dentro de veículos em movimento é uma experiência de quase morte!

    Thumb up 6

Envie um comentário

Leia o post anterior:
Captura de Tela 2012-04-21 às 23.01.19
Dia da Terra: Porque você deve se preocupar com o mar

Hoje é o Dia da Terr...

Fechar