Os gatos estão destruindo o meio ambiente?

Publicado em 30.01.2013

gato

Pássaros e pequenos mamíferos que se cuidem: estudo recente apontou que gatos (selvagens ou domésticos) são responsáveis por matar anualmente bilhões desses animais nos Estados Unidos – de acordo com dados analisados pela equipe, são mortos de 1,4 a 3,7 bilhões de pássaros e de 6,9 a 20,7 bilhões de mamíferos no país.

Para chegar a essa conclusão, pesquisadores do Instituto Smithsonian de Conservação de Biologia e do Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos revisaram diversos estudos sobre as habilidade de caça de gatos. De acordo com a análise, o número de pássaros mortos anualmente por esses animais é quatro vezes maior do que se imaginava.

“Nosso estudo sugere que eles são a maior ameaça para a vida selvagem dos Estados Unidos”, alerta o pesquisador Pete Marra. Embora o número de ataques praticados por gatos domésticos seja três vezes menor do que o de gatos “sem dono” (selvagens, perdidos ou de fazenda), a equipe ressaltou que os proprietários poderiam tomar mais atitudes de prevenção.

“Nós esperamos que a grande mortalidade de vida selvagem indicada em nossa pesquisa convença alguns donos de animais a mantê-los dentro de casa e que isso alerte autoridades e cientistas para a grande magnitude da mortalidade de vida selvagem causada por gatos”, disse.

De acordo com a equipe, mais animais estão sendo mortos nos Estados Unidos por gatos do que por atropelamentos ou envenenamento. Uma medida sugerida pela organização Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals foi a de colocar coleiras com sinos nos gatos domésticos, que podem diminuir em um terço o sucesso de suas caçadas.[BBC] [Science World Report] [RSPCA, foto de Marcelo Ribeiro]

Autor: Guilherme de Souza

É jornalista empenhado e ilustrador em treinamento. Curte ciência, cultura japonesa, literatura, seriados, jogos de videogame e outras nerdices. Tem alergia a música sertaneja e acha uma pena que a Disco Music tenha caído no esquecimento.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo