Quanto menos desenvolvido é o país mais se acredita em Deus

Publicado em 30.04.2012

Um recente levantamento mostrou qual a parcela de crentes em Deus e ateístas temos pelo mundo. Apesar dos dados terem sido coletados em épocas diferentes (entre 1991 e 2008) nós utilizamos nossas parcas habilidades em Excel para agrupar tudo e gerar outros números.

Utilizando a lista de países por Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) nós agrupamos os cinco que são mais desenvolvidos, os cinco menos desenvolvidos e traçamos médias simples dos níveis de crença em Deus ou de ateísmo.

A média daqueles que estão certos da existência de Deus nos países mais desenvolvidos (28%) é quase a metade que dos menos desenvolvidos (53%). Curiosamente a tendência de ateísmo é inversamente proporcional à que vimos acima com os mais desenvolvidos (15%) mostrando cerca do dobro de ateístas do que os menos desenvolvidos (7%).

Fica claro que quanto maior é o desenvolvimento humano em um país, menor é a tendência de se creditar na existência de Deus

Os EUA são a zebra da lista, pois mesmo sendo o quarto país com maior IDH do mundo tem uma proporção altíssima de crentes — seis a cada dez — para ateístas que são apenas 3%.

Vale ressaltar que toda a lista mostra países com uma média alta de desenvolvimento humano. Os menos desenvolvidos da lista são Filipinas, Rússia e Chile. O Chile é o 44º da lista do IDH (considerado muito alto), e a Rússia no 66º (considerado alto). As Filipinas estão em 112º e são consideradas de médio desenvolvimento humano.

Você se arrisca a compartilhar suas hipóteses do porque isto acontece? [Foto de Family MWR]

Autor: Marcelo Ribeiro

Amante do mergulho e da fotografia (com exceção das da própria cara) é patologicamente viciado em ficção científica, seriados, filmes e todo tipo de nerdices.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

173 Comentários

  1. Todo mundo já vai logo expondo sua opinião, mas não vi ainda ninguém questionar sobre qual deus estamos falando! Cada religião conceitua o seu deus conforme seus dogmas. O que tenho visto até agora é a disputa sobre qual dos deuses é o mais verdadeiro. Sinceramente, acho que, assim como eu, a maioria dos ateus apenas não aceitam mais esses “deuses” idealizados pelas religiões, mas reconhecem a regência de uma inteligência suprema, por essa razão incompreensível e indefinível.

    Thumb up 1
  2. É por isso que devemos seguir os passos do “Unicórnio Amarelo Reluzente”. Ele deu sua figurinha única para salvar a nós pecadores. Ele também tinha outras coisas pra dar, mas como a figurinha era carimbada, já bastou.
    Ele é primo do Deus Quadruno (deus tio, deus em forma de espectro, deus avô e deus chapeiro).
    Não vim aqui desrespeitar a crença de alguém, então espero que respeitem a crença que eu escolhi acreditar, mesmo que não haja evidência alguma que “unicórnio Amarelo Reluzente”…

    Thumb up 12
  3. É por isso que devemos seguir os passos de Jesus, porque segundo a palavra de Deus, os fariseus eram profundamente conhecedores da palavra de Deus, mas não reconheceram o seu Salvador e foram os principais responsáveis para a condenação de Cristo ou seja, eram religiosos, seguiam à risca leis e doutrinas mas não tinham seus corações voltados a Deus. Jesus veio para os doentes e não para os sãos… ame a Deus acima de todas as coisas e a teu próximo como a ti mesmo! Tenho dito.

    Thumb up 4
  4. Na verdade não tem nada a ver com a religião e sim com a lógica utilizada para explicar tal fato.
    No entanto, deve-se considerar os investimentos do país na religião em países em que existem várias igrejas em todo o território nacional. As religiões existem em grande parte do mundo e é claro que para isso precisam de investimentos, então quanto mais crentes e mais igrejas significa que há mais gastos e investimentos na religião.

    Thumb up 1
  5. Sinceramente acho não acreditar em Deus uma coisa muito tosca, uma vez que a ciência passa longe de ter explicações lógicas consistentes sobre porque existe algo e não apenas o nada.

    Thumb up 6
    • Falta apenas ler um pouco, Leo. Fique mais tempo por aqui pelo HypeScience. Já sabemos muito, mas muito mesmo. Não sabemos tudo, é claro e é possível que nunca saibamos. Mas o que sabemos já é o suficiente para nos tirar do obscurantismo do curandeirismo, por exemplo.

      Você não é obrigado a deixar de acreditar em Deus, mas dizer que a ciência “passa longe de ter explicações lógicas consistentes sobre porque existe algo” está muito longe de ser a verdade.

  6. Primeiro de onde vem essa crença da existencia de Deus? Vem da religião? Dizer que foi a religião que inventou Deus é a mais pura burrice , isso seria rasgar o diploma de doutor , visto que os selvagens nunca tiveram religião e já acreditavam num ser supremo , a questão de menos deselvovido acreditarem mais em deus é uma analogia muito pobre e preconceituosa , pois muitos sabios acreditavam num ser superior e diploma naum tira nem impoe crença alguma , acredito que essa pesquisa é preconceituosa e direcionada para chamar de burros e ignorantes aqueles que tem menos conhecimentos , vou deixar aqui alguns nomes talvez vcs conheçam eles acreditavam em deus , e depois vcs pensem, Nicolau Copérnico, Johannes Kepler,Galileu Galilei, René Descartes, Isaac Newton , Robert Boyle, Michael Faraday, Gregor Mendel, Kelvin (William Thompson), Max Planck, Albert Einstein….

    Thumb up 16
    • talvez pq, tirando Einstein e outras figuras ai, se algum deles dissesse em publico que era ateu, ou que fizesse algo muito ”contrario” ao que era imposto pela Religião Catolica (dominante no periodo) , seriam mortos

      Thumb up 28
    • Como assim os selvagens nunca tiveram religião??

      A analogia entre a falta de desenvolvimento e crença em deus não é de maneira nenhuma preconceituosa. E pobre foi o seu raciocínio em citar pessoas que viveram em épocas tão diferentes da nossa como argumento. Isaac Newton por exemplo, apesar de sua genialidade, tinha menos acesso ao conhecimento do que um aluno do ensino fundamental de hoje em dia. Não se esqueça que mentes brilhantes não são a prova de erros, o próprio Newton era um assíduo alquimista. E esse não é o único problema com sua lista, Einstein declarou seu ateísmo e insatisfação com pessoas desinformadas (como você?) que colocarm palavras em sua boca (você pode encontrar a carta em segundos no Google), sem falar que vários destes cientistas viveram em épocas em que declarar ateísmo = fogueira, vários podem ter sido ateus e jamais saberemos.

      Por fim, não sei em que universo dizer que a religião inventou deus, de modo que deus é uma invençao humana para contornar sua própria ignorância é burrice, certamente não neste. Lembre-se que o grande e poderoso Newton, a quem os religiosos tanto se apegam só invocou um ser superior no limite de seu conhecimento (em tópicos que por sinal foram esclarecidos sem a mínima necessidade de deus por cientistas posteriores), denotando claramente que a ignorância favorece a busca de respostas estapafúrdias e divindades.

      Thumb up 25
    • Olá Odair!

      Pelo livros que eu li a religião foi “criada” com a intenção de escravizar o povo pela fé.
      Obviamente que ler, estudar, discutir e moldar minhas opiniões durante os anos nunca conseguiu fazer que eu deixasse de acreditar numa força maior.
      Abraços.

      Thumb up 3
    • Bem preconceito seria falar algo sem embasamento, então uma pesquisa tende a não ser preconceituosa, Outra coisa não conheço a crença de todos que mencionou, porém o conceito de Deus para Einstein é um Deus bem diferente nada místico.

      Thumb up 2
  7. Em lugares que as pessoas convivem com o terror de não ter nem o q comer(fora a violência e muitas outras coisas) querer tirar a crença em um Deus dessas pessoas é de fato assassinar a esperança delas. Colocar a culpa no baixo desenvolvimento na crença, é colocar a culpa do povo burro em outra pessoa. Quem elege políticos são pessoas, não Deus. Somos atrasados por causa de nossa ignorância.

    Thumb up 31
  8. Cesar Crash
    Não é necessário matar, se o nascimento for controlado. Deixe nascer gente a vontade e mortes acontecerão a todo momento. Isto é uma coisa natural. A natureza faz isto constantemente. Na austrália, levaram coelhos para uma região sem predadores. A população cresceu tanto, que acabaram com a vegetação do local e a população de coelhos foi reduzida pela fome. Isto se chama controle natural. Fizeram uma experiencia com ratos. Colocaram meia duzia de ratos, em um ambiente de um metro quadrado. A população se multiplicou várias vezes e se verificou que a violência aumentou, surgiu a antropofagia, peversão sexual, mutilações, etc. Isto está mais do que provado. Só os religiosos que não estudam estes casos e querem salvar todo mundo é que não querem entender. Olha o passado da raça humana e terá muitos exemplos. Matar foi mais que normal. Bastavam as guerras e ninguém criticava os métodos. Se aumentar a população haverá mais mortes. O importante é evitar que nasçam, como acontece nos países de primeiro mundo. Isto é agir com inteligência.

    Thumb up 34
    • HEIL HITLERRRRR…

      Thumb up 3
  9. A religião é o grande responsável pelo desaparecimento da humanidade. Se deixar eles fazerem que querem, o mundo se entulha de gente e a violência vai imperar. Já está provado. O excesso de população de qualquer animal gera violência, perversão sexual e diminuição da espécie pela fome. A natureza é sábia. Para isto é que existe os carnívoros que devoram os outros animais e controlam a população automaticamente. Como o ser humano domina a natureza, este equilíbrio foi quebrado e isto é um perigo. As guerras entre as tribos, no passado, faziam este controle de natalidade, mas agora, com a suspensão das guerras, da mortalidade infantil (também da natureza)e do controle de natalidade ignorados pelos governos de alguns países pobres e religiosos, está colocando a violência em evidência e que causam fome, miséria no mundo. Lembrem que a china foi obrigada a partir para a violência para limitar sua população, com pena de morte, infanticídio, aborto obrigatório e um controle severo de nascimento. Conseguiu acabar com a máfia chinesa e apresentou ao mundo uma copa mundial de dar inveja aos países de primeiro mundo. Não só a china, Singapura e outro adotaram esta medida e hoje assustam o mundo com seu progresso. Já o Brasil, países da América do sul, Africa, India, etc. ficam patinando no terceiro mundo. Nos sustentamos miseráveis que nasceram sem controle do governo, quando deveriam incentivar o aborto para drogados e pessoas sem condições de sustentar um filho.

    Thumb up 30
    • Alberto,
      Eu só acredito que uma pessoa realmente acredita que seria melhor se houvesse menos pessoas no mundo, se esta pessoa afirmasse isso e fizesse sua parte. Acredita realmente nisso, mostre o exemplo, vá em frente, se mate. Um a menos, parabéns! Adeus.

      Thumb up 16
    • HEIL HITLER!!!
      REINAUREM-SE OS FORNOS CREMATÓRIOS NAZISTAS, só que dessa vez SÓ RICOS SOBREVIVERÃO…affffffff…!!!

      Thumb up 6
    • Extremamente radical, mas realmente às vezes isso se faz necessário.

      Thumb up 4
    • Sim, considerando o budismo ateísta…

      Thumb up 5
    • Não há que se fazer paralelo, eu nem sonhei com isso…

      Thumb up 0
    • Lucem Ferre,
      Claro que você está chutando. Cadê a pesquisa?

      Thumb up 8
    • Os países com os melhores IDH’s são Cristãos e Protestantes! Isto é fato!

      Thumb up 3
    • Qual é a maioria religiosa lá? budista, shintoísta, animista…

      Thumb up 0
  10. Não me lembro de ver igrejolas protestantes em bairros de ricos; mas nas periferias proliferam tanto quanto butecos ou biqueiras de droga = [

    Thumb up 28
    • Genioso Irreligioso,
      Realmente tens razão. Em bairros de ricos, há mais cassinos e puteiros de luxo. Além disso, é nas biqueiras de drogas das periferias que encontramos os moradores dos bairros de ricos.

      Thumb up 33
    • ARRAZADOR…!!!!

      Thumb up 5
    • Em bairros de pobres, existem puteiros pobres e botecos com jogos caça-níquies e bilhar e igrejas evangélicas na mesma proporção!
      Além disso, é nas biqueiras de drogas das periferias que encontramos os moradores dos bairros de ricos comprando tantas drogas de moradores pobres quanto os próprios pobres.

      Thumb up 16
  11. Concordo e não concordo com a tal samara o Brasil por exemplo é considerado um país dito cristão e nem por isso é um país rico aliás me parece que quanto mais católico ou evangelico fica mais pobre e ignorânte também mas não concordo que países desemvolvidos sejam infelizes pois afinal o número de ateus na Dinamarca por exemplo é muito grande e no entanto a Dinamarca foi considerada a nação mais feliz do mundo e não o Brasil, já pedi muita coisa para esse tal Jesus e no entanto ele nunca me atendeu e nem atende também quem esta morando embaixo de uma ponte a verdade é quanto mais se é pobre mais se quer ter ilusãos quanto a uma coisa que não existe afinal rico não presisa disso pois já tem tudo inclusive beijo na boca já que isso hoje em dia também é comprado!

    Thumb up 30
    • Há muitas inconsistências e desconhecimento histórico na análise.
      Primeiro, os ditos países desenvolvidos com população predominantemente ateia apresentam este quadro na atualidade, porém de forma alguma o passado destes povos deve ser ignorado, ou seja, o desenvolvimento hoje colhido é fruto de bases relativamente distantes, ocasião em que o ateísmo não predominava, desconsiderar isso é descreditar qualquer ponderação. De forma direta ou indireta, a Reforma Protestante por exemplo, influenciou significativamente o avanço da sociedade que hoje conhecemos como tal, inclusive existem comparativos entre países que foram colonizados ou sofreram influência de nações católicas e protestantes, revelando expressiva disparidade na maioria delas, ressaltadas as peculiaridades geográficas.
      Existe outro quesito interessante, que inclusive pode ser usado engenhosamente como contra argumento, a crise cuja afeta a Europa coincide justamente com esta expansão da descrença à medida em que, nações configuradas como emergentes, com alto índice de credulidade (Brasil por exemplo) desfrutam de um momento de progresso, ao menos economicamente considerando.
      Vejo que os países onde o Império Romano atuou como “mentor divino” a estagnação é bem mais latente do que o cenário onde seu poder não interviu. Desta feita, talvez fosse sensato segregar as correntes religiosas como Cristianismo Romano, Protestante, Islamismo, Judaísmo e partir daí efetuar-se um estudo da relação destas religiões com os países, desde sua colonização até então.
      Por fim, fica evidente que conclusões desembasadas de contexto distorcem drasticamente os resultados, havendo margem para defender ambas situações e frisando que inúmeros grandes cientistas criam (e ainda creem) em Deus.

      Abraços

      Thumb up 15
    • WesleySouza / 8.09.2012

      Há muitas inconsistências e desconhecimento histórico na análise.
      Primeiro, os ditos países desenvolvidos com população predominantemente ateia apresentam este quadro na atualidade, porém de forma alguma o passado destes povos deve ser ignorado, ou seja, o desenvolvimento hoje colhido é fruto de bases relativamente distantes, ocasião em que o ateísmo não predominava, desconsiderar isso é descreditar qualquer ponderação. De forma direta ou indireta, a Reforma Protestante por exemplo, influenciou significativamente o avanço da sociedade que hoje conhecemos como tal, inclusive existem comparativos entre países que foram colonizados ou sofreram influência de nações católicas e protestantes, revelando expressiva disparidade na maioria delas, ressaltadas as peculiaridades geográficas.

      ►►►► EXPLICA ENTAO O JAPAO XINTOISTA SER DESENVOLVIDO? NEM CRISTAO É. MESMO Q RELIGIOSO NAO É CATOLICO NEM PROTESTANTE. DESENVOLVIMENTO VEIO DA ECONOMIA E CIENCIA E NAO RELIGIAO. DEUS NENHUM MERECE MERITO POR OBRA FEITO PELO ESFORÇO E INTELIGEMCIA HUMANA.

      Thumb up 13
    • Pelo visto não compreendeu minha postagem.
      Não me leve a mal, mas o que explanei é que, justamente, há desonestidade e desconserto nesta pesquisa, você bem citou o Japão, que no mínimo é religioso e ainda assim muito desenvolvido. Esta pesquisa só poderia ser de fato levada a sério se fosse contextualizada, pois colocar “Deus” genericamente como o entrave ao desenvolvimento das nações é totalmente falacioso, pois além da própria crença, há fatores históricos, geográficos, políticos que não podem ser ignorados.
      E olha que nem entrei no mérito do que de fato seria o tal “desenvolvimento”, tecnologia apenas? Qualidade de vida? Uso racional de recursos? Se pesquisar sobre os antigos povos, os egípcios ou maias por exemplo, presenciará um desenvolvimento enigmático para época, talvez até muito maior comparativamente ao que temos hoje, já que tais povos, estariam muito anteriores na “escala do progresso humano”, e eram tão ou mais religiosos do que hoje presenciamos. Agora a pesquisa e muitos céticos tem toda razão quando colocam, nas suas devidas proporções e contextos, a religião como vilã do processo, a exemplo do que o império romano fez (e ainda sutilmente faz) com inúmeros povos, como também faz o islamismo ou os mercadores de vertentes evangélicas atuais.

      Abraços

      Thumb up 12
    • Japão: 65% de ateístas! onde isso seria religioso?

      Thumb up 1
    • ►►►► DISSE TUDO

      Thumb up 1
  12. Que materiazinha mais tendenciosa heim ? Qual vai ser a próxima ? Quanto mais alto o QI de uma pessoa menor a chance de ela acreditar em Deus ? Então os que acreditam em Deus são burros ? Me desculpe mas os professores mais inteligentes que tenho (DA ÁREA DE EXATAS E CIENTIFICAS) todos acreditam em Deus. Falta inteligência da parte de quem se leva por essa reportagem.

    Thumb up 16
    • Relaxa véio, as pessoas só consideram inteligentes aquelas que pensam igual a elas mesmas, isso se vê em comentários. Já a matéria fala sobre dinheiro, não inteligência.

      Thumb up 7
    • Que materiazinha mais tendenciosa heim ? Qual vai ser a próxima ? Quanto mais alto o QI de uma pessoa menor a chance de ela acreditar em Deus ? Então os que acreditam em Deus são burros ? Me desculpe mas os professores mais inteligentes que tenho (DA ÁREA DE EXATAS E CIENTIFICAS) todos acreditam em Deus. Falta inteligência da parte de quem se leva por essa reportagem.

      É MESMO? KKKKKKK TEM ALGUMA PROVA AI? VC SABAE SE ELES CREM MESMO OU DZIEM CRER?
      NAO TENHO PROVA ENTAO NAO CREIO. TA VENDO COMO VCS RELIGIOSOS NAO SAO TAO INTELIGENTES AI?

      Thumb up 3
    • Não necessariamente burros Thiago Soares, mas no mínimo desinformados, ou extremamente mal informados. E sinto lhe informar, mas o QI alto está sim relacionado a menor probabilidade de se acreditar em deus. Quanto aos seus professores, o domínio de um ramo específico do conhecimento não denota raciocínio crítico apurado. Os seus professores, como muitos que já tive, podem ser grandes mestres e mesmo assim não terem QI elevado.

      Thumb up 3
  13. Os países mais desenvolvidos têm mais opções para os seus cidadãos do que os menos desenvolvidos. Há países pobres que até hoje ainda não têm nenhuma estação de TV. Outros, devido a restrições políticas ao direito à informação têm apenas uma TV, a estatal. Isto para além da inexistência de outro tipo de ocupações como assistir a jogos de desporto, concertos musicias, navegar na internet, entre outras actividades que os países ricos têm em abundância. Isto significa que as pessoas tendem a ocupar-se com outras coisas mais fáceis de fazer, como por exemplo ir à igreja, onde se encontram em comunidade. Até porque a questão da religião não apenas rezar, mas também o ambiente sociológico que caracteriza a maior parte das actividades em comunidade.

    Thumb up 8
  14. Eu acho que a desgraça nos aproxima de Deus! Mas o fato de alguém acreditar ou não na existência de Deus não significa muita coisa. Tipo: o diabo crê em Deus e extremece em Sua presença (Tg 2:19)e não se espera nada de bom dele! Quê q adianta falar q acredita em Deus e não praticar Sua Palavra?! Se, no Brasil, os que se dizem cristãos vivessem como Jesus ensinou, a nação seria outra! Há desonestidade, roubo, ganância, e não só entre os pobres, principalmente entre os ricos! Quando uma nação é fiel a Deus, ela prospera. E, se pessoas de uma nação predominantemente ateia é desenvolvida, vejamos o porquê:nessas nações a qualidade de vida é melhor e as crianças são educadas de acordo c/ valores morais e éticos com certeza. A maioria dos ateus q conheço são pessoas q prezam pela ordem e vivem de um modo exemplar e exercendo sua cidadania, ou seja, vivem mais ou menos como Deus quer, mas O negam. Ouvi outro dia conselhos d um ateu q eram iguaisinhos aos q tinha lido num livro cristão, só q tirando o nome de Deus. Um país assim, pode “prosperar”, mas não tem paz espiritual e qualidade de vida mental muitas, sei q problemas como depressão, rebeldia, sucicídio, são um tanto comuns. Não digo q os países subdesenvolvidos estejam livres desses problemas, mas q a maioria crente não-praticante não se salva, assim como a maioria cética dos desenvolvidos tmb não, um não é melhor do que o outro na sua crença(se não a praticarem) ou descrença em Deus, pois há problemas q atingem a ambos. Em Provérbios 30:8-9, há a seqguinte oração: “Eu te peço, ó Deus, que me dês duas coisas antes de eu morrer: não me deixes mentir e não me deixes ficar rico nem pobre. Dá-me somente o alimento que preciso para viver. Porque, se eu tiver mais do que o necessário, poderei dizer que não preciso de Ti. E, se eu ficar pobre, poderei roubar e assim envergonharei o Teu nome, ó meu Deus.” Deixo-a aí para que meditem o pq de ele pedido isso.

    Thumb up 17
    • fico irritado quando num debate inteleigente como esse inda haja pessoas capazes de abrir a biblia…um livro de lendas com historias absurdas que se encontram a margem da razao

      Thumb up 6
    •      Fico irritado quando alguém se julga mais inteligente mesmo escrevendo entre pouquíssimas palavras: inteleigente, biblia, historias, a margem e razao

      Thumb up 6
    • Na verdade, eu percebi logo depois de postar meu comentário! Provavelmente não apareceu por que escrevi como resposta ao meu próprio comentário, que por sua vez não tinha sido aprovado ainda. Valeu!

      Thumb up 0
    • Vamos seguir a ideia da mesma bíblia que citou acima.
      Cala boca e pergunte a seu marido. Não é permitido a vocês “mulheres” terem direito de pensar nada !

      Thumb up 13
  15. Isto é uma grande verdade. Quanto menos desenvolvido é o país mais se acredita em Deus. Séculos atrás era bem maior o numero de crentes em Deus. A medida que nos tornamos mais instruídos eta taxa diminui.

    Thumb up 20
  16. Tá, teísta = cristão evangélico? Acredito em ALGO SUPERIOR porque não suporto a ideia de não haver algo melhor do que o pouco que vibenciamos frente a esse universo infinito. Porque não quero viver 80 anos nessa merda que nós conseguimos produzir. Sou teísta porque não tenho tanta desesperança pra me negar o direito de sonhar com algo melhor do que essa carne. Podem me chamar de fraco por isso, mas não sou tão mais fraco do que os que negam todo e qualquer além simplesmente porque não se pode provar, como crianças birrentas, movidos por cientificismo e por pura demagogia sobre construir um mundo melhor, de livrar vários de uma vida miserável, só para que tenham um morte mais miserável ainda, onde a consciência que nos faz humanos vai ser simplesmente suprimida pelo vazio que é morrer. Realmente, a maioria dos teístas brasileiros é deficiente quando em pauta estão instrução e conhecimento livre de amarras sociais e doutrinais, mas ao menos conseguem enxergar algo melhor do que um utopia de construir uma sociedade perfeita e bondosa regida por homens que, já que evoluíram de bestas, por mutações, em primeira instância químicas, possam se liberar de seus instintos naturais de, no mínimo, autopreservacao, o que já seria suficiente para atrapalhar o interesse comum (que sempre exigiu, e sempre exigirá autosacrifício). Sou teísta, sim, não por fé cega, mas por falta de resignação.

    Thumb up 10
  17. Eu comparo isto ao ditado: Quem bebe morre, quem não bebe morre também. Tanto faz acreditar ou não em Deus. Se vive perfeitamente com ele ou sem ele.

    Thumb up 21
    • Tu pareces o rei Salomão falando! “Pois a mesma coisa acontececoom os honestos e os desonestos, os bons e os maus, os religiosos e os não religiosos, os que adoram a Deus e os que não adoram. A mesma coisa acnotece com quem é bom e com quem é pecador, com a pessoa que faz juramentos e com quem não faz.” (Eclesiastes 9:2)O pensamento de vcs é verdade, desde que a nossa esperança se limite a esta vida. Salomão viveu antes de Cristo. Nós vivemos depois. Ao morrer na cruz, Jesus conquistou o direito, para qualquer pessoa que quisesse,de ter novamente vida eterna em comunhão com Deus. Quem não aceitasse, continuaria eterno, mas sem Deus. Eu não quis perder tão maravilhosa oportunidade e aceitei essa salvação. Por isso, há esperança. E…não me baseio numa fé cega. As bênçãos do porvir são refletidas nesta vida terrena, dando mais suporte a minha fé. O verso inicial q citei, acontece durante um período em q a injustiça parece prevalescer, mas continuando a acompanhar as situações vemos o acontece. E como o próprio Salomão disse profetizando o futuro, e com base em observações feitas durante sua vida:”O pecador sobrevive, mesmo que cometa cem vezes o mal. Mas eu sei também que aos que temem a Deus acontece o bem, porque eles O temem.” Eu tenho observado a justiça de Deus sendo feita, quando a dos homens falham, e ainda a observarei. “E mais uma vez o meu povo verá a diferença entre o justo e o peverso, entre o que serve a Deus e o que não O serve. (Malaquias 3:18)

      Thumb up 4
    • Você deve ser filha de algun pastor né minha filha aliás as empresas católicas e evangêlicas são as mais ricas do mundo e eles não querem, nunca quiseram ver o povão com a mão na grana!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Thumb up 19
    • Quero experimentar um pouco disto que você bebeu !!! dá o maior barato mesmo !! que viagem ………. É assim que a religião lava os cérebro de milhares de crianças há anos … É virótico … fica irrecuperável, com o hospedeiro defendendo a causa até a sua morte tzzzzz . Acorda menina !!

      Thumb up 10
  18. Deus é uma palavra que devidamente interpretada significa Doutrina. Afinal? no princípio não era o verbo? E este verbo não era Deus? Convem informar também que orar, rezar e estudar significam a mesma coisa.

    Thumb up 3
  19. Acho a resposta simples: quanto mais dificuldades o ser humano encontra pela frente, mais se agarra firmemente à fé para conseguir seguir em frente e não desistir! E isso é mais comum nos países menos abastados.
    Creio que seja fácil, para aquele que (acha que) tem tudo, se afastar dos assuntos relacionados ao Criador e venerar a criatura.
    Eu, que vejo em tudo que ocorre no Universo um equilíbrio fantástico, assim também percebo a relação entre a natureza má e a boa, demonstrada a cada momento pelos seres racionais, então, seja na forma da energia presente na natureza, seja na forma de um Ser Superior responsável pelo início de tudo, acredito na existência de algo que vá além dos nossos próprios conhecimentos.
    Abraços!

    Thumb up 9
  20. Médias matemáticas, ou estatísticas, são uma ciência usual e praticada por inúmeros ramos de pesquisa, e esse pessoal que vem aqui a esse site, como Aguiarubra e outros que condenaram essa pesquisa como tendenciosa, deviam se dar conta disso.
    Até em pesquisas eleitorais, por exemplo, as estatísticas da preferência dos eleitores pega apenas muito pequenas amostras da população geral e sempre acerta o resultado das eleições. Aí podem dizer que as pesquisas quando divulgadas influenciam a escolha dos eleitores no momento da eleição, e de fato isso acontece, mas não creio que seja relevante a decidir o resultado. Mas essa pesquisa internacional em questão pega resultados do IDH e conclui uma média não tendenciosa, mas que mostra uma tendência, não determinista.
    Concluir que religião é que atrasa as nações não tem nada a ver, aí eu concordo. E concluir que é o crescimento do ateísmo a razão da crise europeia também é outro erro.
    O que as pessoas têm que botar na cachola é o seguinte: Crise econômica tem razões e origens econômicas, crises sociais têm razões e origens sociais, e crises religiosas, filosóficas, científicas, a mesma coisa. Existem relações entre crise social e crise econômica, acontece até duma provocar outra, mas em origem factual, toda e qualquer dificuldade surge apenas de problemas pessoais, interesses e erros administrativos, religiões e ideologias são apenas coadjuvantes e escapes inventados de explicações a esses problemas.

    Thumb up 14
    • Esta é a primeira vez, desde que leio Hypeciensce, em que não vejo um fanático religioso responder a pergunta por primeiro, isso é um grande passo para os internautas brasileiros esclarecidos, geralmente agnósticos e ateus declarados. Visto que os que se declaram crentes, evangélicos ou religiosos demonstram claramente pelos seus textos a sua ignorância científica e teológica. Eles continuam afirmando que deus (e deuses) existem baseados apenas na sua educação da primeira infância, ou seja, se seus pais acreditaram em deus, eles acreditarão, sem sequer saber explicar o porquê.

      Infelizmente, a maioria esmagadora dos religiosos continuam sem estudar, a não ser as “Bíblias” e os livros delas extraídos. E é justamente por isso que vemos cada vez mais Ateus esclarecidos dando respostas e debatendo. Será que os crentes estão ficando envergonhados da sua ignorância? Ou será que eles estão desistindo mesmo de estudar e debater? Já que de “Deus” provém o conhecimento e só ele deve saber, como afirmam.

      Resumindo, observem todas as repostas dos defensores da Teoria Criativista (crentes)… Observou? Elas se resumem sempre em mistificação, regressão ao infinito e falácia. Lembrem-se ao lerem as respostas deles que a dita Teoria Criativista, é ainda uma teoria, já que também não foi provada ainda a existência de deus (exceto pela fé cega).

      A Ciência, pelo contrário, já provou muuuuitas coisas, por exemplo que a Terra não é o centro do Universo, não é plana, e o Sol não é maior que as estrelas, é sério amiguinhos: ela não está “dentro de uma redoma debaixo da águas do firmamento”!!! Como afirma o Livro de Gênesis 1.

      A quem não gostar desta referência descontextualizada da Bíblia, assuma suas crenças e assuma a sua ignorância. Depois pegue este computador onde leu esta matéria e jogue no lixo, pois ele foi construído inteiramente baseado nas descobertas da CIÊNCIA.

      Thumb up 15
    • Ah! E posso te arrumar dezenas de exemplos onde os primeiros comentários foram:

      “Me desculpem, mas podemos esperar agora uma resposta religiosa pra isso? Podem apostar que os comentários abaixo do meu dirão que Deus planejou essas evoluções quando criou o Céu e a Terra.”

      ou

      “Preparem-se, em breve bombardeio de críticas de criacionistas e teístas.”

      Thumb up 6
    • Que pena que precisemos explicar TUDO para esses ufanos! Só porque eu não citei que o Sol não é uma estrela, não quer dizer que eu não saiba disso, a matéria que eu mais leio é Astronomia, e um boçal vem me ensinar coisas de 3 séculos atrás! Esqueceu que são vocês que acreditam que a Terra é o centro do Universo, e que tudo foi criado em “uma semana” só pra nós???

      Thumb up 7
    • Ô cara, nunca tem algo racional para dizer? Embora não mereça sequer atenção, se for pra generalizar, podíamos devolver o seu sarcasmo: “Ora não são ‘vocês’ que acreditam que uma explosão deu origem ao universo – e isso é como acreditar que um prédio implodido vai se reorganizar sozinho tornando-se um edifício ultramoderno. Não são ‘vocês’ que acreditam que o homem evoluiu do macaco??????
      Para seu governo: nem todos os crentes em Deus acreditam que a Terra é o centro do universo e que tudo foi feito em 7 dias…

      Thumb up 4
    • Você não entender por que o homem não descende do macaco é justamente por que “Todo evolucionista diz isso só pra chamar o outro de ignorante”. Não sei se o “todo” aí está totalmente certo, mas é bem por aí. O que se diz, na verdade, é que não descende de nenhumadas espécies “modernas” de macaco. Outros, para demonstrar um pouco mais de inteligência, dizem que não evoluímos de macacos por que evoluímos de símios, ainda que todo dicionário de língua portuguesa registre símio como sinônimo de macaco, usam isto para chamar a todos de burros. Uma minoria que considera os demais burros e… egocentristas.
      Este desenhinho evolucionista http://www.murilogun.com.br/wp-content/uploads/2011/08/6803B.jpg, mostra como se acredita que humanos evoluíram de símios E macacos, mostrando como o que ainda interessa nestes seres tão evoluídos, não é o conhecimento característico do Homo sapiens, mas sim a competição e luta por superioridade, característicos do Pan troglodytes.

      Thumb up 5
    • Rotular as pessoas é uma prática que diz muito sobre o caráter de quem faz isso. Todo o seu comentário pode ser resumido assim: “Como eu sou inteligente e esclarecido! E como você é ignorante e fanático! Por que? Ora, porque não pensa como eu…”
      Isso é muito deprimente…

      Thumb up 3
  21. Gostaria de esclarecer a quem interessar que este Romulo não é o Rômulo vulgo R^ml que costumava comentar antes da exigência de inscrição.

    Thumb up 2
  22. Aí, BODIVINO!

    Destaco: “…o site não “solicita” opiniões anticientíficas…”

    Comentário: então, se vc não for MECANICISTA FISICALISTA REDUCIONISTA e ATEU NIILISTA, vc não tem hipóteses “válidas” para esse site e o que vc tem são meras “opiniões anticientíficas”…

    P.: “…o site não incentiva o cientificismo, incentiva liberdade de observar e hipotetizar, cerne da própria ciência…”

    Comentário: pois é, eu também concordo com isso.

    “Cientificismo” não combina mesmo com liberdade de observar e hipotetizar, cerne da própria ciência e vc é um excelente exemplo de um livre-pensador a combater esse cancro metafísico atrelado á ideologia neo-liberal.

    Nosso amigo Romulo te fez um elogio, não é mesmo? Replico-lhe esses mesmo elogios à sua prédica.

    Thumb up 2
  23. Penso que o número de ateus no Brasil é bem maior do que se imagina. Por que? Vejamos o fenômeno da internet: em debates, salas de bate-papo, enquetes, redes sociais, etc, vemos que os participantes ateus representam muito mais que os supostos 7% estimados pelo IBGE. Só na enquete, aqui, do site, no momento, vejo 45% de ateus, 44% de teístas, 11% agnósticos. Muitos podem dizer: “ah, mas isso representa só as classes com acesso à internet!”. OK, mas a classe C, por exemplo, hoje não tem maiores problemas para acessar a net. Devemos levar em conta, também, o fato de que muitos que se dizem teístas no mundo “não virtual”, o fazem com receio de preconceito, de exclusão de um grupo social, ou até de ameaça ao seu emprego. Na net, não. Ele pode se expressar sem medo de retaliações apenas pela sua descrença em sobrenatural. Por fim, o crescimento econômico do país nos últimos anos, ainda que tímido (mas muito acima das décadas passadas) coincide com o crescimento dos ateus (em termos proporcionais, mais que os evangélicos – basta acessar os dados do IBGE e fazer as contas) e agnósticos. Quero dizer, será que é só coincidência?

    Thumb up 6
    • Não tem nada a ver. Da mesma forma que o público com acesso à internet não pode representar a totalidade da população, muito menos o público que acessa o HypeScience pode ser usado como amostra da totalidade que tem acesso à internet.
      Se eu pegar os comentários no Centro de Mídia Independente, vou chegar à brilhante conclusão de que, usando os seus números, 45% da população brasileira é comunista, 44% anarquista e 11% fascista.

      Thumb up 9
    • Não entendi a relação, mas a força não pode trazer nada nem semelhante. “Através de uma transformação profunda nas bases e nos valores da sociedade”, esta é a resposta. O uso da força não pode nem chegar perto de produzir isto. O uso da força e a competitividade são irmãs, acho que eu nem sei diferenciar. A força é usada na luta de uma minoria contra uma maioria, o povo não precisa usar força contra o Estado. Quanto à força do Estado, ela é uma ilusão coletiva. Se todos formos desobedientes, faltarão soldados para nos prender, se houvessem soldados faltariam prisões. A transformação na sociedade depende da vontade de seus integrantes. A solução pra sociedade seria uma mudança no íntimo de todo ser humano, e que os mesmos norteiem uma educação libertária, desatrelado de interesses capitalistas. Um médico, em geral, não é médico por que tem o dom de cuidar de alguém. Ele o é por que teve dinheiro para o ser, e o quis ser por que isto lhe traria mais dinheiro. Assim é a sociedade. O homem não trabalha pelo homem, mas contra o próprio homem, em competição.
      Mas, sem contradição se bem interpretado, não acho o uso da força inútil ou desnecessário em toda e qualquer situação. Se você me bater numa face, talvez eu suporte. Mas se te vir a estuprar alguém, verá por que meus punhos são calejados, entende?
      Cara, este é um texto que ainda cheira a minha adolescência, acho interessante como eu tenho andado na contramão. As pessoas costumam se arrepender, rir ou se envergonhar do que disseram nessa época. Eu me pergunto por que não sei mais escrever assim.

      Thumb up 4
    • Pegue a primeira pergunta, retire a interrogação, esta é minha resposta. Mas, veja bem o raciocínio: rejeitando o “se não se pode vencer, junte-se a eles”, quem é o mais forte afinal? Se eu sozinho não posso vencer todo o sistema (chorem, abutres),todo o sistema também não poderá me vencer!

      Thumb up 6
    • Acho que em relação ao percentual alto de Ateus em sites com assuntos científicos, comunidades cientificas, astronomia… aqui no Brasil. Seria pelo fato de a maioria dos crentes não se interessarem por assuntos desse tipo. Mas conversando com pessoas na rua vc percebe que o percentual de Ateus é muito baixo mesmo, não discordo de ser apenas 7% em todo o Brasil não heim.

      Thumb up 2
  24. Romulo

    Destaco: “…Talvez esta página não seja a mais apropriada para você externar sua visão de mundo e suas crenças…”

    Comentário: Leia esta frase: “…Você se arrisca a compartilhar suas hipóteses do porque isto acontece?…”

    Tá no fim desse artigo!!!

    Thumb up 2
    • P.: “…Existem diferenças entre o ateísmo e o antiteísmo…”

      Comentário: as diferenças são “bizantinas”, meu caro! Ateismo e anti-teismo são farinha do mesmo saco.

      É sintomático que ateus se “diferenciem” entre si do mesmo modo que cristãos, islâmicos, budistas, judeus, hinduistas, etc. etc. etc. (etc. = filósofos, cientistas, artistas, políticos, economistas, etc. de novo…argh!!!).

      Cara, simplifique as coisas: isso de um ter mais razão que outro é “irracional”…

      Thumb up 0
  25. Antônio Junior, isto é óbvio até a própria Bíblia tem profecias de milhares de anos atrás que confirmam essas suas perspectivas e te digo mais, isto não será só no Brasil, será uma perspectiva mundial. A educação leva à ciência (humana) e a mesma quando mal utilizada leva ao distanciamento do Deus verdadeiro.

    Deus diz que nos últimos dias a ciência dos homens se multiplicaria.

    “E tu, Daniel, encerra estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará.” (Daniel 12 : 4)

    Mas adverte que todo este conhecimento para Ele é loucura, não o conhecimento em si, pois sabemos que o conhecimento do homem provém de Deus (Já que este foi feito a imagem e SEMELHANÇA de Deus) mas sim a forma com que o homem utiliza este conhecimento, com Teorias loucas que temtam explicar o infinito por meio de uma mente finita e sempre serão teorias pois não há provas para muitas delas…

    Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio.
    Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.
    E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são vãos. (I Co 3:18-20)

    Não sou contra a ciência pelo contrário, admiro muito a capacidade humana principalmente na medicina biológica, mas o homem na sua loucura de procurar razão pra tudo se perdeu e acabou deixando Deus de lado principalmente por causa do conhecimento aflorado e na capacidade de ajuntar riquezas neste mundo passageiro. Se nossa esperança for apenas neste mundo somos os mais miseráveis de todos os homens, pois tudo isto é passageiro.

    Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.” (I Coríntios 15 : 19)

    Além, do mais como você disse que a tendência é que os mais “inteligentes” e os mais “bem-sucedidos financeiramente” não sejam os evangélicos e sim as outras religiões, o que eu tenho a dizer pra você é que foi justamente isso que Jesus Cristo pensou há aproximadamente 2000 anos atrás, não que os “ricos” e “sábios” não poderão herdar o reino dos céus mas será mais difícil visto que sua atenção, dedicação e esperança está fixada nos bens materiais e em sua própria capacidade de raciocínio, mas maldito o homem que confie nele mesmo… Pois tudo neste mundo é passageiro, inclusive o homem menos nosso espírito que é imortal e seguirá seu juizo.

    Enfim meu amigo, a apostasia, o esfriamento do amor, o aumento da ciência, entre outros muitos acontecimentos estão escritos na bíblia e muito bem explicados…

    Abç!

    Thumb up 7
    • Não há sequer uma profecia bíblica cumprida. Tudo que vocês dizem não passa de tentativa de fazer o texto se encaixar nos fatos – do mesmo jeito que fazem em relação a Nostradamus.
      Quanto a esse papo de “esfriamento do amor”, é muita arrogância e presunção sua. Tá querendo insinuar o que, com isso? Que ateus e sem religião, em geral, não têm amor?! Creio que temos até mais que vocês, teístas. Afinal, não veneramos um livro recheado de sangue, genocídio, infanticídio, incesto, traições, apologia à escravidão, sacrifícios incontáveis de animais, execução de prisioneiros, etc. Se o amor teísta vem de livros como esse, então um mundo de maioria ateia será mesmo um mundo com muito mais amor (e amor sem interesse em recompensas post mortem!), tolerância, razoabilidade e compreensão.

      Thumb up 9
    • Fato verídico.

      Thumb up 3
    • Meu amigo Roger70 preste mais atenção quando ler um comentário e não vem com essa de querer acrescentar palavras que não foram ditas. Se você for um pouquinho mais inteligente verá que eu não especifiquei religião nenhuma, só disse que o amor de “MUITOS” se esfriou incluindo qualquer tipo de religião e até não religiosos, é nítido ver que o ser humano está cada vez mais intolerante, acomeçar por você, que pelo seu comentário pode-se ver isto. Outra coisa meu querido, se você pensa que as profecias Bíblicas, nenhuma se cumpriram, o problema é seu, cada um enxerga as coisas como bem quer, se eu fosse você, se quisesse realmente comentar algum tópico sobre Bíblia estudava mais ela, assim teria argumentos, se estudar vai ver que muitas se cumpriram e continuará se cumprindo querendo você ou não, pois sua forma de pensar é irrelevante para o cumprimento das profecias, você é muito importante pra Deus, mas o querer tem que partir de você. Só mais uma coisa, nós evangélicos ou qualquer outra religião nos esforçamos para pregar o evangelho para ateus ou qualquer outro tipo de religiosos ou não porque cremos no evangelho, mas nada pode ser feito se você não quer e não é por isso que vamos ficar insistindo como se tivesse vendendo banana podre em final de feira, a palavra de Deus é muito preciosa para ficarmos discutindo ela com ateus mimados que não sabem e nunca saberão a verdade, a não ser que queiram, porque senão serão sempre enganados e só descobrirão a verdade no fim onde não mais haverá oportunidade de salvação, isto é como dar pérolas aos porcos.

      Desculpe-me, mas cada um é tratado da forma que quer ser tratado, não é do meu feitio falar desta forma, mas você pegou um texto e de forma grosseira também interpretou tudo errado.

      Passar bem meu querido!

      Thumb up 3
    • Não mesmo?

      No artigo da Wikipedia sobre ‘CRISTO’ mostra dezenas de passagens do Antigo Testamento (escritas séculos antes do nascimento de Cristo) que se cumpriram na pessoa de Cristo, inclusive: que ele nasceria de uma virgem, falaria em parábolas, faria milagres, seria rejeitado e traído por trinta moedas de prata, seria acusado injustamente, seria rejeitado e ferido por nossas iniquidades, seria cuspido e esbofeteado, teria os pés e mãos transpassados, oraria pelos inimigos,lançariam sorte para repartir suas vestes, o fariam beber vinagre, não teria os ossos quebrados, um rico o sepultaria, ressuscitaria no terceiro dia, etc., etc., etc.

      Thumb up 4
    • D.R., é inútil responder assim se eles simplesmente não acreditam que tais coisas realmente aconteceram. Por exemplo, foi profetizado que o Cristo entraria em Jerusalém montado em um jumento. Se ele, o Cristo, sabia o que foi profetizado, ele arruma um jumento e entra. A pergunta que lhes resta é: Isso é seu cumprimento de profecia?
      Eu considero muito mais surpreendente, por exemplo, Daniel 11, pois se encaixa perfeitamente com a história de Ptolomeu IV e V, Antíoco III, Filipe V e a famosa Cleópatra. Mas muitos dirão que a interpretação é forçada como afirma Roger70 (e faz sentido, veja quantos anticristos existem relacionados a um mesmo texto, variando tão somente de quem interpreta), outros dirão que o texto foi escrito depois do ocorrido. Então D.R., não adianta mostrar profecias cumpridas no Cristo pra quem simplesmente não crê nele. Não adianta.

      Thumb up 3
    • Novamente, D.R., não adianta dizer que a profecia bíblica se cumpriu por estar escrito na bíblia, é inútil.

      Thumb up 3
  26. No tópico do HypeScience ” Medo da morte torna ateus inconscientemente mais receptivos à religião ” pode-se apreciar o quanto os ateus não conseguem esconder a natural religiosidade dos seres humanos, que ultrapassa de longe o controle que a razão (mal)exerce sobre os sentimentos.

    Não é de se admirar que nos EUA a religiosidade não tenha decaido tanto como decaiu na sofrida Europa que, desde a Era Napoleônica até o período de reconstrução no pós II guerra mundial precisou pagar pela prepotencia de tentar dirigir os destinos de toda a Humanidade.

    Por lá a fé em Deus é frágil porque os europeus não se sentem mais tão poderosos quanto se achavam no início do século XX!!!

    Se a Europa reviver seu inferno passado, voltarão correndo a sua antiga fé cristã…

    Thumb up 1
    • EUA: se enfiou numa tremenda crise que só agora, uns 5 anos depois, começou a se recuperar. Também são notáveis pelo belicismo voltado aos interesses econômicos (o cristão George Bush que o diga…). Na Europa, os países mais desenvolvidos e que melhor reagem à crise são de maioria ou em grande porcentagem ateia (Alemanha, Suécia, Dinamarca, Finlândia…) ao contrário de países como Grécia, Itália – essa, ainda extremamente cristã… Ao contrário do que você diz, é justamente essa fé em deus que demonstra a fragilidade dessas pessoas. Ao invés de agir com a razão, se apegam a mitologias.

      Thumb up 4
    • P.: “…EUA: se enfiou numa tremenda crise que só agora, uns 5 anos depois, começou a se recuperar…”

      Comentário: vc não conhece as características do Capitalismo. É melhor voltar pro 9º ano fundamental, onde se estudam essas coisas. Achar que a ‘culpa’ é da Religião, é muita falta de conhecimento!

      Talvez vc possa acessar, pela internet, o documentário do History Chanel denominado A SAGA DOS EUA. Se não conseguir, paciência…

      P.: “…Também são notáveis pelo belicismo voltado aos interesses econômicos (o cristão George Bush que o diga…)…”

      Comentário: ora, e isso só acontece em paises cristãos????????

      P.: “…Na Europa, os países mais desenvolvidos e que melhor reagem à crise são de maioria ou em grande porcentagem ateia (Alemanha, Suécia, Dinamarca, Finlândia…)…”

      Comentário: e vc está “crente” que são ideais ateus que os mantem “desenvolvidos”? tsk. tsk. tsk.

      P.: “…ao contrário de países como Grécia, Itália – essa, ainda extremamente cristã…”

      Comentário: misturou as eras, cara! Estamos na Era Contemporânea, que começou com a Queda da Bastilha (onde os plebeus suprimiram o poder da Monarquia e do Clero!!!) e se desenvolveu a nova “ditadura” neo-liberal, que “ferra” ateus e cristãos na mesma proporção.

      P.: “…Ao contrário do que você diz, é justamente essa fé em deus que demonstra a fragilidade dessas pessoas. Ao invés de agir com a razão, se apegam a mitologias…”

      Comentário: não é o que dizem ateus como Slavoj Zizek, Zygmunt Bauman, Boaventura de Sousa Santos e Milton Santos, que são alguns dos estudiosos da pós-modernidade.

      Se vc reduz a compreensão das causas dos problemas econômicos ao ambito das crenças religiosas de alguém, então vc é mais uma pobre vítima do sistema educacional brasileiro.

      Recomendo-lhe o documentário (ateu) DA SERVIDÃO MODERNA, acessível na internet, seguido da série (atéia) ZEITGEIST, em 3 versões, para que vc comece a sair desse “nonsense” que te embutiram na cabeça, sobre a atual situação em que estão envolvidos todos os seres humanos deste planeta, independente de crenças e condições econômicas.

      Thumb up 2
  27. Deus é simplesmente mais alguém a quem amar. Mais um vício a se largar. É uma fantasia que “escolhemos” para tapar os buracos das desilusões palpáveis. E por que funciona tão bem? Porque, por enquanto, é impossível prová-lo irreal ou real. É suposto amor perpétuo. E como a única forma de se comunicar com você que Deus tem, é por meio da suposta autoria de boas ações, não há possibilidade de negação. Ele não é como o resto das pessoas, ele nunca te deixará. Deus é garantia de amor eterno, até que se prove o contrário. É segurança, é apoio. É a bengala de uma humanidade manca.

    Deus fica porque ele nunca vai. E ele nunca vai porque ele nunca esteve. E como nao se pode provar que ele nunca esteve, ele sempre vai estar… Seja ele uma luz/energia ou, em sua mais clássica versão, um velho barbudo no céu. Sempre será… Ladrão de créditos da aleatoriedade, mascarado de amor para a eternidade. Salvação teórica dos aflitos. Assassino sanguinário do mais puro existencialismo.

    Thumb up 34
    • “EXISTENCIALISMO” é um conceito muito antiquado em nossos tempos hipermodernos, ma cherie!

      Aprenda: existencialismo = puro consumismo…

      Se Deus “assassinar sanguinariamente” o consumismo desenfreado, a Humanidade terá mais uma chance para evitar a própria auto-extinção.

      Thumb up 0
    • Mon Cheri,
      À Saber:
      “Existencialismo é um conjunto de doutrinas filosóficas que tiveram como tema central a análise do homem em sua relação com o mundo, em oposição a filosofias tradicionais que idealizaram a condição humana.”
      “Apesar de sua fama de pessimista e lúgubre, o existencialismo, na verdade, é uma filosofia que não faz concessões: coloca sobre o homem toda a responsabilidade por suas ações.”
      “Somos os responsáveis por nossa existência
      Se o homem primeiro existe e depois se faz por suas ações, ele é um projeto – é aquele que se lança no futuro, responsável pelas suas possibilidades de realização.”

      Portal de filosofia;

      Thumb up 5
    • LULU

      A TEORIA, NA PRÁTICA, É OUTRA…

      O legado do Existencialismo degenerou no hedonismo pós-moderno e no niilismo pós-humano dos dias de hoje.

      É difícil identificar alguém relacionado à enfrentar a “angústia existencial”, sem um Prozac ou sem Fluxotina ou Ritalina ou qualquer outra panacéia psiquiatra na objetivação de seu “projeto”.

      Somos responsáveis pela nossa existência?
      Gostariamos de ser responsáveis???

      Ora, tá cheio de “existencialistas responsáveis” correndo atrás de luxo e moda nos shopping center, pouco se lichando para os seus projetos de vida autônomos, confundindo-os com os projetos de seus chefes e por um lugar ao sol nas grandes multinacionais, quando podem estar lá, depois de vários MBA’s.

      Espetáculo lúgubre é ver o quanto nos tornamos servís DOS OUTROS, esquecidos de nós mesmos. Existencialismo é letra morta e enterrada nos “projetos” até mesmo dos intelectuais, quanto mais no das pessoas comuns.

      O que pode ser constatado, hoje em dia, é que estamos caminhando para uma concepção de mundo onde O HOMEM NÃO EXISTE MAIS: É O PÓS-HUMANO, infelizmente, que vai está redefinindo as pessoas, no horizonte próximo.

      Não somos mais responsáveis por nós mesmos, portanto, o existencialismo é mais uma opção (fora do mercado, por se antiquado) para alienar gente que vive no mundo das letras e das filosofias que transformam nada em coisa nenhuma.

      Para reorientar-se nessa primeira década do século XXI, assista os seguintes documentários, felizmente disponíveis na web:

      - DA SERVIDÃO MODERNA
      - ZEITGEIST I, II e III
      - PREPARE-SE
      - VOZES CONTRA A GLOBALIZAÇÃO
      - Vídeos para MILTON SANTOS POR UMA OUTRA GLOBALIZAÇÃO

      Leia também:

      - Zygmunt Bauman (há videos discutindo seu pensamento no site do “Café Filosófico” e no site do “Invenção do Contemporâneo”)
      - Slavoj Zizek (há uma transcrição da participação dele no site “Memória Roda Viva” http://www.rodaviva.fapesp.br/materia_busca/722/Slavoj%20Zizek/entrevistados/slavoj_zizek_2009.htm )

      De Boaventura de Sousa Santos, há para ler:
      - Eurozine OS PROCESSOS DA GLOBALIZAÇÃO, disponivel na Internet

      “…Um sapo do poço não conhece o Oceano…” (provérbio japonês)

      Thumb up 1
    • Poeticamente antiteísta.

      Thumb up 6
  28. Faço as seguintes comparações:
    - Naquele experimento da análise do padrão de marca deixado pelo bombardeio de elétrons, ao se colocar a dupla fenda, viu-se o registro de múltiplas fendas. Ao se tentar analisar o por que o elétron passa a se comportar como onda ao invés de partícula, ele voltou a se comportar como partícula, deixando o registro de apenas 2 fendas…
    Traduzindo isso em termos de comportamento da dinâmica cerebral, isto mostra como uma mente racional, ou analítica, ou questionadora da condição da fé pode derrubar uma outra condição inerente nossa que seria contemplativa, indutiva, ou simplesmente intuitiva.
    - Traduzindo em termos de equações matemáticas seria o equivalente a uma lógica aristotélico-cartesiano-euclidiana estar rechaçando uma outra não aristotélico-cartesiano-euclidiana, isto é, baseado na presença do infinito, que também é uma condição relativística, assim como a física quântica.
    : Em suma nosso racionalismo, ao mesmo tempo que serviu de alicerce para todo o dinâmico desenvolvimento material, serviu para nos frear da sabedoria milenar baseada mais na espiritualidade e mente dedutiva.
    Afinal de contas até a época dos gregos antigos todas as bases do atual conhecimento humano foram estabelecidas sem a ajuda da metodologia científica atual, mas muito mais através de bases comparativas entre os diversos conhecimentos como o estudo dos astros, da biologia antiga, da filosofia e da espiritualidade.
    Isto é o conhecimento antigo era muito mais holístico, ou global e nem por isso teve menos sucesso.
    Agora especificamente com relação a figura de Deus sempre houveram manipulações pelas religiões, mas isso não teve uma relação direta com o desenvolvimento da fé ou da espiritualidade, daí que inúmeros foram seus representantes, cada um tendo seu papel.

    Thumb up 5
    • Como consequências desse desequilíbrio ditado pelo imperialismo da razão hoje vivemos num mundo muito rico em conhecimentos particulares e não globalizantes, isto é aprendemos a ir para a Lua, mas esquecemos de cuidar de nossos semelhantes e do próprio planeta.

      Thumb up 9
  29. Concordo em parte com vc. A “religião” que mais cresce é hoje o Ateismo no mundo. Creio firmemente que a educação esta ligada fortemente com o aumento do ceticismo no mundo. Enquanto nossa pobre educação continuar haverá expansão de reliigiões evangelicas pentecostais que exigem pouco raciocínio. Ja o Espiritismo, apesar de ser muito aberto a outras manifestações religiosas, exige estudo. Ninguém se torna espirita indo em centros, mas estudando a doutrina uma coisa que em países como o Brasil se torna mais difícil pois a grande massa é semi-analfabeta.

    na minha perspectiva do Brasil|:

    Evangelicos – formarão mais de 50% da populacão brasileira, mas será na grande maioria de classes sociais mais baixas, com pouca instrução e “marginalizados” pela sociedade, principalmente a elite acadêmica e econômica. Os pentecostais serão dominantes no meio e tendem a influenciar na política e na cultura trazendo uma agenda ultraconservadora.

    Católicos – Tende a perder espaços na sociedade. Irão apenas preservar a tradição, mas pouca influencia dogmatica e política na sociedade.

    Espiritas – Dos religiosos, serão a elite da sociedade, poucos, mas formadas por pessoas intelectualmente mais bem servidas. Tendem a ser mais abertos e tolerantes.

    Ateus – Dividirão com espiritas, a elite intelectual do país. Terão sua base em Universidades, Academias e etc.. Irá ser uma espécie de contra-ponto do movimento evangelico tentando preservar a laicidade do estado e direitos individuais ameaçados pelos evangelicos que tendem a defender um estado maisnteocrático.

    Thumb up 3
    • Na verdade, o ateísmo seria uma desreligião da desesperança, já que religião significa religar o homem a Deus; enquanto que o ateísmo desliga o homem de Deus e retira dele qualquer esperança de uma vida após a morte ou de um futuro para a humanidade.

      Pois, acreditemos ou não, gostemos ou não, exista ou não, Deus sempre foi e sempre será a nossa ÚNICA esperança!

      Não acredito que seja a educação que está tornando as pessoas céticas e sim a doutrinação marxista nas escolas, cursinhos e faculdades, realizados por muitos professores ateus de esquerda que atacam muito a Igreja Católica e o cristianismo.

      Se vocês lerem o livro “UMA HISTÓRIA QUE NÃO É CONTADA” (do ilustre Prof. Felipe Aquino: engenheiro, físico, doutor pelo ITA, escritor, apresentador, etc.); que conta a verdadeira história da Igreja, da Inquisição e da Idade Média, baseada em novas pesquisas de historiadores modernos; mostrando o quanto a Igreja Católica foi importante para a civilização ocidental e para o mundo. Verão que a história que nos foi ensinada na escola foi muito deturpada.

      Aliás, se Cristo e a Igreja não tivessem existido, nenhum de nós estaríamos aqui, já que a história do mundo teria sido totalmente diferente do que foi!

      Li uma pesquisa que fala que o catolicismo parou de cair no Brasil. Não sei em outras cidades, mas pelo menos na minha eu nunca vi igrejas católicas tão lotadas.

      E também não acho que o ateísmo é a (des)”religião” que mais cresce no mundo; e sim o islamismo. Os ateus estão fadados a quase desaparecer já que tem poucos filhos. Os cristãos, se continuarem desobedecendo a sábia voz da Igreja, também irão diminuir bastante. Enquanto que os muçulmanos, que têm em média 7 filhos por casal, crescerão exponencialmente. Se nada for feito e se daqui algumas décadas o Islã resolver invadir a Europa, provavelmente, só irão encontrar velhinhos de bengala tentando defender seus países.

      Parece brincadeira, mas o assunto é muito sério!

      Thumb up 5
  30. Para ampliar a reflexão, é interessante notar que a taxa de suicídio em países muito ricos costuma ser alta. Será que a falta de fé produz mais falta de esperança e mais suicídios? Não estou dizendo que pessoas religiosas não cometam o desatino, MAS será que a prevalência da riqueza material e do ateísmo resulta em mais suicídios? Exemplos de países que sugerem esse dado: Japão, Suécia e Finlândia. As três nações são bem ricas e o número de ateus na população é bem alto. A taxa de suicídio nos três países é bem alta. Trago essa informação porque acho importante a gente analisar as coisas por diferentes ângulos. Se a fé pode ser alienante, a falta de fé pode ser desesperadora.

    Thumb up 15
    • Cláudia, sim a taxa de suicido é alta, mas isso não quer dizer q são apenas ateus que se suicidam! Qualquer pessoa pode chegar a esta decisão, ainda mais quando se pede ajuda para um ser imaginário fica bem difícil de se obter respostas.
      Então você esta dizendo quem em países subdesenvolvidos apenas ateus se suicida?

      Thumb up 5
    • Numa sociedade, onde somos forçados desde o nascimento a acreditar em um ser invisível e intangível e onde somos constrangidos em nossas atitudes em função deste big brother que nos monitora 24 horas por dia, mas que nos promete mesmo com todos estes infortúnios uma vida plena após a morte material, eu diria que não é facil ser ateu.
      Pessoalmente, posso dizer que meu ateísmo foi marcado por incertezas quanto à necessidade do sofrimento material, visto que não haveriam recompensas. A ficha só caiu quando percebi que a recompensa está sendo vivida no momento e que não há sentido em desperdiçar uma vida na incerteza de um recompensa prá lá de duvidosa.
      Quando entendi que o sentido da vida não está fora dela, mas nela mesma, então a vida passou a ser maravilhosa e o paraíso é este corpo que habito, cheio de virtudes e defeitos, de alegrias e tristezas, frustrações e realizações.

      Suicídio porque? agora que sou livre!

      Thumb up 5
    • Na verdade é o contrário. Veja o seguinte artigo, que aponta o resultado de um estudo global sobre saúde pública:

      http://www.portalateu.com/2008/01/22/estudo-sobre-crenca-em-deus-e-saude-publica/

      Resultados encontrados:

      1. Democracias seculares têm visto a taxa de homicídios diminuir progressivamente até atingir os valores mais reduzidos de sempre. Por outro lado, os EU, onde os níveis de religiosidade são muito elevados, são a única democracia próspera que tem altos valores de homicídio. Portugal, apresentado neste estudo como uma sociedade teística, tem valores de homicídios muito acima de outras democracias seculares.

      2. A correlação positiva entre factores religiosos e mortalidade juvenil é declarada, principalmente entre aqueles que tem valores mais elevados de crença e prece.

      3. Relativamente a DST’s, taxas de gonorreia adolescente nos EU são seiscentas vezes mais elevadas que em países menos teístas, e com sociedades seculares. Igualmente os EU mostram as taxas mais elevadas de infecções de sífilis. Duas das mais curáveis DTS’s foram quase eliminadas em países da Escandinávia, que se caracteriza por ser fortemente secular.

      4. Taxas de aborto adolescente mostram correlações positivas com crença e “entrega ao criador”, e correlação negativa com ateísmo. Novamente, o pais que mais sofre de aborto em adolescentes é os US, novamente, o país no estudo com maior número de crentes. Um ponto interessante de analisar foi a afirmação de João Paulo II que a cultura secular agrava a taxa de abortos, enquanto os dados mostram exactamente o contrário.

      -o=O=o-

      Em outras palavras, aborto e suicídio são maiores onde a religião é mais forte. O artigo apontado acima tem um link para a publicação original, que é de 2005. Em inglês: http://web.archive.org/web/20110728201143/http://moses.creighton.edu/JRS/2005/2005-11.html

      -o=O=o-

      Um outro artigo interessante, não relacionado diretamente, aponta que, nos EEUU, a taxa de divórcios é maior entre os religiosos conservadores:
      http://www.religioustolerance.org/chr_dira.htm

      Thumb up 2
  31. Todos somos ateus aos deuses dos outros, a diferença é que o ateu nao acredita em mais um deus.

    quem ver anjos, fala com santos, etc. tem uma esquizofrenia aceita socialmente.

    mitologia é como chamamos a religiao dos outros.

    Thumb up 9
  32. “Os EUA são a zebra da lista, pois mesmo sendo o quarto país com maior IDH do mundo tem uma proporção altíssima de crentes”.
    Zebra? Que maldade…. hehehehehe

    Thumb up 7
    • Calvinistas e protestantes luteranos são os grupos religiosos mais materialistas que existiram na face da Terra, ao ponto de estabelecerem que a salvação estaria diretamente relacionado ao enriquecimento material!

      Thumb up 4
    • Matou a charada, meu caro.

      Max Weber, em “A ÉTICA PROTESTANTE E O ESPÍRITO DO CAPITALISMO”, estudou com precisão esse aspecto da religiosidade protestante.

      Os ateus são os “filhos” culturais dos protestantes e refletem exteriormente o que eles escondem (interiormente) de si mesmos nos cultos religiosos que praticam.

      Thumb up 4
    • A planilha está disponível no artigo para você “mostrar o que quiser” também.

    • Claro que está. Ela sempre é fornecida. Você fez estatística na faculdade?

      Thumb up 4
    • Desculpe mas isso é ciência sim, envolve Estudos Sociais, Geografia e História, além de matemática no levantamento de uma média mundial.

      Thumb up 45
    • estou muito triste, muito, muito triste que este post esteja protegido atras das magnificas ciências naturais que tem por aqui, só por que também é “cientifico”. puff, é a mesma coisa que chamar algumas musicas de hoje em dia de “sertanejo”

      não entendo os donos deste site… Sabem que estes assuntos provocam discussões, por que continuam criando posts como esse?

      #PROTESTO: Hypescience,não importam quantas matérias vocês montem, os religiosos não vão virar ateus e os ateus não vão virar religiosos, nunca! voltem a mostrar aquelas matérias que eram interessantes e evoluiam!

      Thumb up 5
    • Se teve algo que eu aprendi na Faculdade…é que o debate é uma forma antiga de evoluir grupos, porém quem está no grupo precisa ter a cabeça aberta para todos os pontos de vista sobre o assunto, tanto que eu li os posts teístas e ateístas. Não é que esse tipo de tema não deva ser discutido, mas você precisa deixar seus preconceitos de lado para que possa debater esses temas sem que possam gerar conflitos pessoais…acho o HypeScience genial por postar matérias relacionados a esses assuntos

      Thumb up 3
    • Perdão, Jonatas, mas esses “Estudos Sociais, Geografia e História” (principalmente História!!!) reflete apenas os pontos de vistas do grupo que enfiou o 1º grande mundo dos ateus na grande crise econômica do nosso século, o que vem dando atenção à críticos (sociólogos e historiadores) que a explicam à luz do “ateu” Karl Marx.

      Quanto ao levantamento estatístico, a “aparência” (fenômeno) da distribuição econômica no mundo pode ser mostrada, mas é ilusório tentar “demonstrá-la” com paradigmas ideológicos neo-liberais.

      O Junior tem muita razão nessa questão: Ciência DE QUEM há nisso?

      Thumb up 10
    • A pesquisa é imparcial, IDH é um índice e o levantamento usou esse índice como método desse estudo. Não há tendencialismo ou manipulação de dados alguma, apenas resultado, um resultado estatístico, uma média, não uma generalização. O objetivo do site não é querer tender aos ateus, é querer levantar nas pessoas um senso crítico, uma visão. Tendencialismo é querer entrar aqui e rotular valores nas reportagens, obviamente porque não gostou da pesquisa, ou porque de algum modo o resultado lhe soa ofensivo à sua crença. Júnior está errado nessa questão, a pesquisa é legítima e tem princípio científico.

      Thumb up 5
    • usar formas de questionar a crença de alguém e desrespeitar em qualquer circunstancia que você procurar!

      Thumb up 6
    • O que eu acho embaçado é enxergar alguma “tendência” nisso. São os ricos melhores? Se os mais ricos são mais ateus, parece pra mim um motivo pra querer ser um dos mais crentes. A pesquisa indica então que se eu for ateu estarei associado a uma minoria de sanguessugas que se nutrem do suor daqueles que trabalham? Uma minoria que tem cada vez mais às custas de quem nada tem?
      Tô fora!

      Thumb up 4
    • Junior, com todo respeito, isso que tu tens é uma mania de perseguição. Essa pesquisa nem é de autoria do site, é um levantamento de nível internacional que repito, é imparcial e a única tendência que existe está na interpretação do resultado. Não é na bíblia que vocês praticamente excluem os ricos do reino de Deus? Essa pesquisa até os confirma nessa questão.

      Thumb up 3
    • Jonatas
      Este artigo só levanta “senso crítico” em quem gosta, como vc, de achar que a Estatística é uma confiável ciência exata.

      Nos demais, fica “ao gosto” de cada um rechaçar ou aceitar, com críticas respectivas, as tendencias ateistas deste artigo.

      Thumb up 0
    • Estatística é ciência exata até o ponto em que apresenta números oriundos duma média num levantamento, ela é obviamente matemática, isso é exatas. Quanto à interpretação, ela é humana, mas não tendenciosa, nem a pesquisa nem a reportagem.

      Thumb up 2
    • Todo o avanço do mundo desde de sua origem está relacionado com a ciência!!

      Thumb up 26
    • Leia os verbetes da wikipédia:

      - Renascimento do século XII
      - Ciência Medieval
      - Tecnologia Medieval
      - Terra Plana

      Leia o livro de Max Weber: “O Ética Protestante e o Espírito do ‘Capetalismo’”

      Veja os documentários do History Chanel da série INVENTOS DA ANTIGUIDADE (tem no youtube).

      Vai se surpreender do legado das religiões (construções de templos, agropecuária e construção de cidades), principalmente a Cristã, no desenvolvimento da Ciência no mundo contemporâneo.

      Saiba que Gregor Mendel, Georges Lemaitre e Pierre Teilhard de Chardin são reconhecidos tanto como padres, quanto como cientístas contemporâneos (talvez, mais cientistas que clérigos!!!).

      O avanço do mundo se deve mais a Religião e o avanço da guerra de destruição de massas foi inaugurado na 1ª grande guerra mundial, com a aplicação de Ciência desenvolvida no século XX!!!

      A Igreja Católica havia sido “reduzida” aos limites do Vaticano, por Napoleão Bonaparte, em 1870.

      Thumb up 10
    • Acho que todo o avanço do mundo esta relacionando de fato às maiores grandezas humanas, que são a criatividade, a observatividade e a curiosidade. Filosofia, Religião e Ciência são só manifestações oriundas dessas grandezas, e dependendo de seu uso podem ter efeitos bons ou ruins. Foram preceitos religiosos o foco de crimes irreparáveis, foi fruto da ciência as armas mais devastadoras do mundo, foi fruto de intolerância e ganância a razão desses usos para ambas. No fim, tudo o que somos hoje é fruto das características boas e más que sempre tivemos e vamos continuar tendo.

      Thumb up 7
  33. Todos tem o direito de comentar o que pensa e o quer, mas a verdade é esta em I Coríntios capítulo 1 e verso 27 – Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes.28 – E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são para aniquilar as que são;. Só entende as coisas do espírito quem esta no espirito, é necessário nascer de novo para receber o espírito de Deus, o que nascido da carne intende das coisas da carne ou deste mundo. Os países mais desenvolvidos acreditam no dinheiro e na fama, porque o dinheiro afasta o homem de Deus. Desde o principio os profetas foram perseguidos e os apóstolos e o próprio Jesus e hoje não será diferente. A bíblia vai perder os eu valor com o tempo para cumprir o que esta escrito se você crer será assim não crer será do mesmo jeito. Para você entender o que esta escrito é só que recebe o espirito de Deus. Desculpa por dizer a verdade.

    Thumb up 9
  34. Embora a média da pesquisa indique isso, não quer dizer que o fato de se acreditar em Deus leva ao atraso econômico. O próprio EUA mostra que isso não é verdade; do outro lado extremo, podemos citar Cuba e Coréia da Norte provando que essa tese não é verdadeira.

    A maioria dos países desenvolvidos são europeus, que são na maioria cristãos; e sabemos que o cristianismo é que moldou
    a civilização européia, que foi a civilização que mais se desenvolveu no mundo. Haja vista que os países europeus não ficaram ricos porque parte da população deixou de acreditar em Deus.

    Pelos exemplos que conhecemos, o que leva um país a ficar desenvolvido ou não, não é por causa da religião; mas sim pelo investimento ou não em educação, ciência e tecnologia, etc.; e também pela adesão ou não ao sistema capitalista. A China é um dos países que mais se desenvolve hoje em dia; mas porque adotou a economia de mercado, senão, ficaria estagnada como Cuba, Coréia do Norte e outros países que ainda insistem no sistema comunista; que, além de abolir o livre mercado, sempre procura abolir a religião da sociedade.

    E também sabemos que muitos países da Europa, talvez por não terem ouvido a voz da Igreja, estão entrando num profundo processo de recessão; que foi e será por demais agravado pela baixa taxa de natalidade, que provocará a médio prazo um enorme abismo demográfico (segundo li, na Alemanha e outros países europeus, já é irreversível). Fora a degradação da sociedade ocidental pelo aumento da violência e pelo alarmante aumento do uso de drogas; que, gostemos ou não, são também consequência do afastamento da religião, dos princípios morais e éticos e da perda da fé em Deus.

    Enquanto isso, nos países muçulmanos, a média por casal é de sete filhos. Se continuar assim, corremos o risco de, daqui alguns séculos, a imensa maioria da população mundial não ser nem ateia e nem cristã, e sim muçulmana.

    Temos que notar também que a pequisa não incluiu todos os países; e, a grande maioria, se refere à crença no Deus judaico-cristão. De qualquer forma, eu até achava que na Europa a situação para o cristianismo estava bem pior. Lembrando que a pesquisa apresentada pelo site se refere a quem realmente acredita em Deus e em quem realmente não acredita; não incluindo a percentagem de agnósticos ou de quem acha que Deus existe mas não tem tanta certeza.

    Aliás, Deus não depende de estatísticas. Se Deus existe, ele não vai deixar de existir simplesmente pelo fato das pessoas deixarem de acreditar nele; ele mesmo nos colocou à prova! E, tais pesquisas e fatos recentes no mundo, só confirmam o que profetizou a bíblia: De que, antes da volta de Cristo, haverá uma grande apostasia!

    Thumb up 12
  35. Não vejo diferença entre um ateu e um crente. Um acredita na existência sem provas, o outro acredita na não existencia também sem provas.

    Se não da pra ter certeza de um, por que daria pra ter certeza do outro? O “tornar-se ateu” é cada vez menos acompanhado da lógica, de uma base racional, ja passou a ser uma questão de “status social”, de se achar acima do povão.

    Thumb up 31
    • teoricamente, o mais lógicamente aceitável hoje, seria ser agnóstico. Mas a possibilidade de ser verdade, não agrada ninguem, sobretudo os que querem ser ateus. por isso pouco se fala nestes, mas apenas nos extremos.

      Thumb up 3
    • Como se prova que algo não existe? O ateu não acredita justamente por falta de provas.

      O ônus da prova é sempre do acusador, neste caso, de quem afirma a existência de deus.

      Isto é lógica.

      Thumb up 30
    • Boa tarde espectro. Não se pode acreditar na não existencia por falta de provas, desse modo pouquissimas teorias da física seriam aceitas, temos poucas provas e muitas conclusões.

      Um ateu – palavra que deriva de atheo, “sem deus” – tem certeza de que Deus não existe, é alguem que tem provas irrefutaveis contra a existencia de Deus e, como sabemos, tais provas não existem.

      Vou te apresentar um dos muitos principios cientificos, bastante repetido inclusive por Carl Sagan: “A ausência de provas não é prova de sua ausência”

      Thumb up 14
    • Em Direito, quando há um fato modifiticativo, extintivo ou impeditivo do alegado, há a inversão do ônus da prova.
      Em outras palavras, uma pessoa faz um argumento e vc faz um contra-argumento, vc chama para si o ônus da prova.

      Thumb up 4
    • Vamos fazer uma experiência: eu acredito veementemente com todas as minhas forças que existem 2 sóis no nosso sistema solar, porque eu sinto o seu calor e sua presença e somente os cegos não percebem sua existência.

      Prove para mim que ele não existe.

      Thumb up 10
    • É uma metafora bem infantil. As observações do nosso sistema solar nos garantem que não existem dois sóis, a orbita de todos os planetas garante que não existem dois sóis.

      São duas provas irrefutaveis, conseguidas através da observação, análise e dedução lógica.

      Thumb up 11
    • Uau, essa dos 2 sóis foi péssima. F= GmM/d^2 e F=mW²r. Neste caso , igualandp d^2 com r e F com F temos a distância exata da terra ao sol único de massa definida, E nossa trajetória eliptica em torno do nosso sol com distâncias confirmadas, e ausência de perturbação de nossa trajetória ao longo do tempo. .: Derrubada a teoria de 2 sóis.
      Mas no caso de Deus ? Ponha-se em seu lugar. Nós nos consumiremos em nossa vaidade , e a carne voltará ao pó. Deus tem problemas. e os resolve de modo esquisito. Esquisito para mim e para vc, mas para Ele, é o modo dEle, quer vc goste quer não. Ser ateu por estar revoltado com o “modus operandi” de Deus, não é ser ateu: É ter ódio do modo como escolheu para resolver seus próprios problemas. O ateuzinho do clip que postaram aqui, é um caso claro desse que cito. O Pai das luzes, o que habita no meio da escuridão nos abençoe e nos conduza ao conhecimento da verdade, abraços com carinho a T O D O S

      Thumb up 3
    • De minha parte, há sim muito mais motivos para se acreditar em Deus do que não acreditar.

      O que acho que todos no mundo concordam é que DO NADA ABSOLUTO NADA PODE VIR A EXISTIR. Mesmo com Hawking argumentando que pode, mas o nada dele não é o nada absoluto; quando digo NADA ABSOLUTO é nada mesmo: nem matéria e energia, nem espaço e tempo, nem espírito, nem matemática, nenhuma entidade real ou abstrata.

      Portanto, logicamente e necessariamente, tem de existir pelo menos um ENTE ETERNO que nunca foi criado e não causado por nada, mas que é causa de todas as outras coisas. Isso gera duas cosmovisões do mundo; uma que vai de cima para baixo e outra que vai de baixo para cima.

      Para São Tomás de Aquino e os filósofos gregos e os crentes, esse ENTE ETERNO necessariamente tem de ser infinitamente grande, sábio e poderoso; pois, ele tem de possuir todas as qualidades que dá ao entes contingentes (aqueles que para existir precisam de uma causa anterior). E esse ente ou ser eterno nós chamamos de DEUS. Estranhamente, o Deus revelado por Jesus Cristo possui todas essas qualidades.

      Nesta cosmovisão de cima para baixo, a suprema inteligência (ou Logos) criou a matéria e a energia, o universo e tudo o que existe. Notem que essa suprema inteligência eterna não precisaria necessariamente ter um cérebro, órgãos e membros; ela poderia ser um ente espiritual ou abstrato como a própria razão (ou logos), amor, poder, etc. Seria algo cuja existência naturalmente é eterna e sem causa.

      Já para os materialistas, esse ENTE ETERNO não é algo inteligente ou consciente, mas algo como uma energia ou partícula primordial que pelo tempo e acaso mais seleção natural “criou” todas as coisas. Notem que, neste caso, o tempo tem que existir naturalmente.

      Nesta cosmovisão de baixo para cima, a matéria ou energia ou partícula primordial eterna (aliada ao acaso + tempo + seleção natural) “criou” todas as coisas superiores a ela, inclusive a inteligência e a consciência. Essa cosmovisão era mais fácil de ser aceita antes do Big Bang, pois a grande maioria dos cientistas acreditavam que o universo era eterno e estático. Com a Teoria do Big Bang, comprovou-se que o universo teve um começo no tempo; e, portanto, teve uma causa; o que dificultou muito essa linha de raciocínio.

      Mas, para mim, a MAIOR PROVA objetiva da existência de DEUS são os milagres autêntico da Igreja. Pois, ao contrário dos argumentos filosóficos, eles são observáveis e objetos de estudo pela própria ciência.

      Thumb up 5
    • É uma observação injusta, não acha? Não se pode provar a existência ou inexistência de Deus (afinal, se ele for Todo-Poderoso, ele pode escolher não ser encontrado). Mas você pode provar que Zeus não existe? Pode provar que um Unicórnio realmente não existe? Pode provar que o Curupira nunca fez moonwalk pelas florestas brasileiras?

      Todo mundo é ateu. Os Cristãos não acreditam nos deuses mitológicos, os Protestantes não acreditam em santos, e por aí vai. A diferença é apenas o grau de ateísmo, e aqueles que chamamos de “Ateus” simplesmente não acreditam em nada sobrenatural.

      Por que tal decisão seria desprovida de lógica, se não há como provar nem mesmo a existência de um deus? Da mesma forma que não acreditamos que há duendes espalhados por aí, alguém pode muito bem não acreditar em um ser onipotente, onipresente e onisciente.

      Thumb up 4
  36. Interessante estes dados. Algo que afirma algumas preposições biblicas:

    1. Salomão
    Este afirmou que ter riquezas, mais do que o homem necessita, o faz esquecer de Deus.

    2. Jesus
    Este afirmou que o rico não sente necessidade de Deus porque já tem o ‘seu consolo’, a riqueza. E que o rico é, o de todos, o mais dificil de realmente viver uma fé, quase impossível.

    Esta simples pesquisa creio que poderia ainda mostrar mais intensamente isto, se ao invés de pesquisar como parametro o IDH das nações; pesquisar entre o nível socio-economico das pessoas que se declara ateu ou crente em alguma entidade superior.

    Nota1: acho um pouco ruim o termo ‘Deus’, pois isto se aplica a uma crença monoteísta; todavia, boa parte delas são politeistas e algumas, no entando, nem um nem outro, como algumas espiritas que apenas acreditam na vida após a morte, e que o homem é um objeto em evolução, e vidas posteriores, sem que haja um ser divino. Por isso, por mais simplista e destaque que seja a palavra ‘Deus’, é um termo um pouco incorreto.

    Nota2: Todavia, algumas formas de espiritismo não-teístas, são muito comuns em familias de nível sócio-economico elevados.

    Nota3: Colaborando com a pesquisa. Acredito que ela poderia apenas justificar ao parametro 1 apontado por Salomão (riqueza gera esquecimento de Deus, como ateismo, cetismo, agnosticismo). Mas uma outra pesquisa, colaboraria mais para o parametro 2 apontado por Jesus, de que a riqueza faz o homem não ter necessidade de Deus. E ai neste caso, creio que mesmo os EUA, teríamos um gráfico ainda mais claro; dessas diferenças. Como no caso dos EUA, um dos paises mais declarados cristão do mundo, porém, ao mesmo tempo, em que a religião é mais superficial em suas vidas; diferente do que se vê nos paises árabes de predominancia muçulmana e India, indu. Talvez o único caso particular talvez fossem os judeus de religião judáica.

    Interessante esta pesquisa. Curti.

    Certa vez, eu pensei em fazer algo do tipo, mas uma pesquisa apenas envolvendo pessoas com 3º Grau de Escolaridade, por curso.

    Thumb up 3
  37. O que falta para os seres humanos é um alto nível de consciência, aquele que nos permite ter foco, clareza e discernimento. Temos que saber exatamente quem somos e qual papel nos cabe na vida.
    Nós não entendemos por que estamos aqui e isso nos leva a uma busca por um criador, que tenha feito o universo e nosso planeta por que, convenhamos, se analisarmos minuciosamente o nosso dia à dia, de nossos amigos, de nossos vizinhos, chegaremos ao triste entendimento de que a vida como nós observamos, não faz o menor sentido. Nascer, crescer, trabalhar, procriar e morrer…
    Somente um estudo profundo das Leis que regem o universo pode dar aos Seres Humanos as pistas de que precisa para saber qual é o seu verdadeiro papel na Terra.

    Thumb up 4
  38. Bom se estão pedindo para compartilhar hipóteses, o irônico é que Mateus 19:16-24 já falava sobre isso. Não vou escrever o texto na esperança de não ser censurado.

    Thumb up 2
  39. Quanto mais se estuda, mais se percebe o quanto a religião é uma forma de manipulação política e social das massas.
    A maior invenção do homem, não foi a roda, foi deus.

    Thumb up 54
    • Disse tudo e mais um pouco

      Thumb up 15
    • Concordo com vc, mas não é só isso. O ser humano tem a necessidade de achar que ele é superior a tudo que veio antes dele. Acreditar em deus significa acreditar na vida eterna, viver para sempre, ter a certeza que “sua vida irá sobrepor o tempo”. Já as pessoas que Não acreditam, vc pode observar que não tem preocupação com o viver para sempre, mas a preocupação em deixar seu nome na história ajudando de alguma forma o seu próximo, o que é bem diferente, e que estranhamente se assemelha bem mais com a frase “-Amai uns aos outro como vos amei”.

      Thumb up 5
    • Se você falar que a religião foi criada pelo homem, vou concordar com você. Agora, baseado em que você afirma que Deus foi criado pelo homem? Você pode provar a existência ou não de Deus?

      Thumb up 2
    • Seu comentário deveria fazer parte do artigo, pois expressa de forma crua e direta o quão ela é verdadeira…

      Thumb up 2
    • Que ridículo dizer que o homem inventou Deus,é tanto egoísmo dentro dos homens que eles não pensam na possibilidade de um Ser Superior ter nos criado…O Big Bang apresenta tantas falhas ao explicar como o nosso sistema pode ter sido criado! Não tem lógica a natureza agir sem intenção alguma,só por naturalidade,aí é que entra o óbvio da questão.

      Religião é uma coisa,Deus pode estar até bem longe delas.Isso vai depender de outras questões!

      Thumb up 1
    • Será melhor para seu equilíbrio mental assistir os documentários (na internet):

      - Zeitgeist (I, II, III)
      - Da Servidão Moderna
      - A História das Coisas
      - Vozes contra a Globalização

      Não se preocupe: são documentários produzidos por ateus.

      Depois de assistí-los, vc saberá que o neo-liberalismo é uma forma de manipulação política e social das massas muito mais sofisticada do que o revivalismo protestante de hoje em dia.

      Se quiser conhecer documentos acadêmicos sobre essa manipulação, leia: OS PROCESSOS DA GLOBALIZAÇÃO, do sociólogo português Boaventura de Sousa Santos (ateu), disponível na Internet.

      Há obras de Zygmunt Bauman (e séries dele no site do “Café Filosófico” e “Invenção do Contemporâneo”) e de Slavoj Zizek, ambos ateus também!

      Talvez vc conclua que “deus”, hoje, é sinônimo de “dinheiro” e “consumismo” suicida (com AVC, diabetes tipo 2, sobre-peso e ataque cardíaco, estilo “workaholic” de vida, aquecimento global, ameaça de terrorismo atômicos e biotecnológico, etc., etc., etc.).

      Thumb up 5
    • Deus não foi criado, ele existia, existe e vai existir até mesmo depois da raça humana acabar. O que inventaram foram uma forma de tirar proveito do nome dele.

      Thumb up 4
  40. Eu já havia comentado exatamente isso antes e fui atacado por um monte de respostas muitas vezes grosseiras e sem necessidade. Os países com maior IDH são formadas por pessoas que não caem na esperança de salvação e vida eterna e temor a Deus que alimenta a maioria das religiões cristãs. É muito mais simples convencer pessoas sofridas do que pessoas bem sucedidas. E não necessariamente, o Japão foi vítima de duas bombas atômicas e inúmeras catástrofes naturais e se reergueu várias vezes com muito trabalho e cooperativismo. A Holanda na luta contra o mar do norte se tornou altamente sofisticada na construção de barreiras marinhas, e é um país onde as edificações religiosas estão sendo aproveitados apenas como bibliotecas, danceterias e lojas. Como essa pesquisa é uma média, as exceções existem e devem ser lembradas, como os citados EUA e mais alguns, como a Itália.
    Entretanto, não há motivo para pensar em fins de religiões até por que os próprios gráficos mostram que a crença ainda é predominante. Eu honestamente não gostaria do fim da religião, ela ta tão incrustada em nossas culturas que eu moro numa cidade chamada Santa Maria, a maior cidade do país chama-se São Paulo, o redentor do RJ é uma maravilha do mundo moderno, elas são parte do nosso elo com o passado e sem isso o mundo fica mais pobre, despesando todos os valores e aprendizados de nossos antepassados.
    No futuro, prevejo que o mundo religioso terá três polos, o Budismo no Oriente e o Espiritismo no ocidente, e o islamismo continuará ativo onde está. O catolicismo como é hoje cairá, com o desenvolvimento social, deixando apenas alguns focos isolados na Europa e na América do Sul, e provavelmente a maioria das religiões monoteístas pelo mundo acabarão desaparecendo ou fundindo-se ao Espiritismo. O que me induz a pensar isso é que o tema espírita, encarnações e manifestações, está com um volume na mídia e na literatura em franca ascensão, ele é mais proeminente pelo lado de explicar mas convincentemente manifestações que brotam em relatos ao redor do mundo, e creio que a grande massa que expandirá a doutrina espírita é a própria católica, uma migração.
    Devo lembrar que é uma previsão minha, uma análise pessoal, o amanhã é um mistério.

    Thumb up 50
    • Como temos visto nos ciclos históricos as religiões de hoje serão as mitologias de amanhã.

    • E a Ciência de hoje, será a Religião de amanhã?

      Thumb up 3
    • Jonatas, é uma pena que uma pessoa tão inteligente como você não acredite em Deus. No interior do homem existe uma necessidade de se crer em Deus e este homem interior, apesar de gritar por Deus ele não pode te comover por causa de sua racionalidade aflorada. Acredito que o homem deva ter sua racionalida equilibrada pela fé, pois o temor a Deus é o princípio de toda a sabedoria e onde não há fé em Deus torna-se impossível alimentar o homem interior. Jonatas, meu irmão, ao homem só existem duas possibilidades em relação à Deus: Crer ou não crer. Se você escolheu a opção de não crer você tem todo direito pois o próprio Deus deixou esta possibilidade ao homem, porém nos advertiu de sua tremenda consequência. Pense nisto e jamais se deixe confundir a imensa graça de Deus através de Jesus Cristo com as implicações das religiões de hoje. Deus jamais instituiu algum tipo de religião, isto é apenas invenção do homem, mas o evangelho de Jesus Cristo é verdadeiro e creia em Deus somente e Ele irá direcionar seu coração.

      li uma frase muito interessante: “Você pode até viver sem Jesus, mas será terrivel morrer sem Ele”

      Pense nisto pois mesmo que não creia, isto não fará diferença alguma pois num futuro bem próximo todos terão que dobrar seus jolelhos diante daquEle que era, que é e que há de vir.

      Abraços meu irmão…

      Thumb up 0
    • Ah por favor, sem pregação que isso não cola comigo. Se eu quisesse ouvir tais preceitos e mitos, que já conheço de memória porque é sempre a mesma coisa repetida, eu iria a uma igreja, com todo o respeito, aqui não é o lugar, e eu não preciso ser salvo de nada, estou muito bem e sei meu caminho. A tua verdade é tua verdade, tua realidade, tua crença, não minha. Passar bem.

      Thumb up 7
    • Como queira Jonatas. Mas antes, você está equivocado, pois infelizmente você não sabe o seu caminho e também não está “muito bem”, engana a si mesmo e aos outros, pois aparentemente o homem pode até ser feliz, mas o homem sem Deus é simplesmente pó e cinza e no interior do homem, mesmo sem admitir pra si mesmo e para os outros sente esta necessidade que só é completa com a presença de Deus onde se encontra a perfeita felicidade, o mundo, a vida e tudo que somos e temos aqui neste mundo é passageiro, tudo passa e certamente passará menos a palavra de Deus que permanece para sempre.

      HÁ CAMINHO QUE AO HOMEM PARECE BOM, MAS O FIM DELES SÃO OS CAMINHOS DE MORTE. (PV 14:12)

      Eu sei, ó SENHOR, que não é do homem o seu caminho; nem do homem que caminha o dirigir os seus passos. (Jr 10:23)

      O homem que caminha sem o direcionamento de Deus sempre irá achar que o caminho que está seguindo é bom, mas ao final do caminho (se não houver arrependimento e retorno) será para a morte espiritual e eterno sofrimento. Atentamos sim para a morte, pois a vida é passageira, mas a vida após a morte é eterna.

      Enquanto há vida também há esperança e você pode lembrar-se de Jesus a qualquer momento, pois Ele sempre estará de braços aberto porque Ele te ama e entregou a sua vida por nós, mas após a morte (sem Cristo) não há mais esperança e segue-se ao Juízo.

      Jesus Cristo te ama.

      Thumb up 0
    • Qual a parte de “por favor, sem pregação comigo” você não entendeu? Amigo, eu sou budista, uma doutrina sábia e iluminada pela luz do auto-conhecimento. Se tu achas que tem certeza que essa entidade sobrenatural chamada Jesus me ama, ok, eu já decorei esse discurso contra a minha vontade, devido a chata mania do religioso de ficar repetindo aquilo que acha que é verdade. Eu gosto da história de Jesus, do significado, pra mim ele não precisa nem ser um semideus ou deus pra eu respeitar esse significado. O cristianismo praticamente construiu a cultura aonde eu cresci, e desconsiderando os erros e usos mesquinhos que as pessoas fizeram dela ao longo da história, é uma ideologia benigna e sábia.
      Minha escolha pelo Budismo vem duma característica pessoal minha, a visão, uma busca interior, uma jornada de auto-descoberta inteligente e milenar que só existe no Budismo, que não é uma religião ateísta como dizem, nem é religião e nem é ateísta. Mas ser budista não me caracteriza como anticristão, só na concepção deturpada dos religiosos de ideologia preconceituosa, separatista e egocêntrica, pro teu próprio bem não sejas um desses. Ser Budista não é ser contra nada, nem de julgar os outros e dizer que fulano está perdido e irá para o inferno por não aceitar Buda, isso é coisa de doutrinas pouco inteligentes como a maioria das versões cristãs de hoje, que se perderam da essência do evangelho original. Ser Budista é buscar uma iluminação plena, a paz interior e a ligação de sua existência com a existência Universal.
      O que eu vou te dizer agora eu digo a maioria dos cristão que estejam dispostos a ouvir: Desprenda-se da Ilusão de Controle, essa ilusão de julgamento, ira divina e condenação eterna não vem de Deus nem de Jesus, vem dos homens e das entidades ditatoriais que usaram o cristianismo como ferramenta de controle populacional. Você precisa encontrar o evangelho em sua raiz, a essência do que Jesus veio trazer ao mundo, e dois mil anos ofuscaram por trás de manipulações e erros de tradução e interpretação. Um cristão inteligente precisa ser analista e arqueólogo de dados, filtrar o que é original do que é versão. É isso ou vai acabar pregando numa esquina que pessoas como eu vão pro inferno por não aceitar Jesus…

      Thumb up 4
    • Jonatas, só pra finalizar, prometo que não vou postar mais nada. Concordo com uma grande parte do que você falou, principalmente a respeito das religiões terem mudado por completo a essencia do verdadeiro evangelho, eu sou um dos que procura seguir o verdadeiro evangelho e como eu disse antes respeito sua opção e quem sou eu pra julgar alguém sevai ou não para o inferno, não posso nem pensar em falar algo como isso, mas eu apenas procuro expressar aquilo que a Bíblia me orienta, e ela para nós cristãos e outras religiões (como mencionei não gosto deste nome, religião às vezes soa mal, mas às vezes temos que utilizá-la para tentar passar o que pensamos)é como uma bússola ou um manual de conduta e ela não é como muitos pensam que são o problema é como os “reigiosos” ofuscaram, confundiram e alteraram seu conteúdo. Pois bem não vou me estender e não é de meu feitio ficar discutindo essas coisas, me desculpe se falei algo que entristeceu você. Eu gosto de forma saudável de expor um pouco sobre a Bíblia, mas não discutir, e percebi que você é muito inteligente pra ficar entrando nessas formas de discussão que às vezes não levam a nada. Mas meu amigo, (desculpe se não puder chamá-lo assim) se você quiser estou a disposição para trocarmos conhecimentos à respeito de nossas crenças, mas sem ofensas é claro, pois somos seres individuais e com uma enorme diferença de experiências, conhecimentos, enfim, fica aí meu convite.

      Abraços!

      “cristoembrevevoltara@gmail.com”

      Thumb up 0
    • Caraca, os caras não perdem uma oportunidade…
      Se quer mesmo contagiar alguém com sua fé, comece parando de enxer o saco dos outros com pregações inúteis! E ainda por cima usa o medo da morte como forma de persuasão.
      Tente entender você com sua bíblia o que significa:
      “Porque, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vós.” Rm 2.24

      Thumb up 5
    • Cesar Crash, paz e graça!

      Pois bem, o versículo que você citou é uma é parte de um contexto onde o Apóstolo Paulo sendo inspirado pelo Espírito Santo exorta primeiro aos gentios (que eram os povos que não faziam parte dos judeus, portanto na dispensação da lei eles estavam fora do contexto religioso dos judeus, não mais hoje, pois Cristo reconciliou consigo o mundo, tanto o judeu como os gentios através da aceitação de Cristo como seu único e suficiente salvador) e depois ele exorta também os falsos religiosos, os chamados “fariseus” da época que tinham apenas aparência, mas eram como sepulcros caiados (viviam de aparência). Como o apóstolo Paulo exortava os gentios, creio eu (conjecturando) que os “religiosos” da época começaram a pensar que não iria sobrar pra eles também, mas, Paulo ao terminar de exortar os gentios (cap. 1) começa a exortar com bastante severidade os “religiosos” também que julgavam os gentios mas praticavam as mesmas coisas, por isso ele diz que o nome de Deus era blasfemado por eles. Mas não obstante, o próprio Jesus Cristo disse que era lícito que iriam existir escândalos e estes viriam por meio dos pseudocristãos, mas Ele advertiu dizendo: “[...] mas, ai dos que por meio deles vierem os escândalos [...]“. Hoje não é diferente, talvez seja pior ainda, o que existe de falsos cristãos, falsos mestres fazendo com que o nome de Deus seja blasfemado não podem ser contabilizados porque são muitos e o juízo deles será pior, porque a Palavra de Deus diz que melhor é não ter conhecido a Deus que conhecer e desvencilhar por caminhos errados e fazer pecar os pequeninos (servos de Deus comparados como crianças, pois para herdar o reino dos céus Jesus adverte que teríamos que ser como as crianças que não guardam maldade e perversão em seus corações, até certa idade, claro), então existem muitos como estes espalhados pelo mundo todo e por causa destes muitos deixam de aceitar a Cristo. Mas eu não estou de forma alguma pregando religião, não concordo com o modo em que a religião transformou o verdadeiro evangelho de Cristo, àquele que nos foi ordenado a anunciar, o evangelho da água e do Espírito.

      Espero ter esclarecido suas dúvidas quanto a este versículo.

      Fique na Paz de Cristo.

      Thumb up 0
    • Pois é. Foje do contesto dizer que está causando escândalo aqui?

      Thumb up 1
    • Cesar Crash, eu creio que sim, eu creio que foge do contexto, pois não estou causando escândalo algum porque o escândalo, segundo a palavra de Deus, não vem pela pregação da palavra e sim pelos maus, vergonhosos e depravados atos cometidos por aqueles que dizem ser cristãos e não vivem o que pregam e era justamente isso que o Apóstolo Paulo estava falando, os famosos fariseus que se engasgavam com uma mosca e engoliam um camelo, que viviam de aparência e na realidade estavam muito longe dos preceitos de Deus. Até porque pregar a palavra de Deus é uma missão dos cristãos e ordenança da parte de Deus, e isto deve ser feito inste a tempo ou fora de tempo (II Tm 4.2).

      Quem tem ouvidos ouça…

      CONJURO-TE, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino,
      Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.
      Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.

      Fique na Paz de Cristo!

      Thumb up 0
    • Como queira, tem a sua liberdade (ou não).
      Se quiser extender este assunto, por favor, clica no meu nome e me passa um e-mail.
      Abraços.

      Thumb up 1
  41. Não provas contundentes que sim ou não, portanto, melhor ficar na coluna do meio.

    Thumb up 2
    • Sim sim você tem razão mais vamos dizer que eu estou um pouco para o lado de deus

      Thumb up 0
  42. Essa é a verdade. Acho que isso se dá ao ensino, ao conhecimento. Em países como o Brasil isto está em falta. Quando você começa a entender como tudo funciona, ter acesso a tais coisas, começa a perceber que há algo errado e então, começa a pesquisar e vai se aprimorando e quando você se dá conta, já não acredita mais no tal Deus.

    É como eu sempre digo, o que o homem teme, o que o homem não conhece, ele joga nas mãos de “Deus”. Como se este fosse tomar uma medida cabível ou lhe mandar uma resposta. Além de estarem sempre esperando por “Deus” mudarem algo em suas vidas e também por algo que desejam. Acredito, que esse é um dos motivos que tornam um país pobre.

    Além de não ter o apoio do governo, as pessoas estão sempre esperando que “Deus” faça algo por suas vidas. Não correm atrás de nada. Estão sempre pedindo e pedindo, como se assim que todos conseguem algo na vida. Bom, é o que eu acho.

    Thumb up 7
    • Eu também sinto pena dele . . . Obrigado por evidenciá-lo.

      Thumb up 1
    • Isto é apenas a opinião de uma pessoa baseada nas más consequências das manipulações religiosas, nada a ver com uma verdade maior, inerente ao nosso próprio potencial.

      Thumb up 4
    • Elucida a manipulação religiosa “ad hoc” sobre os fiéis, mas não pode ser levado em conta numa análise antropológica (ampla) da função da Religião na cultura humana e do fato de a psiquê humana manifestar religiosidade.

      Um exemplo: Auguste Comte e, antes dele, Robespierre, são exemplos de ateus que veneraram a “Razão” e a “Ciência”, que são capacidades cognitivas (abstratas) do ser humano, como “deuses”.

      Comte incluiu até paramentos e doxologia em sua “doutrina positivista atéia”!!!

      Thumb up 1
    • A que ponto chegamos, um senhor dessa idade zombando de Deus desse jeito por troca de umas ‘trinta moedas’ e algumas risadas.

      Quero ver se ele tem coragem de fazer isso na hora do juízo diante de uma platéia de anjos e santos e do próprio Deus.

      Se ele tivesse lido o livro “O DIÁLOGO” de Santa Catarina, saberia que não é Deus que nos condena ao Inferno; mas nós mesmos que, desesperados, no julgamos indignos do perdão de Deus e o rejeitamos na hora do juízo.

      Thumb up 2
    • Se ele tivesse lido esse tal DIÁLOGO, ele talvez conhecesse um outro ponto de vista. Mas, que motivos ele teria para preferir este ponto de vista em detrimento de tantos outros?

      Thumb up 5
  43. Acreditar em deus é o único recurso que um país carente tem e isso é pelo simples fato de deus ser denominado como um ser todo poderoso, mas ao meu ver o que tem que ser será, só que não por uma vontade divina( que tem o poder de alterar o curso dos acontecimentos) e sim por consequências naturais!!

    Thumb up 21

Envie um comentário

Leia o post anterior:
Memorial do Rio Grande do Sul - Porto Alegre (RS)
Primeira Odisseia de Literatura Fantástica

No último fim de sem...

Fechar