Provado: droga que trata câncer de mama pode preveni-lo também

Publicado em 6.06.2011

Uma nova pesquisa descobriu que é possível prevenir o câncer de mama; a boa notícia vai além: a droga já está aprovada para o tratamento da doença.

Mulheres com risco elevado de desenvolver câncer de mama alimentado pelo hormônio estrogênio podem reduzir esse risco em 65% tomando o medicamento bloqueador de hormônios Aromasin.

Aromasin é uma das três drogas da classe de medicamentos chamados inibidores de aromatase que bloqueiam a produção de estrogênio em mulheres pós-menopáusicas. As duas outras drogas não são usadas para prevenir câncer de mama porque possuem, embora raramente, sérios efeitos colaterais, como aumento do risco de câncer de útero e coágulos sanguíneos.

Estudos anteriores mostraram que a droga tamoxifeno reduz o risco de contrair câncer de mama em mulheres mais velhas em 50%, e a droga da osteoporose raloxifeno reduz o risco em 38%, após cinco anos tomando-a. A droga exemestano, mais conhecida sob a marca Aromasin, foi a que teve menos efeitos colaterais.

A pesquisa envolveu 4.560 mulheres saudáveis na pós-menopausa, com alto risco de câncer de mama. A redução de 65% do risco foi encontrada depois que as mulheres tomaram os remédios por apenas três anos. O estudo continua.

Ainda assim, os próprios efeitos colaterais de Aromasin não devem ser ignorados. Segundo o estudo, as mulheres que tomaram o remédio não tiveram efeitos tóxicos graves e apenas pequenas alterações na qualidade de vida.

Porém, especialistas que não participaram da pesquisa afirmam que inibidores de aromatase têm efeitos colaterais significativos, como ondas de calor, artrite e perda de densidade óssea, o que pode ter um grande impacto na qualidade de vida de uma mulher, especialmente se ela não tem câncer.

Também, 94 das mulheres tratadas com esse medicamento não se beneficiaram dele até que uma conseguiu impedir o desenvolvimento da doença. Assim, quando se trata de prescrever Aromasin, talvez fosse melhor limitá-lo a pacientes com um risco muito elevado de câncer.

Mulheres são consideradas com alto risco se tiverem mais de 60 anos, estiverem na pós-menopausa e/ou tiverem biópsias de mama anormais.

Todos os especialistas concordam que as mulheres precisam conversar com seu médico para entender completamente os riscos e benefícios de tomar esses medicamentos antes de tomá-los.

A Pfizer, fabricante do Aromasin, anunciou em maio que a patente americana para esse fármaco tinha expirado, de forma que fabricantes de medicamentos genéricos não poderiam o produzir e vender.

Os cientistas acreditam que o preço desse medicamento deve diminuir rapidamente por causa da nova descoberta. No entanto, a Pfizer não quis revelar se planeja pedir uma extensão de sua patente com base na pesquisa.[CNN]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

1 comentário

  1. Fico feliz com o resultado dessa pesquisa, estou fazendo tratamento de cancer de mama , com tamoxifeno e herceptin, mas espero que um dia haja um remédio para previnir essa doença, é um sonho que acredito que será realizado !!!

    Thumb up 4

Envie um comentário

Leia o post anterior:
earth_impact_moon
Luas como a da Terra podem ser comuns

Antes, os cientistas...

Fechar