4 Sintomas que os homens não devem ignorar

Pergunte a um médico se seus pacientes homens ignoram sintomas fortes e óbvios e eles irão responder com uma alta gargalhada… Possivelmente irá perder o ar de tanto rir.

Assim que ele recuperar a habilidade da fala, este mesmo médico irá dizer algo do tipo “eu não sei por onde começar”, e “você não vai ter espaço suficiente no seu artigo para todos os sintomas”.

Encaminhe agora este artigo para um homem

A sabedoria popular é verdadeira neste ponto. As mulheres ouvem seus corpos e vão ao médico quando algo não está certo. Os homens tendem a procurar o médico quando eles estão à beira da morte ou quando suas esposas os empurram.

“Eu penso que é coisa de ‘machão'”, disse o Dr. Barron Lerner, professor de medicina da Universidade de Columbia, EUA. “Ou talvez seja negação. Talvez eles pensem que se negarem a existência do problema, ele não exista.”

“Eu chamo isso de fenômeno avestruz”, disse o Dr. Harver Simon, professor de medicina de Harvard. “Os homens tem muita chance de enfiar sua cabeça na areia e esperar que quando emergir tudo terá voltado ao normal. É uma idéia muito, muito ruim.”

A lista de acordo com estes médicos é infinita, mas nós selecionamos os quatro sintomas que os homens ignoram até que seja tarde demais.

4. Urinação mais freqüente

Urinação mais freqüente pode ser sinal de prostatite, ou inflamação na glândula próstata.

“Eu perguntaria ao paciente se ele está levantando durante a noite para urinar, e ele dirá: ‘Ah, sim, duas ou três vezes.’ Eu pergunto se isso o incomoda e ele diz que não. Eu digo a ele que deveria.” Disse Fisch. Continua…

Por: Alessandra NogueiraEm: 14.06.2008 | Em Bem-estar, Outras, Tecnologia  | Tags: ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

13 respostas para “4 Sintomas que os homens não devem ignorar”

  1. […] Um estudo recente descobriu que andar rapidamente por 30 minutos todos os dias reduz suas chances de desenvolver a síndrome metabólica, que gera uma série de fatores de risco ligados a doenças cardíacas, diabetes e derrame. Estima-se que centenas de milhões de mulheres pelo mundo sofram de síndrome metabólica. Não tem tempo para uma caminhada diária de meia hora? » 4 Sintomas que os homens não devem ignorar […]

  2. […] Um estudo recente descobriu que andar rapidamente por 30 minutos todos os dias reduz suas chances de desenvolver a síndrome metabólica, que gera uma série de fatores de risco ligados a doenças cardíacas, diabetes e derrame. Estima-se que centenas de milhões de mulheres pelo mundo sofram de síndrome metabólica. Não tem tempo para uma caminhada diária de meia hora? » 4 Sintomas que os homens não devem ignorar […]

  3. gostei de todos os comentaris que foi passado tenho 45anos e não me sinto velho, mas gostaria de saber de mais assuntos, e o wue devo fazer a partir de agora, por que amo minha vida e minha familia perdi meu pai ele tinha 57 anos, e não quero isto para mim muito obrigado. sem mais roberto

  4. realmente eduardoG esse site fala como se isso fosse uma carcterísticas obrigatória de todos os homens,nem todos sao assim eu conheço muitos quarentões que se cuidam á bessa,mas perece que a maioria dos homens são meio que machistas e isso acaba culpando a todos os outros

    • O velho problema é a tal dedada,veja bem , o homem foi a lua ,tem estações em pleno oceano pacifico ,vai milhares de metros de profundezas manda uma sonda no coração entrando pelo coxa .Agora será que não tem como inventar um exame menos constrangedor? Nos deixe morrer com dignidade, em suma o que não se sabe não mata. VALEU

  5. O da barriga é engraçado. Principalmente quando envelhece, é sinal de ‘saúde’ homens mais velhos com a cinrcunferência abdominal maior que 100cm o.0
    A cerveja geralmente é a desculpa, e ao passar do tempo as esposas em sua maioria não se incomodam pela barriguinha saliente do marido, e ele, muito menos. Como algumas diriam, é até charmoso.
    Mas quando as doenças coronárias, a diabetes, o colesterol e a pressão sanguínea se tornam um problema, logo deixa de ser bonito. E convencer um senhor que aqueles velhos hábitos devem ser abandonados para conseguir levar uma vida mais saudável, as desculpas de que eles passaram da idade para se preocuparem com o corpo (sendo que não é o corpo fisicamente que pede e sim a saúde) são diversas, e fazem de tudo para continuarem a consumir alimentos gordurosos, a cervejinha. E aí é numa dessa que a situação não tem mais volta.
    Mas a maioria dos homens são teimosos mesmo, coitadas das esposas.

  6. Todas as informações são importantes para nós. Mesmo se tratando de assuntos importantes quanto este. Nós homens precisamos deixar de lado
    o machismo e segir-mos juntos com nossas mulheres que são amigas e companheiras nos momentos dificeis de nossas vidas.

  7. Caro Henrique Castro,
    Peço-lhe desculpas pela franqueza, sendo esta apenas com a intenção de ajudá-lo. Faça a seguinte reflexão: como seria a minha vida sem esses problemas de saúde? Se a resposta for positiva, saiba que a maioria desses problemas são resolvidos com exercício físico. Estes, além de lhe dar qualidade de vida, elevará a sua auto-estima que me parece muito baixa. Percebe-se pelas suas palavras que você até tem um certo “orgulho” em relacionar as suas doenças. Um homem aos 43 anos está no apogeu da sua vida, traz a maturidade que só a experiência pode dar. Aproveite-se dela para dar um novo rumo à sua vida, que tenho a certeza tem muita coisa boa, mas você ainda não consegue enxergar. Saia dessa casca, amigo, ame-se e atraia para si boas energias. Procure tornar a sua vida agradável aos outros e a si mesmo. Quem na vida só vê sofrimento possui conduta patológica. Um abraço fraterno.

  8. Ora, os homens evitam os médicos porque são inteligentes:
    – Reconhecem que a vida é uma ‘droga’; estão aqui para serem manipulados. O quanto antes se safarem dela, melhor!

  9. Henrique, você não tem tempo para caminhar 30 minutos por dia? Por favor! Ao que me parece você prefere manter-se obeso, impotente e morrer jovem do que ter cuidados elementares consigo mesmo. Isso é ridículo, meu caro. Tome tento e dê um pouco de valor para a sua vida.

  10. Gostei muito da matéria. Porém nem todo homem age dessa forma. Tenho 43 anos, colesterol alto (atestado por exames), historico familiar de problemas cardíacos, uréia alta, sedentário, sono constantre, abdômen vem crescendo (apesar de dieta) e disfunção erétil. Faço acompanhamento médico (com cardiologista há 12 anos). Faço exames constantemente, inclusive teste ergométrico (cada vez aguento menos tempo), e a única medida que meu médico faz é mandar trocar o medicamento p/baixar o colesterol e mandar caminhar (coisa que não tenho tempo pra fazer). Desse jeito sei que seguirei o caminho dos meus pais e não durarei muito (morreram com pouco mais de 60). Se alguém quiser compartilhar algo comigo pode me escrever: [email protected]

Deixe uma resposta