11 fatos sobre higiene diária que você provavelmente não conhecia

Por , em 11.11.2013

Você provavelmente está coberto de bactérias e matéria fecal neste momento. Praticamente todos os aspectos de sua rotina diária tendem a ser repugnantes, e seus hábitos de higiene são muito piores do que você pensa. Embora esta lista não cubra todas as situações em que sua vida é um fiasco no assunto limpeza, já pode te ajudar a melhorar seus costumes higiênicos. Confira:

1. Seu sabonete antibacteriano pode mexer com sua química hormonal

1
75% dos sabonetes antibacterianos contêm uma substância química chamada triclosan, que pode alterar os níveis hormonais, segundo testes em animais revelaram. A Administração de Drogas e Alimentos (FDA) americana está atualmente investigando sua segurança e os resultados são inconclusivos. Triclosan também pode ser encontrado em produtos de limpeza domésticos e alguns cremes dentais. Independentemente dos efeitos potenciais do triclosan, a FDA concluiu que sabonete antibacteriano não é mais eficaz do que o sabão regular na prevenção de doenças.

2. Lavar a roupa pode livrá-la da sujeira, mas também tem uma boa chance de cobri-la em E. coli e fezes

2
Pesquisa realizada pelo Dr. Charles Gerba, professor de microbiologia da Universidade de Arizona (EUA), concluiu que lavar apenas uma carga de roupa na máquina pode transmitir 100 milhões de bactérias E. coli na água, que podem, então, se transferir para a próxima carga de roupas. “Há cerca de um décimo de grama de cocô, em média, por roupa de baixo”, disse Gerba. Para reduzir o problema, ele sugere que a máquina de lavar rode a 60 graus Celsius e que a roupa seja rapidamente transferida para uma secadora, uma vez que as bactérias se multiplicam em áreas úmidas.

3. Você provavelmente gasta muito tempo na parte mais suja da sua casa

3
O piso do banheiro pode ser o lar de 2 milhões de bactérias a cada 6 centímetros quadrados, enquanto que mais de 500 mil bactérias por 6 centímetros quadrados podem viver apenas no ralo da pia da cozinha. Eileen Abruzzo, diretora de controle de infecção no Long Island College Hospital, Nova York (EUA), afirma que a pia da cozinha é muito menos higiênica do que o vaso sanitário, já que pratos e panelas deixados de molho são terreno fértil para bactérias como E. coli e salmonela.

4. Nem tudo o que você coloca no vaso sanitário fica lá

4
Jamie Hyneman e Adam Savage do MythBusters confirmaram esta lenda urbana: vasos sanitários abertos fazem com que a matéria fecal voe para o ar. E sim, sua escova de dentes pode ficar coberta de germes fecais. O Dr. Gerba explica que dar a descarga com a tampa aberta faz com que as partículas flutuem tanto quanto 1,8 metros para longe do vaso. Sendo assim, se certifique de que a tampa esteja abaixada, ou que sua escova de dentes esteja fora desse alcance, pelo menos.

5. Se você seca as mãos com secadores de ar, pode ser a hora de voltar para toalhas de papel

5
Dr. Rodney Lee Thompson, epidemiologista hospitalar na Clínica Mayo, concluiu, após vários estudos, que toalhas de papel são mais higiênicas do que secadores de mão. Ao testar a eficácia entre toalhas de papel, secador de ar quente e secador de jato, Dr. Thompson também descobriu que as toalhas de papel são a maneira mais limpa. Grande parte do benefício vem da rapidez de toalhas de papel para secar as mãos, pois deixá-las molhadas por mais tempo atrai bactérias. As toalhas de papel levam cerca de 15 segundos para secar as mãos, enquanto secadores de ar levam 45 segundos.

6. Aparelhos dentários podem ser mais nojentos do que você imagina

6
Pesquisadores da Universidade da Califórnia (EUA) descobriram que 67% dos aparelhos tinham leveduras vivas, enquanto cerca de 50% tinham bactérias, incluindo a MRSA, que pode levar a infecções perigosas. Aparelhos que não são devidamente limpos têm uma boa chance de promover estes micróbios nocivos. Dito isto, o problema surge principalmente de pessoas que mantêm seus aparelhos em uma caixinha e apenas os lavam rapidamente com água antes de colocá-los na boca. Basta limpá-los corretamente e você deve ficar livre de problemas.

7. A regra dos três segundos simplesmente não existe

7
“A regra dos três segundos provavelmente deveria se tornar a regra de zero segundos”, disse o Dr. Roy M. Gulick, chefe da divisão de doenças infecciosas do Weill Cornell Medical College (EUA). De acordo com um estudo publicado no The Journal of Applied Microbiology, 99% das bactérias é transferida imediatamente quando o alimento atinge o chão. Alguns chãos podem ser mais perigosos do que outros, já que superfícies duras e secas têm muito mais dificuldade em abrigar bactérias do que áreas molhadas ou carpetes. O tipo de alimento também é importante. Aqueles com maior conteúdo de sal e açúcar parecem pegar germes muito mais lentamente.

8. Você não limpa bem seu umbigo

8
Pesquisadores descobriram 2.368 espécies únicas de bactérias após limpar apenas 60 umbigos. Destas, 1.458 podem ser completamente novas para a ciência. Neste mesmo estudo, o umbigo de um homem abrigava bactérias conhecidas por existir apenas no solo do Japão – enquanto ele não morava lá.

9. Você pode estar combatendo a acne de maneira errada

9
Em geral, é apenas necessário o uso de produtos de limpeza recomendados por um médico, ou suaves, não abrasivos e sem álcool para combater a acne, porque os efeitos colaterais de outros produtos podem ser muito ruins e, potencialmente, piorar a acne. Aliás, a maioria dos problemas de acne geralmente ocorre sob a pele, de modo que os medicamentos têm de ser bastante especializados para serem realmente eficazes. Sabonetes comuns também podem liberar muito óleo, o que tende a causar mais acne. A Academia Americana de Dermatologia salienta que a maioria das pessoas deve evitar medicamentos que tira a umidade natural da pele.

10. Lavar o cabelo todo dia é um exagero

stbs4is9-102
Em 1908, o jornal americano The New York Times publicou uma coluna incentivando a mulher a lavar mais os cabelos. Porém, Michelle Hanjani, dermatologista na Universidade de Columbia (EUA), descobriu que se você lavar o cabelo todos os dias, vai remover o sebo [óleos naturais do cabelo] e as glândulas de óleo vão compensar isso produzindo mais. Ela recomenda lavar o cabelo apenas 2 ou 3 vezes por semana. Se você sentir a necessidade de continuar a lavar o cabelo todos os dias, certifique-se de usar um shampoo suave, e não repita a dose.

11. Você provavelmente está cuidando de sua lente de contato errado

11
Praticamente ninguém tem o cuidado adequado com suas lentes de contato, conforme uma pesquisa americana revelou. É bastante fácil obter biofilme sobre as lentes, que é uma fina camada de bactérias. Enxaguar com água da torneira faz com que as lentes absorvam água não estéril. Reutilizar a solução para limpeza (soro) diariamente aumenta o risco de contaminação e infecção ocular. Além disso, certifique-se de substituir a caixinha de sua lente com frequência e remover todo o resíduo líquido após a lavagem, porque bactérias se acumulam em superfícies molhadas.[HuffingtonPost]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

9 comentários

  • Davi Oliveira:

    Essa mania de limpeza exagerada é uma frescura. Para ter um ambiente livre de bactérias, só se passar por uma autoclave.

  • Ariel Santiago de Quadros:

    Não sou mestre no assunto, mas penso que higienização demais traz mais doenças, já foi comprovado que crianças que não tem contato com a terra, plantas, animais… se tornam adultos doentes. Creio que quanto mais eu me limpo, me higienizo, mais fracos serão meus descendentes (usando uma lógica, não sei se é fato). A higiene deve existir, mas não em excesso como o como fazia a mão do “Jimmy Bolha”. Hahaha

    • Ariel Santiago de Quadros:

      *mãe

    • Lucas Messias:

      Sim. Isso é praticamente uma das teses da seleção natural.

  • Vinicius Dos Santos:

    David de Aquino, equivoco seu, a diferença está na frequencia com a qual higienizamos nossa bancada de cozinha e nosso banheiro. Geralmente por dificuldade de limpeza dos revestimentos e peças do banheiro residencial , este é higienizado 1x por semana, ao passo que a cozinha está em constante limpeza já que cozinhamos e/ou lavamos as louças todos os dias. Não existe muita diferença entre o processo digestivo realizado dentro do corpo do Homem e aquele realizado por bactérias fora dele. Restos de alimentos na cozinha sofrem digestão por bactérias, que por sua vez encontram excelente nicho pra procriação, com umidade, calor e alimento. O ser humano vive muito bem com suas excretas como fezes e urina, mesmo carregada de alta carga de bacteria, mas claro, voce não come suas fezes ou bebe sua urina. De fato a cozinha é o local de maior população de bacterias, mas devido a boas praticas de sanitização podemos comer tranquilamente e conviver com pequenas doses desses micro-organismos, que até servem pra estimular e fortalecer nosso sistema imunológico.

  • Jose Oliveira:

    Quanto mais vc quiser livrar-se de bactérias, como se elas fossem alienígenas mortais, mais suscetível você ficará a elas pois não desenvolverá defesas e ou anticorpos para combater aquelas que o organismo reconhecer como prejudiciais. Seja mais natural e não compre tantos cosméticos inúteis. Cuidado com as propagandas enganosas e as falácias mercantís.

  • David de Aquino:

    Sabe aquela história de não acreditar em tudo que ouve ou lê? Pois este texto é um ótimo exemplo. Definitivamente não dá pra acreditar em tudo. É óbvio que pode-se ter um número enorme de bactérias na pia, assim como no vaso sanitário, mas a grande diferença é o tipo de bactéria que cada um tem. Se fosse a mesma coisa todos estaríamos morrendo de problemas digestivos, o que não acontece. Portanto não faz sentido algum dizer que a pia da cozinha é menos higiênica que o vaso. E este é só um dos exemplos que não concordo.

    • Allynee Aj:

      Uma pesquisa cientifica na pratica em placas de petri conclui, que as bactérias sanitárias não flutuam no ar, esse o correto. Amigo nem tudo que se lê é verídico SIM, mas há concordância no artigo : as bactérias na pia da cozinha são mais proliferas sim ,por esse motivo: na bacia do banheiro elas não flutuam ,somente internas rsrsrs deeeeeeeeee!!!

  • JOTAGAR:

    Como diria minha Vó:
    O que não mata, engorda.

Deixe seu comentário!