24 incríveis criaturas ancestrais

Por , em 12.11.2009

Parece que não há fim na lista de criaturas esquisitas que os cientistas encontram nas escavações de fósseis. Veja alguns dos mais interessantes peixes, mamíferos, dinossauros, pássaros e outros animais descobertos em anos recentes, por meio de representações artísticas que revelam como possivelmente eles eram, fisicamente falando.

Se você gostar desta lista, certamente vai se agradar com as 15 estranhas criaturas pré-históricas.

24. Plessiossauro

Essa representação artística mostra como se parecia um réptil marinho chamado plessiossauro, que foi descoberto na Antártida. O plessiossauro descrito em uma outra edição do Journal of Vertebrate Paleontology, ainda que não sejam da mesma espécie, também ostentou quatro nadadeiras e um pescoço longo. Análises de dentes de tubarão embutidos nos ossos do réptil sugerem que foi comido com voracidade no momento em que morreu.

23. Aerosteon riocoloradensis

Essa representação do corpo do predador Aerosteon mostra seus pulmões (em vermelho. e sacos aéreos (outras cores. como eles podem ter sido em vida, há cerca de 85 milhões de anos. Segundo o que revela uma análise de fósseis recente, esse enorme dinossauro carnívoro tinha um sistema respiratório muito semelhante ao das aves atuais, o que reforça o vínculo evolutivo entre dinossauros e aves modernas. Crédito: Todd Marshal, cortesia do Projeto Exploração.

22. Mega-Piranha

Com um metro de comprimento, a Megapiranha paranensis era de assustar. É a ancestral da piranha moderna, mas certamente dava muito mais medo enquanto ainda estava por aí, entre 8 e 10 milhões de anos atrás. Crédito: Ray Troll.

21. Camarasaurus

O saurópode Camarasaurus viveu há cerca de 100 milhões de anos onde hoje é o Deserto do Saara. Os fósseis encontrados na região indicam que o animal tinha aproximadamente 20 metros de comprimento. Créditos: Mark Witton/Mike Taylor.

20. Mamute

Os mamutes peludos eram maiores que os mastodontes, e tinham presas curvadas, ao invés de retas. Eles desapareceram há cerca de 10 mil anos, e os cientistas ainda não estão certos se foi culpa da mudança climática – a Era do Gelo havia terminado nesse momento – ou se a caça humana desempenhou o papel mais importante. Alguns até acreditam que foi um cometa que os levou à extinção. Crédito: Stephan Schuster lab, Penn State.

19. Baleia pré-histórica

Essa baleia pré-histórica, extinta há 25 milhões de anos, era um caçador perverso, segundo os cientistas. Embora seja uma provável ancestral da baleia moderna, gentil gigante dos mares de hoje, os fósseis indicam que esses animais tinham dentes monstruosos e olhos enormes, que devem ter sido bons para caçar. Crédito: Brian Choo / Fonte: Museu Victoria.

18. Titanis walleri

Com um pouco mais de 2 metros de altura, a ave pré-histórica Titanis walleri, cuja cabeça tinha um tamanho monstruoso, chegou à América do Norte pela América do Sul muito antes de os dois continentes terem sido ligados por terra, segundo um novo estudo. Como eram incapazes de voar, essas aves carnívoras aterrorizadoras – como os cientistas as chamam – devem ter chegado à América do Norte saltando de ilha em ilha (onde hoje está o Istmo do Panamá). O pássaro, cujo fóssil encontrado tem 2 milhões de anos de idade, tinha passos rápidos e uma mordida mortal. Crédito: Carl Buell / Museu de História Natural da Flórida.

17. Titanoboa cerrejonensis

A extinta cobra gigante teria feito até mesmo a Anaconda hollywoodiana deslizar para longe. A estimativa conservadora dos pesquisadores é a de que a Titanoboa cerejonensis tinha cerca de 1.140kg e media cerca de 13 metros do nariz até a ponta da cauda. Era um tipo não-venenoso, como sucuris e jiboias, e viveram nas florestas tropicais da América do Sul há aproximadamente 60 milhões de anos.

16. Odontochelys semitestacea

Há 220 milhões de anos, nadava pela costa chinesa a tartaruga de meio-casco. A mais velha tartaruga conhecida até hoje, Odontochelys semitestacea, tinha o casco na barriga, mas suas costas não tinham nenhuma proteção. Crédito: Marlene Donnelly

15. Pelagornithid

Imagine uma enorme ave como um ganso marinho, quase do tamanho de um avião pequeno. Esse era o ancestral dos gansos, o pelagornithid, um pássaro gigante e com uma peculiaridade: tinha projeções afiadas no bico, como dentes. Do gênero Dasornis, a ave, que viveu na Inglaterra de 50 milhões de anos atrás, tinha 5 metros de envergadura. Crédito: Ludger Bollen, de “Der Flug des Archaeopteryx”, Quelle+Meyer Vlg.

14. Hurdia victoria

Esse era um animal peculiar, datado de mais de 500 milhões de anos atrás. Com a aparência de um monstro, o Hurdia victoria era um predador de apenas meio metro. Mas com garras de lagosta e muitos dentes. Crédito: Marianne Collins.

13. Limusaurus inextricabilis

As mãos fossilizadas deste herbívoro revelam um ponto de transição na evolução das asas modernas a partir dos dedos dos dinossauros. A descoberta deste animal pode resolver o debate sobre qual dedo desapareceu por último na transição de dedos para asas. O Limusaurus inextricabilis pode ter usado suas mãos de três dedos para ajudar a ficar “em pé” após uma posição deitada. Sua mão mostra um primeiro dedo rudimentar, pouco desenvolvido, e o segundo e o terceiro dedos robustos. Crédito: Portia Sloan.

12. Giganotossauro

O giganotossauro tinha mais de 14 metros de comprimento e pesava 8 toneladas e viveu há 95 milhões de anos. Apesar do tamanho, não é o maior carnívoro de todos os tempos. O dono desse “título” é o Spinossauro, que tinha quase 17 metros de comprimento e viveu há 100 milhões de anos. Crédito: Joe Tucciarone.

11. Troodon

O Troodon tinha o maior cérebro em relação ao tamanho do corpo entre todos os dinossauros conhecidos e, por isso, acredita-se que foi o dinossauro mais inteligente que se viveu. Seus longos olhos, projetados ligeiramente para frente, sugerem que era uma criatura noturna com excelente noção de profundidade. O animal, que viveu há mais de 70 milhões de anos, tinha longos braços, que podia recolher, como as aves, e media quase 2 metros. Crédito: Todd Marshall.

10. Darwinopterus modularis

Os restos desse réptil voador, chamado Darwinopterus modularis, mostram que ele pode ter sido um predador aéreo, caçando pequenos dinossauros com penas e pequenos mamíferos que deslizaram na Terra de 160 milhões de anos atrás. Crédito: Mark Witton, Universidade de Portsmouth.

9. Ursus spelaeus

Os ursos da caverna europeus (Ursus spelaeus) foram os primeiros mega-mamíferos a desaparecer na rodada histórica mais recente de muitas extinções, ficando extinto – na realidade – 13 milênios antes do que se pensava, de acordo com uma nova estimativa. A data da nova extinção, 27.800 anos atrás, coincide com um período de mudanças climáticas significantes, quando a temperatura gelada resultou na redução ou na perda total da vegetação que os ursos da caverna comiam. Crédito: Copyright N. Frotzler, University of Vienna

8. Macaco gigante

Com cerca de 3 metros (em pé) e mais ou menos 500kg, esse macaco gigante viveu ao lado de seres humanos por um milhão de anos, segundo os pesquisadores.

7. Coelodonta tologoijensis

Os rinocerontes peludos (Coelodonta tologoijensis) pastavam em planícies que agora ficam no norte do estado alemão da Turíngia. O clima na época era bem gelado e bem mais seco do que hoje, e costumava oscilar bastante. O animal, que viveu há 460 mil anos, ostentava dois grandes chifres na fronte, assim como outros rinocerontes. Crédito: Dionisio Álvarez.

6. Porco-da-Índia

Esse porco-da-índia (Indohyus) com garras passou pela Índia há 48 milhões de anos. O Indohyus é um parente próximo das baleias, e a estrutura dos seus ossos e a química dos seus dentes indicam que passava muito tempo na água. Nessa reconstrução, ele é visto mergulhando num córrego, bem parecido como o rato africano faz quando está em perigo. Crédito: Carl Buell

5. Parapropalaehoplophorus septentrionalis

O P. septentrionalis, um parente gigante e primitivo do tatu, provavelmente pesava 90kg. Ele vagava no alto dos Andes, no norte do Chile, há 18 milhões de anos. Crédito: Velizar Simeonovski

4. Smilodon fatalis

Pesando em média 250kg, esse felino de dentes de sabre (Smilodon fatalis), tinha uma mordida mais fraca que os leões de hoje, e viveu entre 1,8 milhão de anos atrás e 10 mil anos atrás, nas Américas do Norte e do Sul. Os felinos de dentes de sabre, frequente e incorretamente chamados de tigres, foram criaturas sociais que tinham uma mordida bem menos potente do que comumente se pensava. Crédito: John Conway

3. Glacialisaurus hammeri

O dinossauro Glacialisaurus hammeri viveu há 190 milhões de anos no que é hoje a Antártida. Na época, o continente gelado era ligado a outros continentes da Terra, e então o clima não era tão duro para a sobrevivência. Crédito: William Stout.

2. Dakosaurus andiniensis

Essa criatura do mar de 4 metros, o Dakosaurus andiniensis, tinha uma maciça mandíbula de 45cm com dentes de 10cm. Parece um ancestral marinho que se assemelha parte com o crocodilo, parte T. rex.

1. Harpagornis moorei

A águia-de-Haast, da Nova Zelândia, até há apenas 700 anos, era 40% maior do que o dono do recorde, o gavião, com cerca de 3 metros de envergadura, e ela estava no todo da cadeia alimentar. A águia era tão grande que se aproximava dos limites físicos para o voo, e era objeto de pinturas rupestres e contos mitológicos dos primeiros habitantes da Nova Zelândia, os Maori. A ave, assim como outras espécies das ilhas próximas, foi extinta logo em seguida da chegada do homem naquelas terras. Crédito: John Megahan.

[Fonte: Live Science]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (6 votos, média: 4,83 de 5)

37 comentários

  • Esdras Cardoso:

    Tem gente que acha que não se pode unir ciência e religião. Eu creio em tudo que está na Bíblia e isso me ajuda a compreender a ciência. Não devemos ser ignorantes! Afinal Deus é o dono de toda a ciência e sabedoria!

  • grasisuperstar:

    As ilustrações estão maravilhosas, esse desenhista é mestre mesmo
    Acho todos maravilhosos principalmente os voadores.
    Pena que foram extinto….mas eram eles ou os seres humanos pois no planeta com certeza não teria espaço para os humanos e reptéis tão gigantesco. Ainda bem que foram eles…..

    • Luan Alves:

      A baleia pré histórica é mais chamada de Basilossauro

  • Fernando Henrique:

    Megapiranha ainda tem aos montes por aí.

    • O Tal Do Felipe Boyka:

      tem sim, que foi dado a origem ao filme Piranha 3D tinha um grupo délas, talvez se voce procura na internet Discovery Piranhas extintas

  • Doer Doa a quem:

    Quem não gosta/acredita em dinossauros não deveria está comentando aqui, isso vale para ateus também.

    Você não quer saber de dinossauros, eu não quero saber nada de gente com interesses diferentes dos meus.

  • victoria:

    Quem estava lá pra ver e se estava quem foi este alguém?

    Eu até hoje não acredito que dinossauros existem!!!

    • Doer Doa a quem:

      Então, todos os fosseis encontrados são uma fraude, né. Não acha que é muito fácil dizer apenas que é mentira!?

      Na realidade, isso não tem nada a ver com conhecimento, é apenas um “atague” revidando algumas pessoas que dizem que a Bíblia é uma fraude. Simplesmente lamentável, detesto gente assim.

    • Fábio Alves:

      Então, para uma pessoa cega, NADA existe.

    • João Marcos:

      Com todo respeito, A existência dos dinossauros é um fato, e fatos não deixam de ser verdade porque alguém não acredita. simples assim.

  • Anonimo:

    Muito legal, sempre fui interessado sobre coisas do período pré-histórico.

  • Zeker:

    Maneiro so faltou o Megalodonte

  • Thaigo:

    Muito show

  • izabelly:

    eu gosto de novidade e eu quero saber mais sobre tudo do mundo de atiga mente chau

  • lele:

    Eu acredito na criacao nao na evoluçao!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Deus criou todas as coisas!!!!!!!!!!!!!!
    As coisas principalmente o homem nao veio a existir do nada Deus os criou.
    se nos realmente viessemos do macaco nao ia haver mas macacos no mundo todos iam ter virado homem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Melo:

      Se nós viemos do pó não deveria existir pó poraí todo pó teria sido a materia pra fabricar todos os homens que existem.

    • Rasal Albuquerque:

      Problema seu, eu acredito que todos os animais foram criados por um dragão roxo de Mercúrio, mas não saio falando isso por aí. Guarde sua crença pra você.

    • sergio_panceri:

      [ironia]Realmente, tadinho dos macacos… devem ser os excluidos de deus 🙁 rsrsrs [/ironia]
      agora, falando sério… todos os macacos e símios da atualidade estão perfeitamente ajustados ao seu eco-sistema, e mesmo embora demore milhares de anos para se ter algo notável no quesito evolução+adaptação/2, é muito errado e presunçoso da sua parte julgar o homem (homo-sapiens) como o ápice desta mesma ou como o topo de uma cadeia a qual todos os animais devem seguir o mesmo caminho para prosperar….
      vale lembrar também que caso outra catástrofe ou extinção em massa atinja a terra, o próximo reino será o das baratas… rs

      abra sua mente amigo, encha-a de conhecimento, aí então pense por conta propria.

    • João Marcos:

      A evolução não é algo que você tenha que acreditar, ela é um fato. Ela continuará sendo verdade mesmo você não acreditando.

  • anonimo:

    É um rato? É um cachorro? Não, é um porco-da-índia parente da baleia.

    .UAU.

  • paulo:

    eses bichos são monstruosos

  • Renato Bueno:

    Você acha que os animais daquela época eram fascinantes por que não conhece os animais da sua epoca…

    Todos são fascinantes, são bizarros e evoluiram para o que você conhece hoje…

    Sobre a cor, tem haver com com a quimica dos animais e a sua dieta… se souber esses dois fatores fica fácil saber de que cor era o bicho.

  • Bruna:

    Incrível esse artigo, adorei!!!!!

  • igor souza:

    nossa, nessa época os animais da terra eram fascinantes ! lembrei dos animais do filme avatar, essa matéria vai pra quem acha a terra sem graça! mas eu queria saber mesmo é como os cientistas descobriam as cores das penas das aves só com os fósseis ??

  • Giovanni Neves:

    Esse Rinoceronte peludo aí… era o único? Porque eu já ouvi falar de um que tinha uma espécie de lã, ou é a mesma coisa?

  • thatinha.:

    desculpe me escrevi errado minhas sinceras desculpas a palavra certa e animais pre-historicos obrigado

  • thatinha.:

    nossa isso e mesmo legal tenho certeza que isso vai me ajudar com o meu trabalho sobre os anomaios pre- historicos

  • Wanderson:

    Ah,a Paleontologia, sempre interessante.Mais interessante ainda são os nomes dos bichos,os cientistas deviam estar inspirados,como no caso do exemplo 5,o glorioso…Para…Parapro…palaeho…enfim.Duvido alguém falar esse nome tres vezes e bem rápido.

    O mais interessante disso tudo são as mudanças climáticas que periodicamente em períodos de milênios,se modificava bruscamente,levando de roldão todos os seres vivos a extinção,coisa que não acontece mais.

    Desde a última era glacial,houve uma “calmaria climática”isso mesmo,essa calmaria só está mudando graças a intervenção humana.

    É um caso a se pensar.

    A terra pode mudar repentinamente e acabar com a maioria da população humana sem dúvida,mas o que acontece hoje é o contrário,o homem está mudado o clima e a paisagem do planeta de maneira violenta podendo levar a sua própria extinção e de tudo o que o cerca.
    Não é a toa que alguns cientistas estão comparando a raça humana como um cancer malígno ou como um enchame de gafanhotos que cresce a cada dia como uma praga.

    O que vc quer ser?Um cancer,um gafanhoto no meio de um enchame,ou um ser humano que pode fazer a diferença?

  • Carlos:

    Muito bom este post..
    flw..

  • Fabio:

    Muito bacana o post! Só nao entendi… Baleia pré histórica , ancestral da baleia moderna… Mas a baleia não é da classe dos mamíferos?

    • Fábio Alves:

      Xará, por acaso os mamíferos atuais também não evoluíram de mamíferos pré-históricos?

    • Marcelo Ribeiro:

      Sim, evoluíram, e há muita evidência disto nos museus de história natural.

  • Jefferson Oliveira Alves de Araujo:

    Titanis Walleris que nada…

    Isso é um Peco peco… =D

  • Cristiano R.:

    Esses bichos são monstruosos!

  • Marcos:

    Sugiro q insiram nas fotos a imagem de um homem de 1,70 em escala, para q possamos ter uma noção da proporção dos tamanhos… Assim, sem essa referencia fica meio sem graça,,

    Abraços, parabens pelo site.

  • Abel:

    UhULL…

  • jessika:

    Muito d+

Deixe seu comentário!