6 animais pegando carona em outros animais

Por , em 5.09.2016

Você se lembra da fotografia improvável feita de uma doninha voando nas costas de um pica-pau, que correu solta nas redes sociais em março de 2015? Essa enorme viralização aconteceu porque achamos que este tipo de interação entre os animais é raríssima, mas a verdade é que há vários casos destes registrados – e muito mais casos que passam batido para o grande público.

golfinho e baleia carona

Em 2004 e 2006, por exemplo, pesquisadores documentaram baleias jubarte dando carona para golfinhos da espécie Tursiops truncatus, perto do Havaí. Eles apontaram um desses três motivos que podem ter causado a interação: as baleiras estavam sendo agressivas; as baleias tentavam ajudar os golfinhos de alguma forma; ou eles estavam apenas brincando juntos.

Julgando pela baixa velocidade que as baleias jogavam os golfinhos para cima, os pesquisadores não acreditam que elas estavam sendo agressivas. Os golfinhos não pareciam doentes ou machucados. Portanto, é mais provável que eles estivessem apenas brincando.

A doninha e o pica-pau

pica pau e doninha
Voltando à nossa dupla inicial, esta imagem da doninha voando nas costas de um pica-pau foi registrada por um fotografo amador em um parque em Londres. Assim que os animais alcançam o chão, o pica-pau escapa, provavelmente fugindo do predador.

Cientistas que analisaram a imagem dizem que eles acreditam que ela seja real, tanto do ponto de vista fotográfico quanto da biologia. Isso porque a imagem parece autêntica visualmente e porque pica-paus da espécie Picus viridis costumam se alimentar de formigas no chão, onde ficam vulneráveis a predadores como a doninha.

Genetta pegando carona em um rinoceronte


Em julho de 2015 uma câmera escondida na folhagem de um parque na África do Sul registrou a passagem de um rinoceronte pelo local. O mais curioso da cena é que havia um genetta, ou pequeno felino selvagem, pegando carona no outro animal. Esse felino é conhecido por pegar caronas com outras espécies de rinocerontes e de búfalos.

Pesquisadores acreditam que os genettas gostam de ficam em cima desses enormes animais porque têm acesso a insetos ou parasitas que ficam em suas costas. Eles também obtêm um ótimo ponto de vista e recebem proteção de primeira linha contra outros predadores maiores. Os rinocerontes e búfalos normalmente não parecem se importar com os felinos, apesar de se irritarem de vez em quando.

O corvo passeando nas costas da águia

corvo e aguia
Um fotografo registrou o momento em que um corvo monta nas costas de uma gigantesca águia-careca, também em julho de 2015, no estado americano de Washington.

Kevin McGowan, biólogo especializado em comportamento dos corvos no Cornell Labo f Ornithology, diz que a sequência de imagens não é muito surpreendente, já que corvos costumam atacar aves predadoras para afastá-las de seus ninhos. Quem vê essa cena, pode acreditar que as aves estão passeando pacificamente, e não no meio de um conflito. As águias estão acostumadas à reação dos corvos.

Pássaro nas costas de gavião

passaro e gaviao
Outro caso de uma ave predadora sofrendo com o ataque de pássaros menores é este, registado no parque de vida selvagem Great Plains (EUA) em agosto de 2015.

Foca surfando em baleia

foca nas costas de baleia
Esta fotografia foi feita na Austrália em setembro de 2015, e mostra uma foca surfando nas costas de uma baleia-jubarte. Pesquisadores não sabem o que motivou esta interação.

É possível que a foca estivesse apenas se divertindo, afirmou Michael Napier, especialista em animais da faculdade de medicina veterinária Virginia-Maryland. [National Geographic]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (6 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!