Vídeo: veja uma baleia-branca brincar de buscar a bolinha

Por , em 14.11.2019

Você brinca de jogar bolinha com o seu cachorro? Isso é coisa do passado. A moda agora é brincar com baleias-brancas.

Bom, pelo menos uma sabe fazer isso: Hvaldimir, uma beluga macho que tem sido avistada diversas vezes nas águas da Noruega interagindo com humanos.

A filmagem abaixo se tornou viral nas redes sociais e não está claro quem foi a primeira pessoa a compartilhá-la. Nela, você pode ver claramente uma baleia-branca buscando uma bola de rúgbi lançada por uma pessoa a bordo de um barco:

Hvaldimir

O primeiro avistamento da baleia ocorreu próximo a Hammerfest, na Noruega. Um pescador percebeu que a beluga usava um cinto apertado com um suporte de câmera no qual se liam as palavras “Equipment St. Petersburg” (em português, “Equipamento de São Petersburgo”).

Isso levou a especulações de que o animal era utilizado como espiã pelos russos. Foi daí que o animal recebeu seu nome: “Hval” é a palavra norueguesa para baleia, em junção com o nome do presidente russo, Vladimir Putin.

É improvável que Hvaldimir fosse mesmo um fugitivo da Marinha Russa, no entanto. Em abril, mês em que o animal foi “descoberto”, o coronel russo aposentado Viktor Baranets explicou que o país treinava “golfinhos militares”, não baleias, e que esse programa não era segredo.

E acrescentou: “se estávamos usando este animal para espionagem, você realmente acha que anexaríamos um número de celular com a mensagem ‘ligue para este número’ a ele?”.

Cativa

Parte ou não de algum programa militar ou governamental, a beluga deveria ser um animal de cativeiro, uma vez que demonstrava uma certa dependência humana – tanto que estava malnutrida quando foi primeiramente encontrada.

Segundo a Fundação Hvaldimir, uma iniciativa sem fins lucrativos dedicada a monitorar a famosa beluga, o objetivo final é torná-la capaz de caçar e permanecer na natureza sem nenhuma interação humana. Felizmente, a beluga atualmente “mostra sinais de que está caçando por si própria”.

Os pesquisadores continuam a acompanhar seus avistamentos. A organização pediu, através da plataforma Facebook, que qualquer pessoa que encontrasse Hvaldimir “respeitasse seu espaço”. Isso porque incentivá-lo a se aproximar demais de seres humanos pode “estragar os esforços” para ajudá-lo a se reintegrar à natureza.

“Estamos felizes em informar que ele demonstra uma tendência positiva no ganho de peso e sua atitude e comportamento parecem indicar uma confiança aumentada à medida que ele navega pelos fiordes da Noruega”, escreveu a Fundação em uma postagem no final de outubro. [HuffPost]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (13 votos, média: 4,69 de 5)

Deixe seu comentário!