7 jeitos estúpidos de acidentalmente se suicidar

Por , em 26.12.2012

As pessoas fazem todo o tipo de coisa idiota que pode acabar as matando. Das mais improváveis, como escutar música alta e não perceber que um helicóptero está para cair na sua cabeça, as com certeza estúpidas, como pular de uma torre em um paraquedas experimental, confira histórias de gente que acidentalmente se suicidou:

1 – Usar um lenço muito longo

Na década de 1920, a dançarina Isadora Duncan era uma mulher muito bela com um longo pescoço delgado. Ela também gostava de usar longos lenços e passear pelo interior da França, o que, infelizmente, se provou ser uma combinação fatal para a garota: ao se sentar no banco do passageiro de um carro esportivo, seu lenço vermelho voou para trás e ficou preso no eixo da roda traseira, quebrando seu pescoço em dois e matando-a instantaneamente.

2 – Comer muito doce

O rei Adolf Frederick da Suécia morreu em 12 de fevereiro de 1771. Nesse dia, depois de comer uma refeição adequada para um rei, que consistiu de lagosta, caviar e champanhe, ele decidiu terminar com algo doce. Adolf conseguiu consumir 14 tigelas de Semla, uma massa folheada recheada com creme servida em uma tigela de leite quente, antes de seu sistema digestivo falhar.

3 – Ouvir música muito alta

Cuidado, um helicóptero está prestes a cair! Talvez Isaiah Otieno tivesse ouvido isso, ou os sons terríveis de um helicóptero fora de controle, se não estivesse usando fones de ouvido. Otieno estava caminhando em British Columbia quando o acidente ocorreu, matando o piloto e os ocupantes do helicóptero, bem como o pedestre infeliz.
Veja acima o vídeo do acidente.

4 – Dono da Segway Inc morre em um Segway

Chame isso de ironia do destino, ou apenas idiotice: James W. Heselden havia assumido recentemente a empresa Segway Inc, que fabrica dispositivos de duas rodas mais comumente adotados por funcionários postais e seguranças de espaços como shoppings, quando acidentalmente dirigiu seu Segway em direção a falésias perto de sua casa na Inglaterra.

5 – Jogar muito videogame

Lee Seung Seop era um viciado em videogame que até largou seu emprego para passar mais tempo jogando. Em agosto de 2005, ele entrou em uma maratona de videogame em um café local sul-coreano. Depois de jogar por 50 horas seguidas, só parando para cochilos ou usar o banheiro, ele colapsou por desidratação e insuficiência cardíaca. Game over.

6 – Pular da Torre Eiffel com uma roupa para voo não testada

Franz Reichelt, um alfaiate francês, estava obcecado com a ideia de criar uma roupa que servisse como paraquedas para aviadores que pudessem estar em perigo. Ele conseguiu arrumar um teste para a sua invenção no topo da Torre Eiffel em 4 de fevereiro de 1912, prometendo usar um manequim. Acontece que ele próprio quis pular, e espectadores horrorizados assistiram seu mergulhou para a morte. Graças ao YouTube, seu primeiro, último e único salto foi preservado para posteridade.

7 – Tomar muito Viagra e fazer muito sexo

Duas meninas apostaram com Sergey Tuganov, um homem de 28 anos, US$ 3.000 (cerca de R$ 6.000) que ele não poderia ir passar o dia todo na cama com elas. Para provar que podia, o russo tomou vários compridos de Viagra. Doze horas mais tarde, ele quase ganhou a aposta, mas morreu de ataque cardíaco.[Oddee]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

11 comentários

  • Carmo Almeida:

    É claro que o rei Adolf Frederik tinha de ter um chefe de cozinha em pleno século XVIII. Todas as cortes europeias o tinham. Era de praxe!

  • Ruy Magalhães:

    morrer comendo doce e transando me parece bom (desde q tenha sido bem rápido e sem muita dor…). E Isadora já era cinquentona qdo morreu

    • Zelia de Oliveira:

      a mentira começa,pelo século,ano ,porque já tinha chefe de cozinha nessa época?surreal,

  • Deijivan Hanavan:

    Isso não é nada… as mortes mais idiotas estão no Prêmio Darwin – http://www.darwinawards.com/

  • claudemir da silva:

    cada história bizarra

  • Francisco Assis Gurgel Gurgel:

    Realmente, mas de todas estas o que chamou minha atenção foi a do Rei da Suécia, morreu comendo doce pode até considerar a morte mas doce da época.

  • Maycon Ghizzi:

    Rapaz devo concordar que quase todas essas mortes foram bobas e idiotas, menos a última, morrer transando com duas garotas o dia todo, isso foi heróico!

  • Juliano Bueno:

    O caso de Sergey Tuganov eu não incluiria como idiotice, não. Alguém faria algo diferente diante da expectativa de passar 24 horas na cama com duas belas jovens russas?

    Isso que eu chamo de boa morte!

  • Marte:

    A partida de Isadora Duncan foi trágica. E ela não merecia esse destino, pelo tanto que amava a vida.

    Agora, os outros dessa lista meio que procuraram pelo ponto final. Com talento para coisa, conseguiram. Alguns até mereciam um troféu póstumo “Mané do século”.

    • Germano:

      véio tem um americano mais estupido ainda
      e é recente … ele se jogou em um vidro blindado para provar para os colegas que o vidro era super resistente
      o vidro quebrou e ele caiu de um predio alto pra c#cete
      hehe

    • Wangles MReis:

      Menos o Sergey Tuganov, Marte!
      kkkkk

Deixe seu comentário!