A tela mais fina do mundo é feita de sabão

Por , em 2.07.2012

Como bons cientistas japoneses, pesquisadores da Universidade de Tóquio vão estabelecer, em agosto de 2012, mais um recorde mundial de tecnologia. Em tal mês, está previsto o lançamento do que promete ser a mais fina tela de computador já desenvolvida.

O princípio desta novidade, conforme explicam os pesquisadores, é simples como uma bolha de sabão. Observou-se que a superfície de uma bolha de sabão é uma membrana com duas características importantes: permite a passagem de luz através de si e revela a cor de sua própria estrutura (atributo que é chamado de Efeito Tyndall).

Baseados nestas propriedades, os japoneses criaram uma tela a partir de dois líquidos coloidais (que fazem, em números, a espessura da tela variar entre 1 nanômetro – 1,0×10−9m – e 1 micrômetro – 1 × 10-6m). Estes líquidos formam uma película resistente, mas ao mesmo tempo, maleável.

Flexível, controlável e tridimensional

Uma bolha de sabão, na natureza, é muito fácil de estourar, basta um leve sopro. O que os cientistas fizeram, no entanto, foi produzir uma bolha de sabão incrementada pelos líquidos coloidais, para conferir resistência.

A tela é estabilizada no ar por ondas de ultrassom. No futuro, instalada em um computador, acaba-se a preocupação do usuário em não riscar o monitor: você poderia passar o dedo através da tela sem causar nenhum dano.

Além disso, os cientistas nipônicos mostraram em vídeo uma série de imagens tridimensionais que podem ser exibidas com tal tecnologia. A tela é totalmente manipulável: pode-se controlar sua transparência através da frequência das ondas de ultrassom, conforme o efeito visual que se pretende atingir.

Para que uma imagem apareça nesta tela, é usado um projetor comum que poderia facilmente ser instalado em computadores do futuro.

Simples como trabalho de feira de ciências

Tamanha inventividade já foi reconhecida: a tela de bolha de sabão será apresentada em uma conferência internacional de tecnologia gráfica (Siggraph 2012), em Los Angeles, nos Estados Unidos. Na ocasião, será oficialmente apresentada ao público (apesar de já ter sido patenteada).

Se você não entendeu muito bem o que são os tais “líquidos coloidais”, não se assuste. Em médio prazo, a previsão é de que esta tela possa ser produzida a um custo realmente baixo.

Os ingredientes básicos parecem tirados de uma lista de materiais de uma aula de ciências da escola: sabão, açúcar, glicerina, surfactante (substância que diminui a superfície de contato entre dois líquidos), água e leite. Até o velho conselho “não tente fazer isso em casa” parece fora de propósito, porque a ideia é mesmo muito simples. [New Scientist/Siggraph2012/96 Ochiai]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

Deixe seu comentário!