Café da manhã ajuda na dieta? Tire essa dúvida de uma vez por todas!

Por , em 17.01.2011

Há quem diga que tomar um reforçado café da manhã ajuda na dieta. Afinal, em teoria, uma refeição com tudo o que você tem direito proporcionaria menos fome durante o dia e, assim, você comeria menos bobagens. Mas será que isso funciona mesmo? Nós temos a resposta!

Afinal, café da manhã ajuda na dieta?

Em todos os estudos feitos sobre o assunto, nos últimos 70 anos, a única solução garantida para a perda de peso é ingerir menos calorias do que você gasta. Ou seja, ou comer menos ou se exercitar mais.

Pesquisas mostram que tomar um grande café da manhã realmente diminui a quantidade total de calorias ingeridas no fim do dia. Mas isso levando-se em consideração a quantidade que as pessoas comem no dia todo para fazer essa comparação – ou seja, algumas tomavam um café da manhã grande comparado a pouca quantidade de comida que ingeriam no resto do dia, não necessariamente um café da manhã reforçado para os parâmetros de outras pessoas.

Cientistas do Centro de Medicina Nutricional Else-Kröner-Fresenius analisaram 300 pessoas e pediram para que elas mantivessem uma espécie de diário, relatando o que comiam todos os dias. Dentre as 300 pessoas havia quem caprichava no café da manhã, quem comia pouca coisa e quem não comia nada de manhã.

Os resultados revelaram que as pessoas comiam a mesma quantidade no almoço e no jantar, independente do tamanho do seu café da manhã. O que mudava era apenas a vontade de fazer um lanchinho entre o almoço e o desjejum, que realmente o impedia de comer menos besteiras. Mas como a diferença estabelecida entre um café da manhã reforçado e um normal era de 400 calorias, isso equivalia a contagem calórica do lanche da manhã, não fazendo diferença na quantidade total de calorias ingeridas ao dia.

Então especialistas ainda mantém a idéia de que para emagrecer o caminho certo é fazer exercícios e comer menos. [Science 2.0]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

6 comentários

  • Everton Carlos da Costa Cardoso:

    Cibernética, ainda bem que não sou único no mundo. Dessa forma eu concluo meu organismo “trabalha” de forma normal.

  • Cibernática:

    Comigo acontece o mesmo Everton!

  • Everton Carlos da Costa Cardoso:

    É incrível como reage de maneira peculiar cada organismo humano. Se eu ingerir algum alimento pouco antes de dormir, acordo pela manhã com muita fome. Se eu for dormir, sem ingerir nenhum alimento depois de jantar, pela manhã acordo sem sentir fome. Depois de 1 hora é que sinto vontade de “quebrar” o jejum.

  • David Quirino dos Santos:

    Eu geralmente acordo, tomo um cafèzinho, puro, e começo o meu dia. Caso fique restrito a este cafèzinho e talvez mais um até a hora do almoço… que não é precisa; variando muito… dá para aguentar, mas, se faço um desjejum tipo: pequeno almoço, é certo que duas horas depois estarei mais faminto do que estaria na hora normal do almoço e devido a isto, os lanchinhos sucedem-se.

  • Ezio José:

    O que ajuda na dieta, além de um café reforçado é antes de dormir tomar uma ou duas colheres de spoa de mel puro de abelha. Ao levantar, uma hora antes de tomar o café reforçado, tomar uma colher de zeite de oliva extra virgem (5% a 7%).
    Além de se manter saudável, ajuda a equilibra peso e massa corporal.

  • Site Lactobacilo:

    Tomar café da manhã todos os dias é um hábito saudável – se será uma refeição mais ou menos farta, depende das preferências e tolerâncias de cada um. Algumas pessoas acordam sentindo muita fome, e vão ter um desjejum mais reforçado; outras pessoas não têm tanto apetite ao despertarem e, às vezes, não comem nada pela manhã (o que não é recomendado).

    O café da manhã ideal tem pão integral (carboidratos), queijo branco ou leite desnatado (proteínas magras) e uma fruta (fibras). Dessa forma, garantimos que nosso corpo comece o dia com os nutrientes que ele precisa para funcionar corretamente. A quantidade do que ingerimos depois de acordar pode variar, mas é muito importante comer pelo menos uma fonte de carboidratos, para manter a normalidade da glicose sanguínea. É por isso que devemos nos alimentar de 3 em 3 horas ao longo do dia: para manter os níveis da glicemia constantes, sem alterações abruptas.

    Veja mais dicas sobre como ter uma alimentação saudável no site http://www.lactobacilo.com.

Deixe seu comentário!