Cientista sueco sugere comer carne humana para combater a mudança climática

Por , em 9.09.2019

O cientista comportamental e estrategista de marketing Magnus Söderlund, da Escola de Economia de Estocolmo, fez uma declaração polêmica na TV sueca: ele disse que, para realmente enfrentar os efeitos da mudança climática, nós talvez precisemos superar alguns tabus e nos acostumarmos com a ideia de comer carne humana.

Uma questão de sustentabilidade

Söderlund falou sobre o tema em uma entrevista ao canal de televisão nacional TV4, abertamente discutindo tópicos como “o canibalismo é uma solução para a sustentabilidade dos alimentos no futuro?” e “somos egoístas demais para viver de maneira sustentável?”.

Claro, Söderlund não sugeriu um retorno a tempos sombrios de canibalismo primitivo. Ele apenas defendeu que poderia haver, no futuro, algo como uma “indústria da carne humana” se as pessoas fossem capazes de ultrapassar tabus conservadores antigos sobre comer este tipo de alimento.

A ideia é que, uma vez que outras fontes alimentícias se tornarem mais escassas devido aos efeitos no clima, humanos podem ter que considerar comer coisas que são agora quase impensáveis em algumas culturas, como carne de animais de estimação, insetos e carne humana.

Söderlund ainda crê que, com o marketing e as razões certas, as pessoas estariam dispostas a dar uma chance para um pernil ou sobrecoxa humanos. Inclusive, uma vez que terminou sua apresentação, 8% da plateia do programa de TV sueco levantou a mão dizendo que toparia experimentar carne de sua carne, incluindo o próprio cientista. E você, o que acha? [BigThink]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (12 votos, média: 2,92 de 5)

Deixe seu comentário!