Como escolher o melhor desodorante

Por , em 4.06.2013

Quem já saiu para comprar desodorantes e antitranspirantes sabe que existe uma variedade assustadoramente grande de produtos.

Na maioria das vezes, as pessoas simplesmente escolhem o desodorante que gostam e esquecem as “características especiais” que o marketing das embalagens anuncia. Elas estão certas. Não importa o que você ouça – alguns argumentam contra o alto custo de alguns desodorantes e os potenciais efeitos negativos de antitranspirantes -, poucos dados sugerem que existem diferenças significativas nas escolhas.

Como funciona o desodorante

Primeiro, vamos entender o que desodorante faz e o que você pode esperar dele. O Dr. Adam Kallel, diretor científico da Victrix Computacional e Consultoria Química Medicinal, explica como o odor do corpo funciona e como os desodorantes agem para bloqueá-lo.

“O odor corporal é causado pela fermentação de transpiração por bactérias que ocorrem naturalmente no corpo humano. Desodorante é apenas uma formulação de perfume, álcool e, às vezes, um pouco de triclosan, um agente antisséptico, para tentar matar algumas das bactérias. Geralmente, o perfume é o que difere e quaisquer ‘poderes de combate especiais’ são duvidosos, na melhor das hipóteses”.

Ao escolher um desodorante padrão, escolha a forma e perfume que você gosta. Se quiser economizar dinheiro, ou não quiser nenhum cheiro em particular, basta encher uma garrafa de spray com álcool e utilizá-lo. Como o álcool funciona como um desodorante, você realmente não precisa de outros ingredientes.

Como funciona o antitranspirante

As pessoas gostam de acreditar que antitranspirantes efetivamente as auxiliam a parar de suar, uma função natural do corpo humano. Antes de entrar na polêmica, porém, vamos entender o que eles realmente fazem.

Dr. Kallel explica: “Os antitranspirante realmente fazem alguma coisa. Eles geralmente contêm cloridrato de alumínio e tetracloridrato de zircónio e alumínio em gel para absorver a transpiração e podem ser mais eficazes”.

A inclusão do alumínio faz com que algumas pessoas se preocupem, pois acreditam que, quando absorvido pelo organismo, o alumínio aumenta o risco de câncer (câncer de mama, em particular). Mas, embora alguns médicos não recomendem seu uso, não existe qualquer evidência conclusiva de um risco real.

Se você achar o antitranspirante não faz diferença para você, então realmente não há nenhuma razão para usá-lo. Se visivelmente melhorar a sua qualidade de vida, não existem resultados conclusivos que indiquem que você deve parar de usá-lo. Em última análise, no entanto, você terá que decidir se a pequena quantidade de pesquisas e paranoia coletiva da internet são suficientes para negar os benefícios de seu antitranspirante.

Seu cheiro pode incomodar os outros

Em termos de sua saúde pessoal, o cheiro do desodorante que você escolher não faz diferença, mas pode ser importante para outras pessoas. Alguns desodorantes oferecem aromas mais poderosos do que outros, e o poder do perfume pode incomodar mais do que o seu odor natural.

Além disso, pesquisas afirmam que o cheiro desempenha um papel relevante na atração sexual. Jesse Bering explica: “Uma das substâncias alvo mais importantes que acreditamos desempenhar um papel na atração das pessoas é um composto encontrado em secreções axilares. Quando as mulheres são expostas a este sinal, ele ativa regiões do cérebro associadas a atenção, cognição social, o processamento emocional e comportamento sexual. Os efeitos na excitação feminina foram claramente documentados em um artigo de 2008 na revista Hormônios e Comportamentos, dos EUA”.

Enquanto não sabemos exatamente qual é o papel que o cheiro desempenha na atração e excitação, a pesquisa indica que ele é significativo. Por essa razão, mascarar excessivamente seu cheiro natural pode tornar-se um prejuízo – não apenas pode anular alguns dos efeitos positivos dos feromônios, mas se o seu parceiro associá-lo com um cheiro específico que você compra, então você corre o risco de cheirar diferente – como uma pessoa diferente – se resolver mudá-lo. [LifeHacker]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

4 comentários

  • lucas soares:

    O Odaban é um desodorizante cuja embalagem é em forma de vaporizador em spray. É usado por homens e mulheres em todo o mundo e o mais eficaz na prevenção de suor e neutralização do desenvolvimento bacteriano, impedindo odores desagradáveis.
    Muitos conhecidos e eu próprio testei a sua eficácia e fiquei convencido. A partir de agora apenas uso Odaban! O único que provou ser de confiança contra o suor e o mau odor!

  • Augusto Lunetta:

    o desodorante com cloridrato de aluminio faz mal sim….e pode provocar cancer de mama sim…eu mesmo já fiz essa experiencia….é perigoso.

  • Beto Caldas:

    Nada como o bom e velho Italian Pine, de srpay mesmo…pena que mudaram a fórmula e ficou “doce” e enjoativo, também nunca mais o encontrei…Hoje nos supermercados a imensa maioria de desodorantes é “antitranspirante” e aqueles que não os são, tem muitas vezes um perfume enjoativo. O Luiz Carlos levantou uma questão interessante sobre os desodorantes “sem álccol” já que a matéria em seus início sugere simplesmente usar “álcool”.

  • Luiz Carlos Rodrigues:

    Matéria incompleta, hoje nos supermercados quase não mais encontramos desodorantes a base de álcool. E então como ficamos? Podemos confiar nos desodorantes sem álcool????????

Deixe seu comentário!