Como este grupo de babuínos executou um plano brilhante para fugir do laboratório de pesquisas

Por , em 18.04.2018

Usando apenas um barril, quatro babuínos se libertaram de uma instalação de pesquisa por cerca de meia hora, até serem recapturados e devolvidos ao Instituto de Pesquisa Biomédica do Texas (IPBT), nos EUA.

O IPBT possui cerca de 2.500 animais, incluindo 1.100 babuínos. Os animais são geralmente usados para testar vacinas e remédios.

Quando escaparam, testemunhas se mostraram preocupadas de que os primatas estivessem carregando doenças infecciosas. Um comunicado de imprensa do IPBT afirmou que os babuínos não estavam infectados.

A vice-presidente de comunicação do Instituto, Lisa Cruz, disse que esses babuínos em particular não estavam sendo usados para estudo. “Os babuínos do curral estão em espera. São normalmente usados para reprodução ou aguardam até sabermos para que tipo de estudo eles podem ser usados”.

A instalação

Os animais são mantidos em um grande recinto ao ar livre, cheio de tubos de concreto e estruturas de escalada.

Seis a oito meses atrás, os pesquisadores adicionaram ao local barris azuis cheios de grãos para que os animais pudessem rolá-los a fim de conseguir comida, um esforço para imitar o ambiente natural na qual os babuínos teriam que procurar por alimento.

Este “curral” tem paredes inclinadas para dentro, que impedem a fuga dos animais desde que foi construído, há cerca de 35 anos.

No último sábado (14), no entanto, um babuíno aprendeu a colocar um barril na vertical e usá-lo para chegar ao topo da parede. Depois, outros três babuínos viram e fizeram o mesmo.

Este vídeo mostra como é o recinto:

O incidente

Quatro babuínos escalaram a parede, mas um retornou por sua própria vontade. Os três restantes foram apreendidos por membros da equipe de cuidados com animais do IPBT, usando roupas e máscaras de proteção.

Esses animais são muito inteligentes. “Nós realmente não sabemos como [o barril] se levantou, mas de alguma forma aconteceu de estar no lugar certo perto o suficiente da parede do recinto para que o babuíno fosse capaz de pular. É a sua inclinação natural chegar ao próximo ponto mais alto”, disse Cruz, comentando sobre a habilidade de escalada dos babuínos.

Por enquanto, os barris foram removidos.

Cruz explica que os babuínos ainda têm algumas estruturas de escalada, e que o IPBT está “sempre procurando maneiras de melhorar o ambiente para os animais”. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (29 votos, média: 4,72 de 5)

Deixe seu comentário!