Má notícia para o planeta: cientistas podem ter descoberto como surgiram os buracos misteriosos da Sibéria

Por , em 6.08.2014

Lembra dos buracos misteriosos que apareceram na Sibéria? Ninguém sabia o que eles eram ou como tinham surgido, e agora parece que os cientistas têm uma boa ideia do que representam. Não foi uma tentativa do Surfista Prateado em transformar nosso planeta em um delicioso queijo suíço para o Galactus devorar mas a notícia ainda é péssima para nós

Pesquisadores analisaram o ar coletado na parte inferior de uma das crateras, e o resultado parece apoiar uma das teorias iniciais sobre o mistério, de que o buraco tinha sido formado por metano liberado do derretimento do permafrost (solo permanentemente congelado do Ártico).

A notícia é péssima porque pode indicar emissões assustadoramente altas de um poderoso gás do efeito estufa.

O estudo

Uma expedição do Centro Científico de Estudos do Ártico encontrou concentrações de metano de 9,6% na parte inferior da cratera – o que é 50.000 vezes maior do que a média atmosférica.

Embora seja preciso ter cautela antes de dizermos que foi o metano o responsável pelo aparecimento dos buracos, a extraordinária concentração do gás parece improvável de ser uma coincidência, ainda mais porque o metano é um pouco mais leve do que o ar.

Os verões de 2012 e 2013 na península Yamal, onde a cratera fica, foram em torno de 5°C mais quentes do que o normal. O líder da expedição, Andrei Plekhanov, disse que as altas temperaturas provavelmente derreteram o permafrost até o ponto em que ele colapsou, liberando o metano aprisionado.

Uma teoria concorrente afirma que uma única estação quente, ou mesmo duas, não é suficiente para criar um buraco tão profundo. Hans-Wolfgang Hubberten, do Instituto Alfred Wegener, acredita que, em vez de “aquecimento global”, foi uma camada espessa de gelo que aprisionou o metano conforme o solo abaixo descongelou. “A pressão do gás aumentou até ficar alta o suficiente para afastar as camadas sobrepostas em uma injeção poderosa, formando a cratera”, argumenta.

Os pesquisadores não sabem dizer se as três crateras vistas até agora se formaram ao mesmo tempo. Só a maior foi estudada. Uma delas foi vista se formando em setembro de 2013, apesar de relatos de testemunhas oculares variarem.

Futuro perigoso

Estabelecer o método pelo qual as crateras se formaram é importante, pois pode fornecer meios para alertar os moradores locais ou os operadores do campo de gás das proximidades Bovanenkovskoye se uma cratera estiver prestes a aparecer em algum lugar perigoso.

Além disso, caso a teoria do metano seja confirmada, os cientistas precisam entender o que isso significa para o planeta. O metano é um gás de efeito estufa muito mais potente do que o dióxido de carbono – tradicionalmente estimado em 25 vezes, mas o mais recente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas elevou esse número a 34 vezes ao longo de um período de 100 anos.

A possibilidade de um aquecimento de temperaturas globais liberar metano do Ártico tem sido o mais divulgado dos cenários possíveis para uma mudança climática descontrolada – embora alguns pesquisadores tenham questionado os cenários apocalípticos.

Plekhanov deve voltar à cratera para medir o metano aprisionado nas suas paredes, tanto para resolver a questão do processo que levou à sua formação quanto para ter uma ideia de quanto o metano está sendo liberado. [IFLS]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (10 votos, média: 4,90 de 5)

29 comentários

  • Ipojucan Almeida:

    O mesmo que fora mencionado no caso do Triangulo das Bermudas.
    Suspeitam que gases subterrâneos possam provocar grandes no mar e no ar

    • Ipojucan Almeida:

      O mesmo que fora mencionado no caso do Triângulo das Bermudas. Suspeitam que gases subterrâneos possam provocar instabilidade no mar e no ar

  • Gustavo Freitas:

    Muito mimimi de ambientalistas…. e que nem as patentes de cfc que acabou, aí colocaram a culpa nisso pra fazer outra patente… kkkkkkkk

    • Cesar Grossmann:

      Só que não, Gustavo, isto daí é conversa fiada de anti-ambientalistas…

    • Abalen:

      O Metano é um gás asfixiante, venenoso e que pode acabar com os homens e animais. A cada ano sua concentração no ar aumenta…

  • Henrique Pessoa:

    É so jogar um fosforo lá :V problem solved

    • Cesar Grossmann:

      Uma explosão de metano não é legal… E isto não vai resolver o problema de gases de efeito estufa liberados na atmosfera…

    • Binho Viana:

      Também acho, queimar o metano vai diminuir várias vezes o poder de estufa dele… Plantar florestas onde está mais quente também.

    • Carlos Lins:

      Uma hora são os extras terrestres, outra hora são os asteroide e agora é o gás metano. E quando sai o livro 1001 forma de acabar o palneta

  • Ju Ribeiro:

    Poderia ter acontecido algo semelhante com a nossa Lua!

    • Cesar Grossmann:

      Sem chance. Não tem permafrost, não tem metano, e não tem derretimento de permafrost na Lua.

  • Gabriel:

    Após a erupção de um vulcão, fica um oco?

    • Cesar Grossmann:

      Depende do tipo do vulcão e do tipo de erupção. Em alguns casos, erupção é explosão, e deixa uma cratera. Em outros, significa só lava.

    • Khaoz Winzigthor Jager:

      homem não cuida de seu jardim, destrói! FATO! porem Cesar me desculpe, não fomos a lua e tao pouco o que sabemos deve ser verdade!!!

    • Cesar Grossmann:

      Peça desculpas à si mesmo, as missões lunares são um fato histórico. A propósito, a partir de “e tao pouco” não dá para entender o que tu quer dizer. Não seria “tampouco”?

  • Luiz Sérgio Gouvea Rocha:

    A possibilidade desse apocalipse acontecer é natural, se for causado por fenômenos natural, mas quando penso que pode ser causado por nossa
    mania de destruir é, sempre,uma possibilidade extremamente desagradável
    e muito sofrida, se a evolução natural nos leva a isso.
    Mas continuemos a viver e a descobrir até quando possível. Que seja assim !

  • Renan Zgoda:

    Isso parece “interesse” por petróleo e daí o assunto de gás metano e etc… mas claro, há grande chance de meu pensamento estar errado.

    Quanto a solução para capturar esse gás metano, estão sendo feitos testes desde 2013 com zeólitos, ou aluminossilicatados, minerais que podem capturar moléculas por sua estrutura porosa, e talz..
    Eu li pouco e fui pesquisar, mas já tava pensando, quando li a matéria: “Será que não estão extraindo petróleo desses lugares e liberando gás metano?”…

  • Afonso Do Carmo:

    Há indícios de que o planeta está prestes a passar por grandes transformações. Historicamente isso implica na extinção em massa de espécies. Talvez tenha chegado a vez da espécie humana ou, pelo menos, de uma grande parte dela.
    A humanidade é hoje como um trem desgovernado e não há como pará-lo. Não há alternativas prontas e rápidas para os atuais meios de produção, mercado e consumo. O desastre, em maior ou menor escala, parece inevitável.

  • altamir.firewall3@gmail.com:

    Eu acho que eles deveriam testar as bombas atômicas e de reação em cadeia, aparelhos e outras coisas em Marte ou mesmo, como vem fazendo na Lua para gerar oxigênio, antes de aplicar estas coisas aqui na Terra. Eu acho que Marte e a Lua são grandes laboratórios, para a salvação da Terra… Abrs.

  • franobre:

    O CO2 pode ser capturado pela vegetação, principalmente durante seu processo de crescimento. Assim, uma boa forma de absorver o CO2 e plantar florestas e, quando elas atingiram seu ponto máximo de crescimento, derrubá-las estocando a matéria orgânica de uma forma que o carbono ali contido não volte à atmosfera (assim foram gerados os estoques de petróleo). Ou seja, não é assim tão dificil capturar o carbono do ar. Porém, a captura do metano não parece algo tão fácil.

  • Jhonata Ferreira:

    Queria estar em “Under the Dome”.

  • Edmacio Machado:

    Podem ter achado o maior gerador de energia do planeta,
    Energia gerada pelo gás metano
    O Metano é um gás incolor de pouca solubilidade na água e,
    quando adicionado ao ar se transforma mistura de alto teor inflamável.
    O que muitas pessoas não sabem é que é possível obter energia através
    do armazenamento desse gás em biodigestores, armazenando o gás
    que depois é encaminhado por compressores até um gerador,
    que transforma o gás em energia elétrica.

  • Suely de Oliveira:

    Tudo bem que esta é a maior cratera.

    Porém, tem sido formadas em diversos lugares do Planeta, nao seria o caso de nossos Geólogos,Cientistas Brasileiros, fazerem o mesmo com as que tem surgido no Brasil? Tem havido relatos.

    • Cesar Grossmann:

      Boatos, Suely, boatos. Não temos permafrost e portanto não temos metano aprisionado em permafrost.

    • Sérgio Castilho:

      A começar pelas estradas.

  • Cleivson Lopes:

    Sem choro, em breve nos tornaremos uma pequena estrela!

    • Sérgio Castilho:

      Os planetas gasosos estão muito à frente na fila!

  • Cesar Grossmann:

    Hora de pensar em equipamentos que capturem CO2 e Metano. Em grandes quantidades. Rápido.

  • otavio junior:

    Hora de fazer séries com a temática do metano, pois ao invés de enfrentar o apocalipse zunbi vamos enfrentar o apocalipse de puns do planeta.

Deixe seu comentário!