Dentistas retiraram 527 dentes da boca de um menino de sete anos

Por , em 5.08.2019

No começo deste mês, dentistas na Índia arrancaram mais de 500 dentes da boca de um menino de sete anos, de acordo com o jornal New Indian Express. Identificado como P. Ravidran, o menino foi levado ao Hospital Dental Universitário de Chennai para tratar um inchaço na mandíbula direita inferior.

Os dentistas pediram um raio-x e uma tomografia computadorizada, que revelaram uma estrutura parecida com uma bolsa na boca do menino, que continha 526 dentes. Isso se chama odontoma composto.

“O crescimento semelhante a um tumor impediu o crescimento dos molares permanentes no lado afetado da boca do menino. Raio-x e tomografia computadorizada mostraram vários dentes rudimentares em um tecido parecido com uma bolsa”, explicou Senthilnathan, professor de cirurgia oral e maxilofacial no Hospital e Faculdade Odontológica Saveetha.

Naquele momento os médicos determinaram que a cirurgia era necessária para tratar o problema raro. Os pais aceitaram a cirurgia imediatamente, mas o menino precisou “ser convencido” por horas.

Os pais contam que eles haviam notado o inchaço pela primeira vez quando ele tinha três anos, e o levaram a um hospital do governo. “Eles não conseguiram convencê-lo a ficar sentado para os exames”, disse seu pai, Praduboss.

A cirurgia, que requer anestesia geral, levou uma hora e meia. “A cirurgia era inevitável. Ao invés de quebrar o osso pela lateral e deixar um grande buraco, nós furamos por cima. Por sorte ele não precisou de uma reconstrução da mandíbula. Lá tinha um saco com pequenos dentes que foram cuidadosamente removidos para que eles não quebrassem ou lascassem. Os dentes saudáveis foram mantidos”, explicou o dentista Senthilnathan.

O menino agora tem 21 dentes, um a mais do que a maioria das crianças. Aos sete anos, as crianças têm 20 dentes, enquanto os adultos têm 32. Mas é possível que ele precise de implantes molares quando tiver ao redor de 16 anos, dizem os dentistas.

Depois da cirurgia, os cirurgiões levaram cinco horas para remover os 526 dentes do saco dentário. Os dentes tinham tamanhos diferentes que variavam entre 0,1mm a 15 mm.

“Eles pareciam pérolas em uma ostra. Mesmo os pedacinhos menores tinham uma coroa, raiz e cobertura de esmalte, como um dente”, explicou o dentista.

Os médicos envolvidos acreditam que a genética poderia estar por trás do desenvolvimento dessa bolsa de dentes, mas que o ambiente também poderia ter um papel importante. Eles querem saber se a radiação de torres de celular podem interferir na formação desses dentes. [Science Alert, Times of India]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (30 votos, média: 4,83 de 5)

Deixe seu comentário!