Descubra porque carboidratos melhoram o desempenho atlético

Por , em 26.10.2010

Os aficionados por esporte devem ter em mente uma imagem recorrente nos últimos anos. Em provas esportivas de grande resistência, tais como maratonas, triatlo e ciclismo de estrada, atletas passam o antes, durante e depois da prova tomando pequenos sachês com carboidrato concentrado. Afinal, porque ele auxilia na atividade física?

Um pouco de aula de ciências da sua época do ginásio: carboidratos são moléculas à base de açúcar, e o corpo os quebra para obter glicose. A glicose fica armazenada no fígado e nos músculos como glicogênio, que funciona como reserva de energia em longo prazo.

Tal energia é utilizada intensamente quando o organismo requer, o que é o caso de tais eventos esportivos. Quando um atleta toma um daqueles sachês de carboidrato, a substância fica ali, de prontidão, esperando para ser utilizada imediatamente.

Testes da Universidade de Birmingham (Grã-Bretanha) focou na diferenciação do “antes, durante e depois” da atividade física. A princípio, constataram benefícios globais que o carboidrato oferece independente do momento: permite que você treine mais, reduz os sintomas do treinamento em excesso, impede problemas de imunidade decorrentes do exercício e melhora o desempenho do corpo em situações de resistência.

Mas vamos às diferenças. A ingestão de carboidratos antes do exercício faz com que se forme uma rserva de glicogênio, direto nos músculos. Isso permite que se trabalhe a musculatura por mais tempo. É por essa razão que é importante tomar carboidratos antes de provas onde uma extensa musculatura é usada por um longo período, como uma maratona aquática.

Durante o exercício, proporciona aumento de glicose não nos músculos, mas no sangue. Esse combustível é ainda mais imediato, e servirá como energia adicional à atividade.

Depois da atividade, ao contrário do que se pode pensar, o carboidrato também é importante. No caso, a função é restaurar os níveis de glicogênio que foram perdidos durante o treino e ajudar a recuperar melhor os músculos. Cientistas seguem descobrindo novidades sobre as propriedades de reposição dos carboidratos.

Outro possível mito que deve ser derrubado: o carboidrato não é necessariamente um combustível a ser usado em curto prazo. Antes de se correr uma maratona, por exemplo, os médicos recomendam que se inicie uma dieta rica em carboidratos uma semana antes da prova. Essa ingestão prévia tem o objetivo de fornecer uma reserva estável ao corpo, já que alguns corredores preferem não ingerir nada no momento da competição. [Life’s Little Mysteries]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Davis:

    “Tiago” menos ai cara!

    Tds podem errar ¬¬

    “Essa ingestão prévia tem o objetivo de fornecer uma reserva estável ao corpo”

    Podemos chamar isto de pneuzinhos =D

  • Tiago:

    Um pouco de aula de ciências da sua época do ginásio: carboidratos são moléculas à base de açúcar, e o corpo os quebra para obter glicose.
    CARA VOCE É RETARDADO? CARBOIDRATO É AÇÚCAR, NÃO A BASE ELE É AÇÚCAR SEU IDIOTA, E O NOSSO CORPO NAO QUEBRA AS MOECULAS PARA OBTER GLICOSE ELE QUEBRA A GLICOSE( OU QUALQUER OUTRO CARBOIDRATO) PARA OBTER ENERGIA.

  • Adilson:

    Mais uma coisa que nós apaixonados pela musculação desde a Golden age.

Deixe seu comentário!