Esse cara queria saber por que dragões têm olhos nas laterais da cabeça se eles são predadores, e a resposta foi fabulosa

Por , em 21.04.2020

Quantas vezes você não ficou sabendo de algo que jamais teria se perguntado, graças à internet? Aposto que você também se viu compartilhando a informação, como se fosse algo que os outros precisassem de fato saber.

Este é um desses casos. Um usuário do Tumblr, “galahadwilder”, se perguntou por que dragões têm olhos laterais se são considerados predadores.

Ele estava fazendo referência a uma teoria evolutiva sobre os olhos de diversos animais: alguns, considerados presas, costumam ter olhos laterais para ter um melhor panorama de visão, podendo assim perceber o perigo vindo em suas direções. É o caso de galinhas e vacas, por exemplo.

Já os predadores – como lobos e nós – costumam ter olhos frontais.

Dragões, é claro, são criaturas lendárias totalmente imaginárias. Isso não impediu que alguém tivesse uma resposta para a pergunta interessante de “galahadwilder”. Outro usuário da rede social, “pyrrhiccomedy”, usou seus conhecimentos científicos para propor uma explicação bastante sólida para essa “escolha evolutiva fantasiosa”.

Olhos frontais

O “pyrrhiccomedy” fez menção a uma conhecida teoria científica sobre os olhos frontais, sobre a qual já falamos aqui no Hype, inclusive: eles oferecem uma vantagem na forma de percepção de profundidade.

Conforme os olhos se movem para frente ao longo do rosto, dois campos de visão se sobrepõem. Essa sobreposição – a perspectiva ligeiramente diferente da cena à sua frente que cada um dos seus dois olhos envia ao seu cérebro – é o que permite que os animais percebam a profundidade. Isso é interessante para predadores porque eles podem calcular a distância que precisam pular para atacar e dar o bote.

Qualquer animal que consiga posicionar os olhos de uma forma que cria sobreposição de campos de visão possui o que é chamado de “visão binocular”. Isso inclui répteis predatórios como o dragão-de-komodo, o lagarto-monitor e o camaleão.

Dito isto, a visão binocular não é necessariamente melhor que a monocular. Conforme já explicamos, a binocular oferece profundidade, mas o panorama é bem maior com a monocular. Logo, no meio aquático, por exemplo, pouquíssimos animais têm visão binocular, mesmo os predadores (pense nos tubarões com seus olhos laterais). É simplesmente mais vantajoso poder enxergar mais coisas, porque predadores e presas podem vir de qualquer canto imaginável.

No caso específico dos mitológicos dragões…

O “pyrrhiccomedy” foi além em suas considerações reais sobre os olhos laterais ficcionais dos dragões: antes de surgirem cavalheiros (pessoas, aquelas que estragam tudo), os dragões só eram atacados por outros dragões. Logo, assim como os peixes, era necessário se preocupar em ser atacado de qualquer direção, principalmente durante o voo.

Por fim, como predadores, eles realmente não precisam de visão binocular, pois seu método de caça não confia muito na percepção de profundidade.

Seu ataque principal é o sopro de fogo e esse “lança-chamas” não é exatamente uma arma de precisão, não é mesmo? Não importa se o dragão está a 5 ou 20 metros de distância de seus inimigos quando os ataca.

E aí, o que você achou? Faz sentido? [BoredPanda]

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

4 comentários

  • Willian Lima:

    A precisão do ataque é importante para os humanos, e tb para outros primatas, por exemplo para calcular a distância do galho à sua frente.

  • Muka Miedi:

    Não faz sentido nenhum. Nós humanos somos predadores, somos atacados por outros humanos e nem por isso temos olhos nas laterais.

    • Cesar Grossmann:

      Mas será que somos tão atacados por outros humanos quanto os dragões são atacados por outros dragões? Por outro lado, evoluímos a partir de uma espécie que tem visão frontal, e nossa evolução não mudou isso…

  • Allan Medeiros:

    Legal.

Deixe seu comentário!