Facebook prevê o fim da palavra escrita

Por , em 20.06.2016

Quando os seres humanos ficaram pela primeira vez frente a frente com o impacto de um novo fórum global para a comunicação, o que hoje chamamos de internet, Clay Shirky, um pensador de destaque na esfera digital, desenvolveu o argumento convincente de que a internet nos tornou mais criativos – mesmo que apenas um pouco.

De fato, o Facebook fez de todos nós escritores, já que ele se tornou o meio escolhido por milhões de pessoas para partilhar os seus pontos de vista e experiências de vida. Mas, em cinco anos, a criatividade pode parecer muito diferente. O Facebook já prevê o fim da palavra escrita em sua plataforma.

Em cinco anos, o Facebook “será definitivamente móvel; será, provavelmente, todo vídeo”, disse Nicola Mendelsohn, que comanda as operações do Facebook na Europa, Oriente Médio e África, em uma conferência em Londres nesta semana. Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, já notou que os vídeos serão cada vez mais importantes para a plataforma. Mas Mendelsohn foi mais longe, sugerindo que as estatísticas mostraram que a palavra escrita tornou-se obsoleta, sendo substituída por imagens e discursos móveis.

Mais informação, menos tempo

“A melhor maneira de contar histórias neste mundo, onde tanta informação está chegando para nós, na verdade, é o vídeo”, disse Mendelsohn. “Ele transmite muito mais informações em um período muito mais rápido de tempo. Então, na verdade, a tendência nos ajuda a digerir muito mais informação”.

Houve uma perceptível reação durante o discurso da executiva – talvez porque a palavra escrita pareça um aspecto bastante importante da civilização para ser despachada com tanta rapidez. Mas ela não vai desaparecer completamente, Mendelsohn assegurou: “Você vai ter que escrever para o vídeo”.

Algoritmo já favorece vídeos

O Facebook possui o Instagram, uma das ferramentas online mais importantes para o compartilhamento de imagens. Questionada sobre o Snapchat, que incide sobre compartilhamento de vídeo, Mendelsohn disse que era um negócio muito diferente.

O Facebook tem, através de seu algoritmo, promovido vídeos. Perguntada se eles estavam afastando os textos escritos com isso, ela insistiu que a mudança é orientada para o usuário, uma mudança orgânica que era óbvia, olhando para os números.

A realidade virtual irá crescer e vídeos em 360° serão “comuns”, disse ela. “Estamos vendo um declínio ano a ano de textos. Se eu fosse fazer uma aposta, eu diria: vídeo, vídeo, vídeo”. [Qz]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 3,67 de 5)

1 comentário

Deixe seu comentário!