Bebê nasce com estilhaços na testa: Guerra da Síria

Por , em 25.09.2015guerra na síria

Esta recém-nascida da foto acima recebeu o nome de Amel, ou “Esperança”, por ter sobrevivido seus primeiros dias de vida em Aleppo. Ela praticamente veio a este mundo com uma cicatriz de guerra em sua testa. Eu poderia ficar aqui hora e mais horas falando sobre esse absurdo, mas creio que não existem palavras o suficiente para dizer o quão triste é o que está acontecendo por lá.

Sua história é uma ilustração do trágico custo humano de uma guerra que já levou dezenas de milhares de vidas e fez outros milhões fugirem do país. Conforme líderes europeus lidam com um afluxo de migrantes e refugiados que correm através das suas fronteiras (muito mal, diga-se de passagem), a história de Amel nos dá uma explicação de por que a migração em massa está acontecendo.

A guerra da Síria e a migração em massa

Um ataque aéreo, alegadamente perpetrado pelas forças do governo, em 18 de setembro, danificou várias casas em uma área residencial de Aleppo, incluindo a casa onde uma mulher chamada Amira e seus filhos viviam.

Amira, que estava grávida de nove meses, teve três de seus filhos feridos no ataque e levados para um hospital próximo. Os pequenos tiveram ferimentos leves, mas Amira ficou com feridas causadas por estilhaços no rosto e no corpo.

Temendo pela sobrevivência da mãe e da criança em seu ventre, os médicos decidiram fazer uma cesária de emergência.

Surpresa

Os médicos não imaginavam, quando retiraram o bebê da barriga da mãe, que ele estava com estilhaços alojados em sua testa, logo acima de seu olho esquerdo. Eles atravessaram o corpo de Amira e perfuraram seu útero.

Quem salvou quem?

Os médicos não sabem exatamente se a menina salvou a mãe (interrompendo o caminho dos estilhaços) ou se a mãe salvou o bebê. Mas todos concordam que o regime do país é o culpado pela situação incomum e inacreditável.

Crise humanitária

Depois das fotos que temos acompanhado na mídia, esteve evento ressalta ainda mais a crise humanitária que a guerra da Síria está promovendo, e que nenhum país parece estar empenhando em ajudar a por um fim. Onde vamos parar? [cnn]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!