Menina de 8 anos é prodígio no pôquer

Por , em 8.12.2011

Alexa Fisher, do Texas, parece e fala como uma menina normal de oito anos. Entretanto, ela tem uma habilidade pouco comum para alguém da sua idade: joga pôquer muito bem. De fato, Alexa é tão boa que consegue bater oponentes com idade sete vezes maior que a dela.

Ela começou a jogar com seu pai Justin, aos três anos. Ele diz que fez isso para ajuda-lá na matemática.

O pai começou a jogar assistindo programas de TV e jogando nos fundos da casa. Ele também usava as cartas para ensinar a filha a contar e aprender matemática antes de entrar na escola. E pelo jeito seus esforços valeram: Alexa aos poucos começou a entender o jogo e reconhecer a terminologia do pôquer, como um flush, um par e uma trinca.

Com quatro anos, e mãos que quase não aguentam segurar o maço de cartas, Alexa já sabia embaralhar, enfrentar apostas e até as estratégias básicas de blefe. Com cinco, ela já jogava Texas Hold’em como uma profissional. Aos poucos foi também desenvolvendo mais modalidades do jogo, como Badugi, Double Flop Hold’em e outros da Série Mundial de Torneios de Pôquer (WOSP).

Alexa também já jogou em eventos de caridade. Seu primeiro torneio foi em 2009, marcando um recorde para sua idade: venceu mais da metade dos participantes, incluindo seu pai.

Ela diz amar o jogo e a facilidade em aprendê-lo. Ela espera virar profissional quando crescer, e inspirar outras mulheres a fazer o mesmo.

Ao trocar uma viagem da Disney para Las Vegas, no ano passado, Alexa foi a um torneio do WOSP para conhecer seu ídolo, o jogador profissional Greg Raymer. O autógrafo diz: “Te vejo em 2024!”. Essa é data em que ela vai ser legalmente aceita a entrar no campeonato.[OddityCentral]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

12 comentários

  • Glauco Noiado:

    Vício em maconha é melhor que pôquer…e disso eu entendo!

  • Ligyane:

    Nossa, queria ver a cara dos marmanjos que se acham fodões, quando a menina ganha pra eles.

  • Cherry:

    eu nao ganho nem rifa de igreja….

  • Gui Melo:

    e eu com 21 anos num sei nem joga truco =(

  • Bruno Ramos Godinho:

    Só eu não acho nada demais essas historias de “criança prodígio” ?

  • Lucas Xavier:

    que autografo legal, vai ser legal isso

  • Glauco:

    Tirem essa menina dessa vida!

    • Chuck Norris®:

      Você tem razão, Glauco. A pessoa viciada em jogo é uma das piores coisas. Pessoas perdem tudo com isso. Famílias são destruídas por causa dessa porcaria. Perdem casas, carros, tudo. Também perdem o mais importante, a família!

      Algumas se dão bem. Se dão bem com a desgraça da maioria.
      Quem vê isso pensa que é coisa boa.

    • Gabriel.¿:

      o pior e que eles inventivam ela como se fosse algo extremamente bom, tipo uma faculdade

    • César:

      Muita gente sem cabeça perde tudo que tem..

      O profissionalismo na área do poker já não é como antigamente. Existem regras, estratégias que protegem o cidadão de perder tudo que tem.. Ela será uma profissional da área, e não uma amadora viciada que conta com a sorte…

      Se quiserem entender melhor o que estou tentando dizer aqui, comecem pesquisando sobre o básico, como por exemplo a regra dos 30 buy in..

    • Glauco:

      Eu sei jogar pôquer. Isso é jogo de adulto, não de criança.

    • Glauco Fumado:

      Isso tirem ela desse jogo isso faz mal, vamos trocar o vicio por jogos pelo vicio em maconha, muito melhor.

Deixe seu comentário!