Mulheres dormem pior quando bebem

Por , em 17.02.2011

Algumas pessoas acreditam que o álcool ajuda a dormir, mas para as mulheres, isso não é tão verdade. Segundo uma nova pesquisa, conforme a bebida desaparece do corpo, as pessoas – especialmente mulheres – podem ter interrupções, e começar a se mexer e se virar.

No estudo, os pesquisadores monitoraram o sono de 93 homens e mulheres com 20 e poucos anos após uma noite de bebedeira e uma noite de “falsa bebedeira”. Na primeira, os voluntários beberam whisky ou vodka com refrigerante sem cafeína até sua CCB alcançar 0,1, um nível que faz com que a maioria das pessoas fique visivelmente bêbada.

Na outra noite, cerca de uma semana depois, os voluntários beberam um “placebo”, uma bebida que tinha apenas algumas gotas de álcool em cada copo. Poucos foram realmente enganados com a bebida falsa.

Os participantes deveriam dormir por oito horas após cada sessão. Enquanto dormiam, técnicos de investigação monitoraram suas ondas cerebrais, movimentos oculares e marcadores do sono. Ao acordar, os voluntários deveriam avaliar o quão bem eles tinham dormido.

A pesquisa descobriu que as mulheres que vão para a cama bêbadas dormem pior do que os homens com o mesmo teor de álcool no sangue. Elas têm sono mais irregular e dormem por menos tempo após uma noite de bebedeira do que quando estão sóbrias.

Esse é o primeiro estudo que mostra que o mesmo nível de embriaguez afeta mais o sono das mulheres do que dos homens. Os motivos são incertos, mas os pesquisadores acreditam que as diferenças existem porque o corpo das mulheres metaboliza o álcool de forma diferente, e o limpa da corrente sanguínea mais rapidamente.

De acordo com as leituras de laboratório, os homens dormiam tão profundamente depois de beber álcool quanto quando estavam sóbrios. As mulheres, ao contrário, dormiam cerca de 20 minutos a menos e acordavam com mais frequência e por períodos mais longos quando tinham álcool no sistema.

A maioria dos participantes se sentiu menos descansados após a noite de bebedeira. Ambos os sexos consideraram a qualidade do sono pior depois do álcool. Segundo os pesquisadores, a sonolência pode ser perigosa porque prejudica a função mental e a capacidade de condução segura.

A perturbação do sono foi associada ao alcoolismo e à recaída entre aqueles que estão tentando superar sua dependência. Mais pesquisas devem tentar esclarecer como os problemas de sono relacionados com o álcool podem contribuir para o problema.

Os homens não devem sentir que estão fora do perigo, entretanto. Cientistas dizem que, embora as mulheres se saiam pior depois de beber por uma noite, o sono de ambos os sexos sofre, especialmente na segunda metade da noite. As pessoas tendem a pensar que beber é um “sonífero”, e melhora a qualidade do sono, mas no fim, todos acabam tendo uma interrupção.[CNN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Pensador:

    Dormem pior mesmo, pois ficam doloridas… Entenderam? 🙂

  • Samuel Goldstein:

    Isso tudo ERA verdade, até que chegou essa bebidinha natural anti-ressaca ao Brasil.

    SECURITY é uma bebida anti-ressaca feita na França, natural, não alcoolica, composta de extratos e aromas de plantas e ervas cujas propriedades são conhecidas por suas características desintoxicantes e que combinadas em concentrações especiais numa garrafinha de 30ml, aliviam significativamente os efeitos da RESSACA e má digestão. Saiba mais no http://www.bebasecurity.com.br

Deixe seu comentário!