NGC 5189: uma nebulosa planetária incomum

Por , em 20.12.2012

A nebulosa planetária NGC 5189, apelidada de Nebulosa Planetária Espiral, é complexa por dois motivos: ela tem um formato bastante incomum, e está se desfazendo de maneira mais estranha ainda.

Quando estrelas como o nosso sol estão morrendo, elas normalmente abandonam suas camadas externas mais simples, em forma de esfera, anel ou hélice. Mas nenhuma estrutura simples emergiu da nebulosa NGC 5189, e seu formato inusitado intriga cientistas desde que foi descoberta, em 1835, pelo astrônomo John Herschel.

Para compreender os mistérios desta nebulosa, o Telescópio Espacial Hubble foi até ela recentemente e a observou detalhadamente.

A hipótese é de que a estrela que está morrendo é parte de um sistema binário com um eixo de simetria de precessão. Provavelmente, o material é expelido por diferentes saídas em épocas diferentes.

A NGC 5189 é uma nebulosa simétrica com cerca de três anos-luz, e está situada a três mil anos-luz de distância da Terra na direção da constelação de Musca. Vista por um telescópio, esta nebulosa tem forma de “S”.

Confira a imagem da Nebulosa Planetária Espiral em alta resolução aqui. [NASA/Hubble]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

Deixe seu comentário!