O que existe por trás do medo de voar?

Por , em 5.06.2009

Medo de voar é coisa séria: as mãos suadas e o coração acelerado causados pelo pânico podem ser tão intensos que algumas pessoas simplesmente se recusam a embarcar em um avião. Notícias de acidentes, como a queda do avião 447 da Air France sobre o Oceano Atlântico no dia 31 de maio, reacendem o medo em várias pessoas – até mesmo naquelas que sabem que andar de carro é estatisticamente muito mais perigoso.

Quem tem medo de andar de avião ouve falar sobre problemas da aviação e desastres, e logo começam as preocupações: “As pessoas não prestam atenção às outras estatísticas”, afirma Barbara Rothbaum, diretora do programa de Recuperação de Trauma e Ansiedade na Universidade de Emory e professora de psicologia. Uma pesquisa mostra que, nos últimos anos, voar ficou cada vez mais seguro. De acordo com a pesquisa, ocorreram apenas 0.2 acidentes fatais a cada milhão de vôos saídos dos Estados Unidos em 2008, número muito menor que os 1.4 por milhão em 1989.

As chances de se morrer em um acidente de aviação é de uma em vinte mil, comparada com uma em cem em acidentes automobilísticos, e uma em cinco de doenças cardíacas, de acordo com estatísticas divulgadas em 2001. Rothbaum acredita que as pessoas quem têm fobia de avião ignoram os milhões de pessoas que voam com segurança todos os dias, e veem os acidentes como uma confirmação de seus medos. “Eles exageram a probabilidade do perigo”, diz, e complementa: “Voar, na realidade, é uma das atividades mais seguras, estatisticamente”.

As faces do medo

Aproximadamente 20 milhões de pessoas nos Estados Unidos sofrem de algum tipo de medo de aviões, desde ansiedade até fobias intensas (chamada de aviofobia), que impedem a pessoa de utilizar aviões a qualquer custo, afirma Rothbaum. De acordo com ela, metade destas pessoas tem medo de acidentes, enquanto a outra metade sofre de claustrofobia, e corre o risco de sofrer uma crise de pânico na cabine do avião.

De acordo com Barbara, a experiência de voar com segurança não é suficiente para acalmar quem tem a fobia. “As pessoas são muito supersticiosas com seus medos”, afirma. Ela conta que pacientes dizem que não entraram em aviões que iriam pegar porque tiveram premonições que algo de ruim aconteceria. “Tento explicar que não era uma premonição, e sim um ataque de ansiedade”, diz Rothbaum, que também afirma que os pacientes usam as supostas premonições para embasar seus medos.

Aqueles que chegam a embarcar nos voos frequentemente encaram sua experiência como uma situação de risco, afirma Rothbaum. “Quando saem do avião, parece que querem beijar o chão, como se tivessem escapado de uma experiência de quase morte”, diz.

Voando em paz

Quando os passageiros temerosos têm que pegar aviões, frequentemente escondem seus medos com sedativos ou álcool, de acordo com a professora. Alguns de seus pacientes relatam ter organizado viagens de trabalho de modo a chegar um dia antes ao local do trabalho, para que possam se recuperar da auto medicação antes do início das atividades.

Apesar de todos os problemas relatados, um tratamento para a fobia – que não envolve a bebida – está disponível. Rothbaum e outros estudiosos utilizaram terapia com realidade virtual com muito sucesso após apenas oito sessões semanais. Os pacientes passaram a aprender a avaliar sua situação logicamente em vez de emocionalmente quando sentem ataques de pânico, praticando métodos de relaxamento. A experiência virtual se adapta às necessidades de cada pessoa, acalmando aqueles que temem o voo.

Rothbaum alerta que se a pessoa deixa de comparecer a eventos sociais, como casamentos, ou até a recusar ofertas de emprego pelo medo de voar, é aconselhável procurar ajuda profissional para superar o problema. [Live Science]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

10 comentários

  • Jorginho:

    “Podem ir pessoal!…
    No fim de semana chego lá!”

    Pra ser sincero, não acredito nessa estatística…mesmo porque há mais veículos nas estradas que um ano de voo’s!
    Além disso, como foi comentado:
    Há muitos fatores… e um deles é BEBIDAS E DIREÇÃO!

  • Miguel:

    O medo de voar realmente é terrivel para muitos, felizmente essa fobia tem solução rápida por mais intensa que seja. Atendemos em Florianópolis acesse http://www.hipnose.in/tratamentos/medo-de-voar e saiba mais.

  • Rafa:

    Eu também sinto muito medo de voar, tenho sempre que viajar com uma blusa com touca… porque choro a viagem inteira… morro de vergonha, mas não consigo controlar.
    É muito fácil pra quem não sente medo, zombar de quem tem… o que me ajuda é que tenho amigos pilotos, sempre que preciso viajar, bato um papo com eles, me falam das novas tecnologias e mostram que realmente está cada vez mais difícil morrer de desastre aéreo.
    Mês que vem farei uma viagem de 9 horas… quero só ver! Bjks

  • Daniela:

    Oi! tenho muito medo de viajar de avião.
    gostei da matéria e principalmente de alguns depoimentos. Me indentifiquei, principalmente com a idéia de premonição e impotência… se tanta gente tem medo de voar e nunca aconteceu nada conosco, então não precisamos nos preocupar. As vezes, penso que a minoria tem esse medo, mas pesquisando na internet a respeito percebi que é mais comum do q eu imaginava.

  • Luciana Gabry de Freitas:

    Concordo com o Marcos em relação às estatísticas. Não são apenas números, existe uma relação direta com a ação das pessoas, a conduta do trânsito.
    Eu sofro de fobia de aviao e o que me bloqueia, é justamente essa sensação de impotência. Sei que se alguma situação de risco surgir, eu só vou poder continuar sentada e esperar pela minha morte. E mais que isso, sem a menor esperança de sobrevivência.
    Eu não tinha nem nedo de avião, mas um vôo super turbulento me descompensou e o acidente da air france fez o meu medo se tornar uma fobia. Não consigo mais entrar em um avião…

  • Ronald:

    Olá..

    Por incrivel que pareça, amo avião, tenho varios de coleção lá em kza, mas tenho um voo marcado para tersina sabado que vem 13/02 e estou morrendo de medo.
    È engraçado pois ja andei de monomotor, e nao senti tanto medo assim, dá um desespeiro tão grande, e hoje é o dia que tenho que desidir, pois posso ainda aidr a passagem ou remarcar, depois de hoje, perdi o dinheiro.
    Não sei o que faço, estou com um medo terrivel, nunca voei antes…..e estoupensando seriamente em desistir…..

    Obrigado pelas palavras, mas acho que comigo não ta funcionado.

  • Sebastian Madeira:

    As pessoas são realmente muito diferentes. Gosto muito de viajar de avião, acho ótimo ficar olhando daquela janelinha lá pra baixo. Tenho um amigo que tem tanto medo, que uma vez viajando com ele, me pediu para fechar a janela e não parar de conversar para distraí-lo, pois ele estava em pânico. Nào sei explicar porque mas não tenho medo.

  • Helena F. Rabello Herszon:

    Gostei do artigo porque sofro muito ao “entrar” num avião para viajar. É como se fosse um embarque para o “fim”. É um exagero na visão de muitos, mas fico demais tensa do início ao fim de uma viagem.

  • Marcos:

    Discordo. Vcs estão generalizando, esse argumento da estatitica ( Eu adoro estatistica, acho a coisa mais linda da matematica) não é valido a rigor.
    x
    Depende de quem esta dirigindo, qual a velocidade dirige, etc para determinar a probabilidade do acidente ser fatal. Assim como a chance de infarto depende da idade da pessoa.
    x
    Exemplo, se é meu pai que dirige a 60 km por hora, sendo cuidado, não é em cada 100 saidas de carro, q ele bate,,, esse valor, 1 em 100, é a media da população em geral, dos que dirigem bebados, etc…
    x
    Quanto ao voo não depende da pessoa, ela simplesmente esta ali dentro, se cair, ela sera uma em 20mil.
    x
    Concordam?
    x

  • Fernanda:

    Nossa, acho que eu tenho fobia de avião!!
    Já enfrentei o medo duas vezes e nas duas foi horrível. Há uma semana da viagem a ansiedade era tanta que parei de comer, não passava nada e entrei chorando no avião (maior papelão). Nas duas viagens que fiz apareço abatida nas fotos.
    Semana passada marquei outra viagem, que estava quase desistindo por causa do avião (não queria passar pela experiência de novo) . Aí aconteceu a tragédia do 447.
    Estou a semana inteira tendo ataque de pânico a noite, com insônia…
    É horrível e incontrolável esse medo. Odeiooooooo sentir esse medo. Morro de inveja quando alguém diz que ama viajar de avião.
    Mês que vem vou enfrentar novamente meu medo, mas é insuportável essa sensação. É triste… =õ(
    Mas coloquei na minha cabeça que quando é a hora de morrer, não tem! Isso está me deixando mais calma, mas ainda sinto muuuuito medo.

    Adorei o artigo… pra quem sente tanto medo de voar, ler sobre essas estatísticas dá um certo conforto!

    Valeu! ;o)

Deixe seu comentário!